Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'À Deriva' exorciza dor


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

31/07/2009 | 07:00


Depois de adaptar Fiódor Dostoievski e Lourenço Mutarelli em Nina e O Cheiro do Ralo, respectivamente, Heitor Dhalia mergulha na própria história em À Deriva, que estreia hoje apenas em São Paulo.

Ao mostrar o processo de distanciamento do casal Matias (o ator francês Vicent Cassel) e Clarisse (Débora Bloch) sob o olhar da adolescente Filipa (a estreante Laura Neiva), ele revela a própria dor de quando os pais se separaram. No filme, Filipa descobre que o pai tem um caso com uma garota bem mais nova (Camilla Belle, em ponta de luxo) e se desespera quando a família de comercial de margarina é ameaçada.

O roteiro foi escrito por Dhalia e a namorada, Vera Egito. Apresentado na mostra Um Certo Olhar no Festival de Cannes, em maio, foi aplaudido por vários minutos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;