Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Psol anuncia candidatura à presidência da Câmara de S.Caetano

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Mandato coletivo lança nome em disputa que marca escolha de prefeito interino


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

31/12/2020 | 00:00


O mandato coletivo Mulheres por Mais Direitos (Psol), que tem Bruna Biondi como vereadora, anunciou que lançará candidatura à presidência da Câmara de São Caetano na eleição de amanhã.

O coletivo, que tem também Paula Aviles e Fernanda Gomes, foi eleito no dia 15 de novembro, com 2.101 votos, em raia de oposição à do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB).

Nas redes sociais, o mandato do Psol listou oito promessas de campanha interna, entre elas independência do governo, realizar audiências públicas fora do horário comercial, ampliar a tribuna livre, adotar creche na Câmara, acabar com a reeleição à presidência, instituir debate sobre o orçamento, realizar concursos públicos e fomentar a participação feminina em cargos de livre nomeação na presidência.

“A Câmara de São Caetano, infelizmente, funciona como um cartório da Prefeitura. Os projetos do Executivo são aprovados sem discussões profundas com os vereadores. Por isso, nossa candidatura é para garantir a independência do Legislativo e a fiscalização do prefeito”, diz.

A eleição para a mesa diretora tem ingrediente adicional desta vez, já que Auricchio, reeleito no voto, teve o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral e não poderá assumir o mandato amanhã. Assim, o presidente da Câmara eleito será prefeito interino até desfecho da celeuma jurídica. O tucano mostra confiança em reverter o cenário por meio de recursos no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A oposição crê na realização de nova eleição.

Por enquanto, três nomes ligados a Auricchio estão na lista para o pleito de amanhã: o atual vice-prefeito da cidade, Beto Vidoski (PSDB), eleito vereador no dia 15 de novembro, Tite Campanella (Cidadania), líder do governo na casa, e o presidente do Legislativo, Pio Mielo (PSDB).

A oposição, em especial o grupo ligado ao ex-vereador Fabio Palacio (PSD), também nutre esperanças em fazer a balança pender a seu favor. O bloco elegeu quatro vereadores, número insuficiente para, sozinho, emplacar o presidente. Mas considerável para mexer no tabuleiro.

Outra vereadora eleita longe do guarda-chuva governista foi Thai Spinello (Novo). Ela, porém, disse que ainda não há definição de como será seu voto amanhã. Ela foi sondada, nesta semana, por César Oliva (PSD), vereador reeleito e muito próximo de Palacio. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;