Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Você sabe o que é iluminação verde?

Nos últimos anos, as atenções das pessoas têm se voltado não apenas...


Dgabc

30/08/2012 | 00:00


Artigo

Nos últimos anos, as atenções das pessoas têm se voltado não apenas para o progresso desenfreado, mas para a preocupação com o meio ambiente. Isso fez com que as empresas começassem a repensar seu modo de iluminar, já que isso se trata de item importante na matriz energética das mesmas. Com base nisso, alguns conceitos e medidas foram adaptados para uso inteligente da luz, que regem ações relacionadas à sustentabilidade, conceito chamado de iluminação verde.

A iluminação sustentável pode ser alcançada por meio de lâmpadas que possuem vida mais longa, menor consumo de energia, sem que isso influencie no seu fluxo luminoso e na qualidade da luz apresentada. Exemplos são as lâmpadas de LED, conhecidas como diodo emissor de luz. Indicadas como substitutas ideais para as atuais tecnologias incandescentes, elas duram mais de 50 mil horas, são mais resistentes e econômicas no que diz respeito à vida útil e ao retorno do valor investido.

Além destes benefícios, o resultado do seu uso é a diminuição no descarte de lâmpadas e baixa agressão ao meio ambiente. Por exemplo, fazendo comparação simples, na hora de descartar, teremos 50 lâmpadas comuns, como uma incandescente que dura até 1.000 horas, para apenas uma de LED. Além disso, a iluminação verde oferece a vantagem da redução dos gastos com manutenção, proporcionado pela longa duração dessa tecnologia ecologicamente eficiente.

Locais públicos que possuem fluxo intenso de veículos, tráfego e lazer noturno, ou mesmo cartões-postais das cidades, também viraram centros de atenção quanto à preocupação com o meio ambiente. Para estes locais, o LED também já está sendo utilizado como parte de iluminação verde, substituindo as antigas lâmpadas de vapor de sódio, mercúrio e de descarga. A vantagem para esse tipo de iluminação é que o LED oferece tonalidade de luz mais branca, o que traz melhor percepção da qualidade da luz e do quesito segurança com eficiência elevada e melhor reprodução das cores dos objetos. Ainda temos poucos exemplos de uso desse tipo de tecnologia, já que seu custo inicial é mais alto, mas, principalmente nas grandes capitais, já podemos encontrar locais que aderiram a esse tipo de luz e devemos cada vez mais nos deparar com este tipo de tecnologia luminosa, que preza pela eficiência e também pelo meio ambiente.

Marcos de Oliveira Santos é engenheiro eletricista, graduado pela Escola Politécnica da USP.

PALAVRA DO LEITOR

Lamentável!

Perdemos na semana passada o ex-goleiro Félix, do tricampeonato de 1970, que morreu levando grande tristeza pela falta de consideração e descumprimento das coisas prometidas pelos órgãos de futebol do Brasil. Foi-lhe prometido prêmio de R$ 100 mil pela conquista, salário de aposentadoria no valor do teto do INSS e plano de saúde. Talvez seja por essa falta de respeito com os nossos atletas que na Olimpíada trouxemos a merreca de três medalhas de ouro, para País como o nosso, de quase 200 milhões de habitantes. Quando será que o Brasil valorizará seus atletas e mostrará ao mundo seu verdadeiro potencial nos esportes?

Ivanir de Lima, São Bernardo

Descaso

Meu irmão acidentou-se de moto, domingo à noite, e foi transferido para o PS Central de São Bernardo. É muito triste e revoltante ver tanta propaganda na área da Saúde e constatar que não passa de enganosa e mentirosa. Estou expondo minha vida neste Diário para protestar contra o descaso do prefeito de São Bernardo. Em visita ao meu irmão, na segunda-feira, ele ainda estava em sala de emergência superlotada e com a cabeça toda suja de sangue, como na hora do acidente. Agora tenho a informação de que o caso é sério, que ele está entubado, teve AVC e está precisando de vaga em UTI, mas o nosso município não tem! Se acontecer algo com meu irmão a quem devo reclamar? Que pouca vergonha! Lamentável e revoltante!

Josileide da Conceição, São Bernardo

Na espera

O governo nos cobra altos impostos e taxas. Tudo de direito! E nós, a quem recorreremos? Estamos cansados de ter péssimo atendimento em convênios, péssima Educação e, principalmente, péssima Justiça trabalhista! Eu, por exemplo, andreense desde 1948, trabalhei em grandes empresas, mas infelizmente na última - Distribuidora Dabece de Produtos Kibon, de 1979 a 1998, e que veio à falência -, estou com processo rolando, sem nenhuma solução. São 13 anos de espera! Será que com 71 anos terei muito ainda que esperar? Fico preocupado, pois quatro dos colegas na mesma situação já se foram para outra dimensão, não quero que aconteça o mesmo comigo. O patrimônio está em total abandono, sendo usado por caminhões de entulho, sucatas e igreja. Confirmando carta me enviada pelo prefeito de Santo André, Aidan Ravin, as portas de minha casa estarão abertas para ele ouvir muito mais. Será que ele teria forças para me ajudar nesse processo trabalhista, que passou para cível?

Ezio Torres Cestaroli, Santo André

Árvore

Observamos que o crescimento de raízes das árvores muitas vezes traz sérias consequências para a população. No dia a dia encontramos pessoas que caem em passeios, praças e até em cemitérios em virtude das calçadas destruídas, e lamentavelmente o serviço público não soluciona o problema. Temos um processo de cinco anos na Prefeitura de São Bernardo, solicitando a retirada de árvore que está levantando o túmulo de nossa família no Cemitério Vila Euclides, e até hoje não obtivemos resposta. Entendemos que o meio ambiente tem de ser preservado, porém, sem prejuízo ao ser humano. Em contrapartida, observamos a derrubada de árvores centenárias para construção de vários prédios de apartamentos. Atenção políticos, a manutenção também beneficia o contribuinte, não somente inauguração de obras.

Cleide Mattei, São Bernardo 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;