Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Médicos e planos de saúde

Em tempos de greve dos Correios, da Polícia Federal e outras categorias...


Dgabc

30/11/2012 | 00:00


Artigo

Em tempos de greve dos Correios, da Polícia Federal e outras categorias do funcionalismo público, os médicos de planos de saúde de todo o País iniciam paralisação, de pelo menos 15 dias, em defesa de reajuste médio de 50% na tabela de serviços e o fim das intervenções que consideram antiéticas, que as operadoras estariam exercendo para baixar os custos dos tratamentos.

A medida vem sendo anunciada desde agosto, quando os médicos iniciaram negociações com as operadoras a fim de alcançarem a melhoria nos valores pagos aos profissionais da Saúde, em média de R$ 45 por consulta. Os médicos pretendem a criação de indexador que permita o reajuste da tabela de serviços com a mesma periodicidade do aumento das mensalidades dos usuários. O protesto foi articulado por três entidades: Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira e Federação Nacional dos Médicos.

A preocupação dos médicos não se limita aos valores defasados pagos pelas operadoras, mas em especial pelas chamadas intervenções antiéticas exercidas pelas operadoras. Segundo a categoria, os planos de saúde impedem a realização de tratamentos de alto custo, abreviam internações e pressionam os médicos a adotarem medidas de contenção que ameaçam a eficácia do tratamento dos pacientes.

Para o Conselho Federal de Medicina, a saúde suplementar passa por grave crise de credibilidade, levando os pacientes beneficiários dos planos de saúde a se socorrerem do SUS (Sistema Único de Saúde), onde as filas estão cada dia maiores.

Os médicos vão adotar a greve como forma de pressionar não só as operadoras para o atendimento das reivindicações, mas especialmente o poder público. Mais uma vez as operadoras, por seus abusos e intransigência nas negociações com os prestadores de serviços, penalizam os beneficiários, daí a necessidade de intervenção imediata do poder público para frear essas empresas que visam apenas os lucros e não a prestação da saúde suplementar eficiente.

Sandra Franco é especializada em Direito Médico e da Saúde, integrante efetiva da Comissão de Direito da Saúde e Responsabilidade Médico-Hospitalar da OAB/SP e Presidente da Academia Brasileira de Direito Médico e da Saúde. Nina Neubarth é integrante da Sfranco Consultoria Jurídica, especialista em Direito Público.

PALAVRA DO LEITOR

Fim do mundo

Lemos diariamente notícias sobre o fim do planeta Terra, que poderá ocorrer em 21 de dezembro, de acordo com relatos e o término do calendário da civilização Maia. Esse dia é uma sexta-feira e que bom seria ver corruptos e mensaleiros pagando os pecados, porque as leis terrenas não foram suficientes para puní-los. Deputados e senadores estarão voltando para suas bases eleitorais pedindo desculpas pelas mentiras para aliviar a pena no juízo final. Tudo estará anotado: os desvios de dinheiro da Saúde, Educação, Segurança, o bolsa esmola que criaram para iludir e arrebatar seguidores pela fome, nada escapará. Então, parlamentares deste País, se escaparem dessa parem de mentir e desviar dinheiro público e votem leis que realmente beneficiem a sociedade. Parem de blá-blá-blá e encaminhem as reformas de que o País tanto precisa. Podem ter certeza de uma coisa, para onde iremos um dia não existe compra de votos, Mensalão e base aliada, é cara a cara.

Ailton Gomes, Ribeirão Pires

Abertos do Interior

Novamente a cidade de São Caetano foi consagrada vencedora dos Jogos Abertos do Interior, realizados em Bauru. Parabéns ao trabalho desenvolvido pela Secretaria de Esportes do município por mais esse prêmio!

Fernando Zucatelli, São Caetano

Dirceu é dez!

Não há como negar. José Dirceu é realmente dez. Dez anos e dez meses de prisão.

Ronaldo Gomes Ferraz, Rio de Janeiro

Lula

Do jeito que as coisas caminham, acredito que a vida messiânica do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva termine como a do Cristo na cruz; com um ladrão de cada lado.

