Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

UFABC gera agenda positiva ao PT


Andrea Catão
Do Diário do Grande ABC

03/08/2005 | 07:58


Em tempos que a sigla PT tem sido acompanhada de escândalos, o prefeito de Santo André, João Avamileno, aproveitou para gerar notícia positiva com pouquíssimos elementos. Terça-feira à tarde, protocolou na Câmara dos Vereadores o projeto de lei que doa um terreno de 70 mil m² à UFABC (Universidade Federal do ABC) como se a aula inaugural já tivesse dia e hora marcadas. Mais de 50 pessoas se acotovelaram no salão nobre da Câmara, entre funcionários do primeiro escalão da Prefeitura e vereadores, para que Avamileno entregasse o projeto de lei ao presidente da casa, o vereador Luiz Zacarias (PL).

Zacarias afirmou que em 15 dias o projeto deve ser aprovado. "Depois de tantos impedimentos, a Câmara de Santo André não vai criar empecilhos para a instalação da universidade." O presidente do legislativo se referiu diretamente aos problemas enfrentados pelo governo federal em ver aprovado o projeto de lei que cria a UFABC. A lei havia sido encaminhada ao Congresso Nacional em julho do ano passado, mas por conta das eleições municipais, a oposição trancou a pauta na Câmara dos Deputados com mais de uma dúzia de MPs (Medidas Provisórias). Posteriormente, foi o PFL quem impediu a aprovação do projeto, por entender que o governo deveria instalar universidades federais em outros Estados. A barganha do PFL baiano funcionou, e o governo foi obrigado a preparar projetos para instalação de três novas instituições: Bahia, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Acordo feito entre os líderes do PT e da oposição de que todos os projetos seriam votados assim que dessem entrada na casa, o governo conseguiu ver aprovada a lei da UFABC. O texto foi votado com urgência em março deste ano. Quando a matéria foi encaminhada ao Senado, a pauta também estava obstruída e a situação se agravou ao terem sido instituídas CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) do Mensalão e dos Correios, que envolviam a cúpula petista em esquemas de corrupção. Para gerar agenda positiva, novo acordo feito no início de julho possibilitou que a matéria fosse aprovada. Por fim, a promessa feita em período pré-eleitoral pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi cumprida. No último dia 26, o chefe de Estado sancionou a lei que cria a UFABC. A estimativa é de que as aulas tenham início no primeiro semestre de 2006.

O prefeito João Avamileno ressaltou na cerimônia em que protocolou o projeto que doa a área do município à instituição de que o terreno tem um pequeno prédio que poderá abrigar a primeira turma da UFABC. É que ainda será construído o campus - o projeto arquitetônico ainda não foi apresentado - e as aulas devem começar antes de sua conclusão. "A comissão do MEC vai avaliar a necessidade de reforma do prédio. Caso não seja o ideal, vamos procurar um prédio para alugar até que o campus seja construído." Todas as despesas vão correr por conta da União. No próximo encontro da comissão que elabora o modelo da UFABC, marcado para a última semana de agosto, esses detalhes deverão ser acertados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;