Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Orçamento paulista perto do cidadão

Pela primeira vez na história de São Paulo, o Orçamento...


Dgabc

21/06/2012 | 00:00


Artigo

Pela primeira vez na história de São Paulo, o Orçamento estadual vai discriminar os recursos que as regiões vão receber de investimento. A alteração é um marco no Parlamento paulista, que pelo oitavo ano consecutivo realiza audiências públicas com a finalidade de debater com a população as prioridades de cada região.

Em 2012, serão 20, totalmente abertas à participação popular. Contarão com a presença de deputados, administradores, líderes comunitários, entidades sociais e a população em geral. As cidades escolhidas para sediar os encontros foram as sedes de regiões administrativas, regiões metropolitanas e aglomerações urbanas. Desde 2005, a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia percorre as regiões administrativas e de governo do Estado para ouvir as sugestões de seus moradores, de forma a aprimorar a destinação dos recursos orçamentários. O objetivo é permitir que o Orçamento seja construído com mais precisão e também possibilitar a fiscalização da aplicação dos recursos públicos pelo maior interessado: a população.

Ao longo desse período, muitas solicitações foram atendidas em programas de governo que foram lançados, como Pró-Santas Casas, Pró-Vicinais e o Programa Creche-Escola. A diferença é que a peça orçamentária agora definirá também o quanto do bolo será destinado a cada região.

O Parlamento se fortalece com transparência de ações e participação popular. Além da produção de leis na área de Saúde, Transporte, Educação e Segurança, a Assembleia exerce o papel constitucional de fiscalizar a ação governamental, analisar as matérias orçamentárias e propor medidas para tornar a administração pública mais eficiente e melhorar a qualidade dos serviços públicos. Essa nova forma de elaborar o Orçamento representa, antes de tudo, instrumento de aproximação entre a sociedade e seus representantes. Os recursos serão alocados levando em conta também as prioridades definidas nessas audiências.

Essa interação entre deputados, governo e sociedade vai permitir grandes avanços na solução de problemas antigos. Estou convencido de que as principais demandas regionais serão atendidas num prazo de tempo bem mais curto. É isso que esperamos. É para isso que trabalhamos.

Mauro Bragato é deputado estadual pelo PSDB e presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa de São Paulo.      

PALAVRA DO LEITOR

Corrida eleitoral

São Caetano acolheu encontro político que concentrou a adesão da quase totalidade dos políticos e simpatizantes da cidade, sem dúvida o mais concorrido da nossa história eleitoral. Assim, pode-se deduzir que os ‘muitos' que criticam a administração municipal devem ser quase 20 mil. São bem menos do que os mais de 100 mil que a aprovam. A corrida para as urnas em outubro, baseada em programas de governo, está iniciada, mas parece, sem menosprezo, que se trata de uma Ferrari contra duas ou três bicicletas.

Ruben J. Moreira, São Caetano

Resposta

Em resposta à carta da leitora Sefirah Araújo (Linha U-26), a Prefeitura de Santo André, por meio da SA-Trans, informa que encaminhou fiscais para verificar a operação da Linha U-26 e corrigir possíveis problemas. Adicionalmente, estamos intensificando o monitoramento a partir da análise dos horários de partidas e outras condições da frota.

Prefeitura de Santo André

Celso Daniel

Venho através desta solicitar ao nosso prefeito Aidan e sua administração a reabertura das lanchonetes que existiam no Parque Celso Daniel, em Santo André. Há um ano, depois do acidente com a figueira, fecharam as mesmas e até hoje permanecem fechadas. São muito importantes para pessoas que frequentam o parque, inclusive para as crianças. Como pode um parque desse tamanho sem um lugar para alimentação? Descaso da administração de Santo André!

Maurício Goduto, Santo André

Padrões

O trânsito em São Bernardo está ficando cada vez pior. A Rua Leonardo Martins Neto era opção para se pegar a Avenida Capitão Casa com maior rapidez sentido Centro. Só que fizeram dessa rua mão única sentido bairro, provavelmente porque no Condomínio Village Campestre, na via, deve morar algum figurão, pois inicia a contramão exatamente em frente dele. Será que não se observa que a Rua Café Filho também já tem fluxo enorme de carros? Logo virá uma resposta como a da lombada em frente ao Hospital São Bernardo, que diz que ‘foi feito dentro dos padrões'. Que ‘padrões'?

Alberto Moreno, São Bernardo

Maluf e Haddad

Sempre li sobre a oposição ferrenha dos petistas ao deputado Paulo Maluf, e agora vamos ver todos juntos. Lula, Haddad e Maluf de maõzinhas dadas nas eleições de São Paulo! Maluf é procurado em mais de 150 países pela Interpol. Essa aliança afunda de vez a candidatura de Haddad, que já afundou o Enem e não fez nada no Ministério da Educação. Certa está Marta Suplicy de se manter distante dessa gente. Talvez ainda reste alguém com consciência nessa política brasileira. Como diz o ditado, ‘diga-me com quem andas, que direi quem tu és'.

Ailton Gomes, Ribeirão Pires

Negociação

Sabemos que o deputado Paulo Maluf se prepara para mudar de barco e aderir à campanha do petista Fernando Haddad. O seu pleito principal foi atendido: a Secretaria Nacional de Habitação foi entregue a um homem do seu grupo. Quem comandou a articulação foi Lula, e os dois operadores da negociação foram Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo, e Rui Falcão, presidente do partido, encarregados de conversar com Maluf. Falcão é aquele senhor sempre empenhado em combater as elites conservadoras e reacionárias de São Paulo. Chegou à conclusão de que esse trabalho não pode ser feito sem a colaboração de Paulo Maluf. Faz sentido.