Nelson Mendes, São Bernardo

Paul Harris

Dia 24, na Biblioteca Municipal Paul Harris, em São Caetano, sob maestria de Ana Maria Guimarães Rocha, ela reuniu apoliticamente negros, brancos, amarelos, estudantes, doutorados, semianalfabetos, católicos, acadêmicos, ateus, espíritas, evangélicos, contistas, escritores, poetas, ensaístas e todos com involuntárias expressões para alimentarem-se da fidedigna liberdade de expressão. E isso ao som de músicas e vozes soprano, castelhano, popular brasileira e ao vivo. Daí o que me faz voltar ao chão da ‘estória' (não história) quase imoral da patética e bizarra condecoração a Ronaldinho Gaúcho com uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Será que foi por ele ter feito um gol de letra?

Cecél Garcia, Santo André

Joelmir Beting - 1

Que pena saber da partida de Joelmir Beting. Que pena! Só ele para me fazer ouvir ou ler com prazer um comentário sobre economia, porque através de suas explicações e de seus bordões, ele tornava fácil de entender questão que para mim sempre foi difícil. Joelmir ainda vive, pois acredito que a morte não existe para os que jamais serão esquecidos.

Mara Montezuma Assaf, Capital

Joelmir Beting - 2

Joelmir Beting, brilhante jornalista, excelente ser humano, fez história no jornalismo, no rádio e na TV. Profissional de estilo próprio e inconfundível. Oxalá tenhamos outros que se inspirem em seu estilo de transmitir reportagens, de forma simples, objetiva e acessível a todas as classes sociais. No seu bom humor, conseguia traduzir notícias de importância relevante, em linguagem com sentido humorístico, sem perder a relevância e a seriedade dos fatos. Certamente lá onde estiver, estará representando o jornalismo com a classe, a categoria e a dignidade que lhe eram peculiar. Nossos sentimentos à família Beting. Saudade já se faz presente.

Antônio Carlos Guertas, São Bernardo

Resposta

Em resposta à carta do leitor Flávio Martins (Invasão, dia 27), a Secretaria de Obras e Habitação da Prefeitura de São Caetano informa que a área em questão, em que o munícipe diz que é uma praça pública, na Rua Amazonas, entre as ruas Silvia e Lourdes, no bairro Nova Gerty, não é área pública e sim área particular. O proprietário possui projeto aprovado e autorização para construção.

Prefeitura de São Caetano



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Médicos e planos de saúde

Em tempos de greve dos Correios, da Polícia Federal e outras categorias...

Dgabc

30/11/2012 | 00:00


Artigo

Em tempos de greve dos Correios, da Polícia Federal e outras categorias do funcionalismo público, os médicos de planos de saúde de todo o País iniciam paralisação, de pelo menos 15 dias, em defesa de reajuste médio de 50% na tabela de serviços e o fim das intervenções que consideram antiéticas, que as operadoras estariam exercendo para baixar os custos dos tratamentos.

A medida vem sendo anunciada desde agosto, quando os médicos iniciaram negociações com as operadoras a fim de alcançarem a melhoria nos valores pagos aos profissionais da Saúde, em média de R$ 45 por consulta. Os médicos pretendem a criação de indexador que permita o reajuste da tabela de serviços com a mesma periodicidade do aumento das mensalidades dos usuários. O protesto foi articulado por três entidades: Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira e Federação Nacional dos Médicos.

A preocupação dos médicos não se limita aos valores defasados pagos pelas operadoras, mas em especial pelas chamadas intervenções antiéticas exercidas pelas operadoras. Segundo a categoria, os planos de saúde impedem a realização de tratamentos de alto custo, abreviam internações e pressionam os médicos a adotarem medidas de contenção que ameaçam a eficácia do tratamento dos pacientes.

Para o Conselho Federal de Medicina, a saúde suplementar passa por grave crise de credibilidade, levando os pacientes beneficiários dos planos de saúde a se socorrerem do SUS (Sistema Único de Saúde), onde as filas estão cada dia maiores.

Os médicos vão adotar a greve como forma de pressionar não só as operadoras para o atendimento das reivindicações, mas especialmente o poder público. Mais uma vez as operadoras, por seus abusos e intransigência nas negociações com os prestadores de serviços, penalizam os beneficiários, daí a necessidade de intervenção imediata do poder público para frear essas empresas que visam apenas os lucros e não a prestação da saúde suplementar eficiente.

