Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Material ataca G-12 e convênio é adiado


Fabio Martins

06/02/2015 | 07:00


Com minoria na Câmara, o governo do prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), amargou novamente ontem adiamento do projeto de financiamento com a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 12,9 milhões, que prevê pavimentação de vias do bairro Recreio da Borda do Campo. A proposta tramita no Legislativo há pelo menos três meses e está travado na Casa. Na sessão de ontem, a veiculação de material que acusa o G-12, vereadores que compõem ala independente, de sabotar a matéria irritou os integrantes do bloco, o que acarretou em outra prorrogação de prazo.

O folheto contém foto de alguns parlamentares do grupo que não deram parecer favorável ao projeto no ano passado, quando o Executivo tentou de maneira frustrada colocar o texto em apreciação definitiva. Os vereadores envolvidos justificaram que a proposta original enviada pelo Paço possui “informações genéricas e que não estão claras” e insinuaram que o “ataque” foi produzido por funcionários com cargos comissionados ligados ao PT. Em contrapartida, a autoria do impresso é desconhecida. Fato é que a situação inviabilizou eventual acordo entre as partes.

A matéria autoriza o governo a contrair operação de crédito junto ao banco para custear a intervenção asfáltica. Líder da bancada do PT, o vereador Alemão Duarte afirmou que o Paço encaminhará os documentos requeridos por parte do G-12 na tentativa de colocar a proposta para votação na quinta-feira. “A oposição entende que alguns pontos precisam ser esclarecidos. Vamos providenciar as respostas e buscar colocar panos quentes. Aquela área (Recreio) sempre foi esquecida. São cerca de 20 mil famílias no local”, defendeu.

A ala autointitulada de independente questiona, entre outros aspectos, o cronograma do projeto, se há estudo de impacto ambiental ou adequação da captação de águas pluviais e esgoto, além de quantos metros quadrados entram na lista de pavimentação. A ideia inicial era contemplar 45 quilômetros de vias.

EM PLENÁRIO

Os parlamentares aprovaram o projeto, de Roberto Rautenberg (PTB) e Ronaldo de Castro (PRB), que proíbe o uso de animais em práticas experimentais, seja para finalidade de pesquisa científica ou comercial. Por outro lado, a proposta que cria três cargos gratificados no Instituto de Previdência de Santo André foi rejeitada em plenário.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Material ataca G-12 e convênio é adiado

Fabio Martins

06/02/2015 | 07:00


Com minoria na Câmara, o governo do prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), amargou novamente ontem adiamento do projeto de financiamento com a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 12,9 milhões, que prevê pavimentação de vias do bairro Recreio da Borda do Campo. A proposta tramita no Legislativo há pelo menos três meses e está travado na Casa. Na sessão de ontem, a veiculação de material que acusa o G-12, vereadores que compõem ala independente, de sabotar a matéria irritou os integrantes do bloco, o que acarretou em outra prorrogação de prazo.

O folheto contém foto de alguns parlamentares do grupo que não deram parecer favorável ao projeto no ano passado, quando o Executivo tentou de maneira frustrada colocar o texto em apreciação definitiva. Os vereadores envolvidos justificaram que a proposta original enviada pelo Paço possui “informações genéricas e que não estão claras” e insinuaram que o “ataque” foi produzido por funcionários com cargos comissionados ligados ao PT. Em contrapartida, a autoria do impresso é desconhecida. Fato é que a situação inviabilizou eventual acordo entre as partes.

A matéria autoriza o governo a contrair operação de crédito junto ao banco para custear a intervenção asfáltica. Líder da bancada do PT, o vereador Alemão Duarte afirmou que o Paço encaminhará os documentos requeridos por parte do G-12 na tentativa de colocar a proposta para votação na quinta-feira. “A oposição entende que alguns pontos precisam ser esclarecidos. Vamos providenciar as respostas e buscar colocar panos quentes. Aquela área (Recreio) sempre foi esquecida. São cerca de 20 mil famílias no local”, defendeu.

A ala autointitulada de independente questiona, entre outros aspectos, o cronograma do projeto, se há estudo de impacto ambiental ou adequação da captação de águas pluviais e esgoto, além de quantos metros quadrados entram na lista de pavimentação. A ideia inicial era contemplar 45 quilômetros de vias.

EM PLENÁRIO

Os parlamentares aprovaram o projeto, de Roberto Rautenberg (PTB) e Ronaldo de Castro (PRB), que proíbe o uso de animais em práticas experimentais, seja para finalidade de pesquisa científica ou comercial. Por outro lado, a proposta que cria três cargos gratificados no Instituto de Previdência de Santo André foi rejeitada em plenário.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;