Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após erro e derrota no Mineirão, corintianos defendem o zagueiro Pedro Henrique



23/06/2016 | 00:11


A falha individual do zagueiro Pedro Henrique, que culminou no gol marcado por Cazares, na vitória do Atlético Mineiro por 2 a 1 sobre o Corinthians, nesta quarta-feira, abalou o jovem corintiano, que deixou o gramado do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, chorando muito e recebeu apoio até dos adversários como Fred e Robinho. Ao final da partida, os companheiros defenderam o garoto e negaram que a derrota foi por sua culpa.

"Eu sou canhoto e me armei para receber a bola de esquerda, mas ela veio curta e não deu tempo de chegar. Erro de jogo, acontece e não dá para culpar o Pedro. A culpa não é do moleque, que vem jogando bem e nos ajudando bastante. Próximo jogo ele estará 100% e vai nos ajudar muito. Não é porque aconteceu o gol que vamos perder a confiança nele. Essas coisas acontecem. Na vitória ou na derrota a gente joga junto", disse o goleiro Cássio, em entrevista à rádio Globo.

O lateral-esquerdo Uendel também preferiu destacar a boa atuação de Pedro Henrique e minimizou a sua falha. "A gente sabe o momento difícil que ele está passando pelo erro e por ser menino acaba sentindo mais, mas não tiro a grande partida que ele fez. Vamos dar toda força para ele, pois tem muito crédito com a gente e o Pedro tem um potencial muito grande", explicou.

Ao final da partida, o defensor saiu de campo sendo amparado pelos companheiros e não parou para dar entrevistas. Para o atacante Lucca, o fato do time ter se distraído por alguns minutos, foi um problema muito maior do que o erro de Pedro Henrique. "O jogo estava se desenhando bom para a gente e nos desconcentramos. Jogar contra equipe forte é assim, você acaba sendo penalizado. Jogamos uns dez ou 15 minutos abaixo e agora não adianta lamentar. É jogar em casa, com o apoio do torcedor e buscar a vitória", resumiu.

O Corinthians volta a campo neste sábado para enfrentar o Santa Cruz, às 21 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Com o resultado desta quarta-feira, o time alvinegro se manteve com 16 pontos e viu a diferença para o líder Palmeiras abrir para seis pontos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após erro e derrota no Mineirão, corintianos defendem o zagueiro Pedro Henrique


23/06/2016 | 00:11


A falha individual do zagueiro Pedro Henrique, que culminou no gol marcado por Cazares, na vitória do Atlético Mineiro por 2 a 1 sobre o Corinthians, nesta quarta-feira, abalou o jovem corintiano, que deixou o gramado do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, chorando muito e recebeu apoio até dos adversários como Fred e Robinho. Ao final da partida, os companheiros defenderam o garoto e negaram que a derrota foi por sua culpa.

"Eu sou canhoto e me armei para receber a bola de esquerda, mas ela veio curta e não deu tempo de chegar. Erro de jogo, acontece e não dá para culpar o Pedro. A culpa não é do moleque, que vem jogando bem e nos ajudando bastante. Próximo jogo ele estará 100% e vai nos ajudar muito. Não é porque aconteceu o gol que vamos perder a confiança nele. Essas coisas acontecem. Na vitória ou na derrota a gente joga junto", disse o goleiro Cássio, em entrevista à rádio Globo.

O lateral-esquerdo Uendel também preferiu destacar a boa atuação de Pedro Henrique e minimizou a sua falha. "A gente sabe o momento difícil que ele está passando pelo erro e por ser menino acaba sentindo mais, mas não tiro a grande partida que ele fez. Vamos dar toda força para ele, pois tem muito crédito com a gente e o Pedro tem um potencial muito grande", explicou.

Ao final da partida, o defensor saiu de campo sendo amparado pelos companheiros e não parou para dar entrevistas. Para o atacante Lucca, o fato do time ter se distraído por alguns minutos, foi um problema muito maior do que o erro de Pedro Henrique. "O jogo estava se desenhando bom para a gente e nos desconcentramos. Jogar contra equipe forte é assim, você acaba sendo penalizado. Jogamos uns dez ou 15 minutos abaixo e agora não adianta lamentar. É jogar em casa, com o apoio do torcedor e buscar a vitória", resumiu.

O Corinthians volta a campo neste sábado para enfrentar o Santa Cruz, às 21 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Com o resultado desta quarta-feira, o time alvinegro se manteve com 16 pontos e viu a diferença para o líder Palmeiras abrir para seis pontos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;