Sandra Franco é especializada em Direito Médico e da Saúde, integrante efetiva da Comissão de Direito da Saúde e Responsabilidade Médico-Hospitalar da OAB/SP e Presidente da Academia Brasileira de Direito Médico e da Saúde. Nina Neubarth é integrante da Sfranco Consultoria Jurídica, especialista em Direito Público.

PALAVRA DO LEITOR

Fim do mundo

Lemos diariamente notícias sobre o fim do planeta Terra, que poderá ocorrer em 21 de dezembro, de acordo com relatos e o término do calendário da civilização Maia. Esse dia é uma sexta-feira e que bom seria ver corruptos e mensaleiros pagando os pecados, porque as leis terrenas não foram suficientes para puní-los. Deputados e senadores estarão voltando para suas bases eleitorais pedindo desculpas pelas mentiras para aliviar a pena no juízo final. Tudo estará anotado: os desvios de dinheiro da Saúde, Educação, Segurança, o bolsa esmola que criaram para iludir e arrebatar seguidores pela fome, nada escapará. Então, parlamentares deste País, se escaparem dessa parem de mentir e desviar dinheiro público e votem leis que realmente beneficiem a sociedade. Parem de blá-blá-blá e encaminhem as reformas de que o País tanto precisa. Podem ter certeza de uma coisa, para onde iremos um dia não existe compra de votos, Mensalão e base aliada, é cara a cara.

Ailton Gomes, Ribeirão Pires

Abertos do Interior

Novamente a cidade de São Caetano foi consagrada vencedora dos Jogos Abertos do Interior, realizados em Bauru. Parabéns ao trabalho desenvolvido pela Secretaria de Esportes do município por mais esse prêmio!

Fernando Zucatelli, São Caetano

Dirceu é dez!

Não há como negar. José Dirceu é realmente dez. Dez anos e dez meses de prisão.

Ronaldo Gomes Ferraz, Rio de Janeiro

Lula

Do jeito que as coisas caminham, acredito que a vida messiânica do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva termine como a do Cristo na cruz; com um ladrão de cada lado.

Nelson Mendes, São Bernardo

Paul Harris

Dia 24, na Biblioteca Municipal Paul Harris, em São Caetano, sob maestria de Ana Maria Guimarães Rocha, ela reuniu apoliticamente negros, brancos, amarelos, estudantes, doutorados, semianalfabetos, católicos, acadêmicos, ateus, espíritas, evangélicos, contistas, escritores, poetas, ensaístas e todos com involuntárias expressões para alimentarem-se da fidedigna liberdade de expressão. E isso ao som de músicas e vozes soprano, castelhano, popular brasileira e ao vivo. Daí o que me faz voltar ao chão da ‘estória' (não história) quase imoral da patética e bizarra condecoração a Ronaldinho Gaúcho com uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Será que foi por ele ter feito um gol de letra?

Cecél Garcia, Santo André

Joelmir Beting - 1

Que pena saber da partida de Joelmir Beting. Que pena! Só ele para me fazer ouvir ou ler com prazer um comentário sobre economia, porque através de suas explicações e de seus bordões, ele tornava fácil de entender questão que para mim sempre foi difícil. Joelmir ainda vive, pois acredito que a morte não existe para os que jamais serão esquecidos.

Mara Montezuma Assaf, Capital

Joelmir Beting - 2

Joelmir Beting, brilhante jornalista, excelente ser humano, fez história no jornalismo, no rádio e na TV. Profissional de estilo próprio e inconfundível. Oxalá tenhamos outros que se inspirem em seu estilo de transmitir reportagens, de forma simples, objetiva e acessível a todas as classes sociais. No seu bom humor, conseguia traduzir notícias de importância relevante, em linguagem com sentido humorístico, sem perder a relevância e a seriedade dos fatos. Certamente lá onde estiver, estará representando o jornalismo com a classe, a categoria e a dignidade que lhe eram peculiar. Nossos sentimentos à família Beting. Saudade já se faz presente.

Antônio Carlos Guertas, São Bernardo

Resposta

Em resposta à carta do leitor Flávio Martins (Invasão, dia 27), a Secretaria de Obras e Habitação da Prefeitura de São Caetano informa que a área em questão, em que o munícipe diz que é uma praça pública, na Rua Amazonas, entre as ruas Silvia e Lourdes, no bairro Nova Gerty, não é área pública e sim área particular. O proprietário possui projeto aprovado e autorização para construção.

Prefeitura de São Caetano

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;