Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vieira exalta atitude e assimila ensinos de revés para o Peixe

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dérek Bittencourt

14/03/2017 | 07:00


O São Bernardo pode ter deixado o campo derrotado pelo Santos por 4 a 1, domingo, no 1º de Maio, pelo Paulistão. Mesmo assim o técnico Sérgio Vieira gostou da apresentação do time, que foi aguerrido e sofreu os tentos justamente por buscar diminuir o prejuízo, mas cometeu falhas ofensivas que impediram tal situação.
“Em todos os jogos que tivemos fiquei satisfeito com a atitude. Mesmo perdendo o nosso time não se desliga, busca o resultado até o fim”, destacou o treinador.

Segundo Vieira, o revés – assim como contra o Palmeiras – deixa alguns ensinamentos para os jogadores aurinegros. “A mensagem é que a gente tem de continuar a trabalhar para que nestes jogos de dificuldade elevada não dê o mínimo de brecha, porque sabemos que o adversário vai nos dificultar a vida”, afirmou o comandante.


GARANTIDO

Justamente por conta do comportamento do Tigre em campo contra o Peixe, o treinador e o presidente Thiago Ferreira não gostaram muito quando questionados sobre cobrança de alguns torcedores para a saída do português.

“Respeito isso dos torcedores, mas é uma falta de respeito com quem trabalha aqui todos os dias. Quem pode avaliar o trabalho nosso é quem está aqui diariamente. Torcida vive da emoção, temos de respeitar e suportar essa pressão, que para mim é normal, faz parte. É injusto, as pessoas não sabem o quanto a gente trabalha, e não tem lógica nenhuma”, justificou Vieira, que disse não ter ouvido qualquer manifestação do tipo no jogo de domingo.

“Não contratei (o Sérgio Vieira) pensando no resultado de um jogo, mas num projeto. Tem total confiança da diretoria. Só deixará de ser treinador se cair para a Série A-2, o que não vai acontecer. Está bem longe disso. Temos três jogos (Red Bull, Ferroviária e Linense) com totais condições de vencer, inclusive. Ele está mantido. Pergunta que nem tem muito cabimento se a gente fala de futebol não só pensando em resultado, mas no planejamento e no trabalho”, posicionou-se o presidente Ferreira. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;