Luiz Fernandes, São Bernardo 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Orçamento paulista perto do cidadão

Pela primeira vez na história de São Paulo, o Orçamento...

Dgabc

21/06/2012 | 00:00


Artigo

Pela primeira vez na história de São Paulo, o Orçamento estadual vai discriminar os recursos que as regiões vão receber de investimento. A alteração é um marco no Parlamento paulista, que pelo oitavo ano consecutivo realiza audiências públicas com a finalidade de debater com a população as prioridades de cada região.

Em 2012, serão 20, totalmente abertas à participação popular. Contarão com a presença de deputados, administradores, líderes comunitários, entidades sociais e a população em geral. As cidades escolhidas para sediar os encontros foram as sedes de regiões administrativas, regiões metropolitanas e aglomerações urbanas. Desde 2005, a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia percorre as regiões administrativas e de governo do Estado para ouvir as sugestões de seus moradores, de forma a aprimorar a destinação dos recursos orçamentários. O objetivo é permitir que o Orçamento seja construído com mais precisão e também possibilitar a fiscalização da aplicação dos recursos públicos pelo maior interessado: a população.

Ao longo desse período, muitas solicitações foram atendidas em programas de governo que foram lançados, como Pró-Santas Casas, Pró-Vicinais e o Programa Creche-Escola. A diferença é que a peça orçamentária agora definirá também o quanto do bolo será destinado a cada região.

O Parlamento se fortalece com transparência de ações e participação popular. Além da produção de leis na área de Saúde, Transporte, Educação e Segurança, a Assembleia exerce o papel constitucional de fiscalizar a ação governamental, analisar as matérias orçamentárias e propor medidas para tornar a administração pública mais eficiente e melhorar a qualidade dos serviços públicos. Essa nova forma de elaborar o Orçamento representa, antes de tudo, instrumento de aproximação entre a sociedade e seus representantes. Os recursos serão alocados levando em conta também as prioridades definidas nessas audiências.

Essa interação entre deputados, governo e sociedade vai permitir grandes avanços na solução de problemas antigos. Estou convencido de que as principais demandas regionais serão atendidas num prazo de tempo bem mais curto. É isso que esperamos. É para isso que trabalhamos.

Mauro Bragato é deputado estadual pelo PSDB e presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa de São Paulo.      

PALAVRA DO LEITOR

Corrida eleitoral

São Caetano acolheu encontro político que concentrou a adesão da quase totalidade dos políticos e simpatizantes da cidade, sem dúvida o mais concorrido da nossa história eleitoral. Assim, pode-se deduzir que os ‘muitos' que criticam a administração municipal devem ser quase 20 mil. São bem menos do que os mais de 100 mil que a aprovam. A corrida para as urnas em outubro, baseada em programas de governo, está iniciada, mas parece, sem menosprezo, que se trata de uma Ferrari contra duas ou três bicicletas.

Ruben J. Moreira, São Caetano

Resposta

Em resposta à carta da leitora Sefirah Araújo (Linha U-26), a Prefeitura de Santo André, por meio da SA-Trans, informa que encaminhou fiscais para verificar a operação da Linha U-26 e corrigir possíveis problemas. Adicionalmente, estamos intensificando o monitoramento a partir da análise dos horários de partidas e outras condições da frota.

Prefeitura de Santo André

Celso Daniel

Venho através desta solicitar ao nosso prefeito Aidan e sua administração a reabertura das lanchonetes que existiam no Parque Celso Daniel, em Santo André. Há um ano, depois do acidente com a figueira, fecharam as mesmas e até hoje permanecem fechadas. São muito importantes para pessoas que frequentam o parque, inclusive para as crianças. Como pode um parque desse tamanho sem um lugar para alimentação? Descaso da administração de Santo André!

Maurício Goduto, Santo André

Padrões

O trânsito em São Bernardo está ficando cada vez pior. A Rua Leonardo Martins Neto era opção para se pegar a Avenida Capitão Casa com maior rapidez sentido Centro. Só que fizeram dessa rua mão única sentido bairro, provavelmente porque no Condomínio Village Campestre, na via, deve morar algum figurão, pois inicia a contramão exatamente em frente dele. Será que não se observa que a Rua Café Filho também já tem fluxo enorme de carros? Logo virá uma resposta como a da lombada em frente ao Hospital São Bernardo, que diz que ‘foi feito dentro dos padrões'. Que ‘padrões'?

Alberto Moreno, São Bernardo

Maluf e Haddad

Sempre li sobre a oposição ferrenha dos petistas ao deputado Paulo Maluf, e agora vamos ver todos juntos. Lula, Haddad e Maluf de maõzinhas dadas nas eleições de São Paulo! Maluf é procurado em mais de 150 países pela Interpol. Essa aliança afunda de vez a candidatura de Haddad, que já afundou o Enem e não fez nada no Ministério da Educação. Certa está Marta Suplicy de se manter distante dessa gente. Talvez ainda reste alguém com consciência nessa política brasileira. Como diz o ditado, ‘diga-me com quem andas, que direi quem tu és'.

Ailton Gomes, Ribeirão Pires

Negociação

Sabemos que o deputado Paulo Maluf se prepara para mudar de barco e aderir à campanha do petista Fernando Haddad. O seu pleito principal foi atendido: a Secretaria Nacional de Habitação foi entregue a um homem do seu grupo. Quem comandou a articulação foi Lula, e os dois operadores da negociação foram Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo, e Rui Falcão, presidente do partido, encarregados de conversar com Maluf. Falcão é aquele senhor sempre empenhado em combater as elites conservadoras e reacionárias de São Paulo. Chegou à conclusão de que esse trabalho não pode ser feito sem a colaboração de Paulo Maluf. Faz sentido.

Luiz Fernandes, São Bernardo 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;