Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Princesa Kiko do Japão dará à luz em 6 de setembro


Da AFP

01/09/2006 | 07:32


A princesa Kiko, nora do imperador do Akihito do Japão, cuja gravidez criou esperanças de um herdeiro homem ao trono de Crisântemo, dará à luz na próxima quarta-feira por cesárea, anunciou o Palácio Imperial. "A princesa dará à luz ao terceiro filho na manhã de 6 de setembro", disse uma porta-voz do palácio.

De acordo com a imprensa popular, o marido de Kiko, o príncipe Akishino, confidenciou a um amigo que a mulher esperava um menino.

A notícia, que o Japão espera com impaciência, é um segredo guardado há três meses. Porém, os círculos políticos, os especialistas em obstetrícia e os jornalistas que cobrem a família imperial estão convencidos de que se trata de um menino.

O Palácio imperial se recusou a revelar o sexo do bebê da princesa e se limitou a informar que o estado de Kiko é satisfatório e que a criança se desenvolve normalmente.

Kiko, 39 anos, é mãe de duas meninas de 11 e 14 anos. Nenhum menino nasce na família imperial nipônica desde 1965, o que gera no Japão muitos questionamentos sobre a continuidade da mais antiga dinastia do mundo, que segundo a história tem 2.600 anos.

O anúncio da gravidez no início do ano teve o efeito de uma bomba sobre o país, pois no momento o primeiro-ministro Junichiro Koizumi se preparava para apresentar um projeto de reforma da lei nacional, que autorizaria a chegada ao trono das mulheres.

O premier, no entanto, abandonou o projeto ante a forte oposição dos partidários tradicionais da filiação patrilinear.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;