Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rio Grande aprova fim de juros da dívida ativa


Daniela Dahrouge
Especial para o Diário

21/04/2006 | 10:27


Moradores de Rio Grande da Serra terão facilidades para pagar impostos municipais. A Câmara aprovou projetos do Executivo, que incluem propostas de parcelamento de alvará de construção e retirada de juros da dívida ativa. O objetivo é diminuir a inadimplência e aumentar a arrecadação pública.

O líder do Governo, Waldemar Asnar Perillo, explicou que não vai mais haver a cobrança de ‘juros sobre juros‘ que penalizava o munícipe que pavaga os impostos de forma parcelada. “Continuará sendo cobrado um imposto fixo mensal, mas não será acumulativo. As parcelas, no entanto, terão de ser de, no mínimo, R$ 30. No caso do parcelamento de alvará de construção, as parcelas devem ser superiores a R$ 15.”

Na mesma sessão da Câmara, a regulamentação dos taxistas na cidade, embora tenha passado com aprovação de todos parlamentares, teve ressalvas da bancada petista, que tentou encaixar emenda ao projeto. “O aumento de profissionais nos pontos é desnecessário. Queremos manter a quantidade atual, que é uma vontade da categoria”, afirma o líder da bancada petista, Cláudio Manoel Melo, o Claudinho da Geladeira. Entretanto, a emenda foi rejeitada por seis votos a três.Com aprovação do projeto, o taxista não poderá mais comercializar sua lincença sem conhecimento da Prefeitura. (Supervisão de Lola Nicolás)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rio Grande aprova fim de juros da dívida ativa

Daniela Dahrouge
Especial para o Diário

21/04/2006 | 10:27


Moradores de Rio Grande da Serra terão facilidades para pagar impostos municipais. A Câmara aprovou projetos do Executivo, que incluem propostas de parcelamento de alvará de construção e retirada de juros da dívida ativa. O objetivo é diminuir a inadimplência e aumentar a arrecadação pública.

O líder do Governo, Waldemar Asnar Perillo, explicou que não vai mais haver a cobrança de ‘juros sobre juros‘ que penalizava o munícipe que pavaga os impostos de forma parcelada. “Continuará sendo cobrado um imposto fixo mensal, mas não será acumulativo. As parcelas, no entanto, terão de ser de, no mínimo, R$ 30. No caso do parcelamento de alvará de construção, as parcelas devem ser superiores a R$ 15.”

Na mesma sessão da Câmara, a regulamentação dos taxistas na cidade, embora tenha passado com aprovação de todos parlamentares, teve ressalvas da bancada petista, que tentou encaixar emenda ao projeto. “O aumento de profissionais nos pontos é desnecessário. Queremos manter a quantidade atual, que é uma vontade da categoria”, afirma o líder da bancada petista, Cláudio Manoel Melo, o Claudinho da Geladeira. Entretanto, a emenda foi rejeitada por seis votos a três.Com aprovação do projeto, o taxista não poderá mais comercializar sua lincença sem conhecimento da Prefeitura. (Supervisão de Lola Nicolás)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;