Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano começa viaduto na Guido Aliberti


Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

16/05/2004 | 18:44


Começa esta semana a construção do viaduto em São Caetano que vai interligar a avenida Guido Aliberti, no limite da área central, e a avenida do Estado, no bairro Fundação. O viaduto, que vai passar sobre a linha de trem e terá cerca de 200 metros de comprimento, custará R$ 5,4 milhões à Prefeitura. A obra, para desafogar o trânsito do Centro do município, deve ser concluída até dezembro. Na outra ponta da avenida, a Prefeitura deu início às obras de duplicação na altura do bairro Cerâmica.

Pelo projeto, a Guido Aliberti será estendida cerca de 200 m, até a linha férrea, avançando sobre terrenos baldios usados hoje para o despejo clandestino de entulho. Do outro lado, o viaduto irá desembocar atrás da igreja Matriz de São Caetano, conhecida como Matriz Velha, na rua Mariano Pamplona, onde será construída uma nova via, e daí chegará à avenida do Estado. “Um (sistema) viário irá interligar os dois acessos”, explicou o diretor de Urbanismo, Obras, Habitação e Meio Ambiente de São Caetano, Júlio Marcucci Sobrinho.

As alterações vão exigir a desapropriação de parte do terreno de 119 mil m² das antigas Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo, no bairro Fundação, na área onde acontece a tradicional Festa Italiana (junto à praça Ermelino Matarazzo, ao lado da Matriz Velha), comprado pela empresa Sunset do Brasil em 2000. A obra, entretanto, evita a área do terreno contaminada com BHC, segundo o diretor. De acordo com Marcucci Sobrinho, a desapropriação tomará apenas 12 mil m² do terreno. “Serão cerca de 20 metros que passarão pelo meio do terreno.”

A Contracta Engenharia, de São Paulo, é a empreiteira que irá tocar o empreendimento. Na sexta-feira à tarde, homens trabalhavam na montagem do canteiro de obras, exatamente no fim das avenidas Guido Aliberti, em São Caetano, e Presidente Wilson, em São Paulo, de onde sairá o viaduto.

Acesso – Segundo Marcucci Sobrinho, o trânsito vai melhorar principalmente nas ruas Manoel Coelho, Santa Catarina e Baraldi. Com a mudança viária, quem vai para São Paulo (sentido Vila Prudente, Mooca e Tatuapé) não precisará passar mais pelo Centro.

São Caetano, com 15 km², é a menor das sete cidades e tem só dois viadutos, o dos Autonomistas (sentido Centro-bairro Fundação) e o Independência (sentido bairro Fundação-Centro), para vencer a linha do trem, que separa o bairro Fundação e glebas fabris do restante de São Caetano e obriga o motorista a passar pela região central da cidade se quiser atingi-los e à avenida do Estado. Com o novo viaduto, os motoristas terão acesso direto para vias expressas, como avenida Salim Sarah Maluf, a Anchieta e a Imigrantes.

Duplicação – A Prefeitura iniciou também, há cerca de 15 dias, as obras de duplicação da avenida Guido Aliberti entre as ruas São Paulo e Barão de Mauá. O trecho a ser retificado é de 1 km, e passa por dentro do terreno da desativada Magnesita. Um muro que circunda a área impede que o motorista veja a obra do lado de dentro.

Serão três pistas em cada sentido, igual a atual ligação da rua São Paulo até o trevo de entrada da cidade – no fim da avenida Almirante Delamare, na divida com a capital. A nova via deve ser concluída dentro de 120 dias, de acordo com Marcucci Sobrinho.

Concluída a obra, o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), órgão ligado à Secretaria de Estado de Recursos Hídricos, Saneamento e Obras, dará início à segunda etapa do piscinão que está sendo escavado na margem direita do ribeirão dos Meninos e ao longo da avenida Guido Aliberti.

A segunda fase abrange a rua São Paulo até a rua Barão de Mauá. “Só depois de concluída a obra da Prefeitura entraremos na área para dar continuidade ao piscinão”, afirmou Ubirajara Tannuri Felix, diretor de Engenharia e Obras do Daee. Felix prevê que o piscinão seja entregue em dezembro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;