Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Disputa do mercado automotivo amplia rede de concessionárias


Leone Farias

28/11/2010 | 07:03


A expansão das vendas de carros zero-quilômetro, que já tornam o Brasil o quarto maior mercado mundial no segmento, tem atraído marcas de veículos ao País. Com isso, tem se acirrado a concorrência. O boom na quantidade de concessionárias mostra que há uma luta cada vez mais intensa pela preferência do consumidor.

Dados da Abeiva (Associação Brasileira de Empresas Importadoras de Veículos Automotores) quantificam essa disputa. No fim de 2009, as associadas da entidade (30 marcas, entre as quais nomes como BMW, Porsche e Kia e outros que até alguns anos eram praticamente desconhecidos dos brasileiros, como Chery e Effa) contavam com 250 estabelecimentos. Neste ano, até outubro, o número já havia mais que dobrado, chegando a 530. Até dezembro, deverão ser 592.

No Grande ABC, de acordo com levantamento do Sincodiv-SP (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado de São Paulo), existem atualmente (contando apenas automóveis e comerciais leves zero-quilômetro) 61 pontos de venda. Se forem incluídos os locais que comercializam motos e caminhões, esse número sobe para 101. O sindicato não tem estatística de quanto havia em 2009, mas vários espaços foram abertos recentemente.

Na última semana, por exemplo, a Toyota passou a contar com a terceira concessionária na região, com a abertura de unidade em São Caetano. Com investimento de R$ 6 milhões no estabelecimento, a rede Toyota Tsusho apostou na alta renda per capita do município, segundo o gerente de planejamento, vendas e marketing, Fábio Pedro de Souza.

Outras marcas também miram o Grande ABC. É o caso da chinesa Chery, que fincou pela primeira vez a bandeira na região em setembro, em Santo André, e de outra empresa desse país asiático, a Effa, que abriu neste mês sua segunda unidade no Grande ABC, em São Bernardo.

A disputa deve crescer mais em 2011. A Chery já anunciou que vai abrir unidades em São Bernardo e São Caetano, e a Suzuki Automóveis informou que entrará no mercado regional em breve. A empresa monta concessionária na avenida Pereira Barreto, em São Bernardo.

Para o presidente do Sincodiv-SP, Octávio Vallejo, o acirramento do mercado é favorável ao consumidor, pois força as marcas a aprimorarem o atendimento, sobretudo de pós-venda. Mas ele vê espaço para todo mundo, ao lembrar que no Brasil a relação ainda é de apenas um carro para cada sete habitantes.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;