Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Manifestantes picham monumento de guerra na França


Da AFP

01/04/2003 | 12:02


Manifestantes picharam um dos maiores monumentos aos soldados britânicos mortos na Primeira Guerra em um cemitério no Norte da França, em protesto contra a invasão anglo-americana o Iraque, informou nesta segunda-feira a Comissão de Cemitérios de Guerra da Commonwealth (CWGC).

Um funcionário encontrou o monumento pichado com tinta vermelha e com insultos ao primeiro-ministro Tony Blair e ao presidente George W. Bush. "Nós ficamos muito aborrecidos com isso e estou satisfeito de dizer que as autoridades francesas também", disse Tim Reeves, representante do CWGC na França. Foi aberto um inquérito judicial para apurar o incidente.

"Saddam Hussein vai ganhar" é uma das inscrições em francês no principal monumento do cemitério, um obelisco com uma cruz no topo. Uma suástica foi desenhada em um dos seus lados e escreveu-se "Morte aos ianques".

Cerca de 11 mil britânicos estão enterrados em Etaples, que fica perto do Canal da Mancha, 15 km ao sul de Boulogne. Havia muitos hospitais na área durante a Primeira Guerra (1914-1918).

"Este ataque ao memorial - escandaloso por si só - é um ataque à memória dos soldados britânicos e americanos que contribuíram para a libertação do nosso solo", afirmou o membro local do parlamento, ex-ministro da Cultura socialista, Jack Lang. "O fato de não concordarmos com os governos britânico e americano (sobre o Iraque) não pode de forma algum justificar qualquer ataque à memória de homens que sacrificaram suas vidas por seu país", concluiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manifestantes picham monumento de guerra na França

Da AFP

01/04/2003 | 12:02


Manifestantes picharam um dos maiores monumentos aos soldados britânicos mortos na Primeira Guerra em um cemitério no Norte da França, em protesto contra a invasão anglo-americana o Iraque, informou nesta segunda-feira a Comissão de Cemitérios de Guerra da Commonwealth (CWGC).

Um funcionário encontrou o monumento pichado com tinta vermelha e com insultos ao primeiro-ministro Tony Blair e ao presidente George W. Bush. "Nós ficamos muito aborrecidos com isso e estou satisfeito de dizer que as autoridades francesas também", disse Tim Reeves, representante do CWGC na França. Foi aberto um inquérito judicial para apurar o incidente.

"Saddam Hussein vai ganhar" é uma das inscrições em francês no principal monumento do cemitério, um obelisco com uma cruz no topo. Uma suástica foi desenhada em um dos seus lados e escreveu-se "Morte aos ianques".

Cerca de 11 mil britânicos estão enterrados em Etaples, que fica perto do Canal da Mancha, 15 km ao sul de Boulogne. Havia muitos hospitais na área durante a Primeira Guerra (1914-1918).

"Este ataque ao memorial - escandaloso por si só - é um ataque à memória dos soldados britânicos e americanos que contribuíram para a libertação do nosso solo", afirmou o membro local do parlamento, ex-ministro da Cultura socialista, Jack Lang. "O fato de não concordarmos com os governos britânico e americano (sobre o Iraque) não pode de forma algum justificar qualquer ataque à memória de homens que sacrificaram suas vidas por seu país", concluiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;