Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

China planeja mecanismo de circuit breaker para garantir estabilidade das bolsas



08/09/2015 | 05:30


As principais bolsas da China pretendem adotar um mecanismo de circuit breaker para evitar ondas de liquidação de ações em momentos de forte volatilidade nos mercados domésticos.

A ideia é que as bolsas de Xangai e de Shenzhen atrelem o mecanismo ao índice CSI300, que acompanha ações nas duas praças. Pela proposta inicial, os negócios sofreriam interrupções temporárias sempre que o índice subisse ou caísse pelo menos 5% em relação ao fechamento da sessão anterior, segundo comunicado publicado nos sites das bolsas e da China Financial Futures Exchange.

Caso as oscilações do CSI300 cheguem a 5%, em qualquer direção, antes das 14h30 pelo horário local, as interrupções serão de 30 minutos, de acordo com a proposta. Após esse horário, as transações serão paralisadas até o fechamento dos mercados. No caso de altas ou quedas de 7% do índice, os negócios serão interrompidos por todo o pregão, independentemente do horário.

A proposta também determina que cada um dos dois sistemas de circuit breaker só poderá ser ativado uma vez por dia.

As bolsas chinesas vão recolher opiniões públicas sobre o assunto até o próximo dia 21. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

China planeja mecanismo de circuit breaker para garantir estabilidade das bolsas


08/09/2015 | 05:30


As principais bolsas da China pretendem adotar um mecanismo de circuit breaker para evitar ondas de liquidação de ações em momentos de forte volatilidade nos mercados domésticos.

A ideia é que as bolsas de Xangai e de Shenzhen atrelem o mecanismo ao índice CSI300, que acompanha ações nas duas praças. Pela proposta inicial, os negócios sofreriam interrupções temporárias sempre que o índice subisse ou caísse pelo menos 5% em relação ao fechamento da sessão anterior, segundo comunicado publicado nos sites das bolsas e da China Financial Futures Exchange.

Caso as oscilações do CSI300 cheguem a 5%, em qualquer direção, antes das 14h30 pelo horário local, as interrupções serão de 30 minutos, de acordo com a proposta. Após esse horário, as transações serão paralisadas até o fechamento dos mercados. No caso de altas ou quedas de 7% do índice, os negócios serão interrompidos por todo o pregão, independentemente do horário.

A proposta também determina que cada um dos dois sistemas de circuit breaker só poderá ser ativado uma vez por dia.

As bolsas chinesas vão recolher opiniões públicas sobre o assunto até o próximo dia 21. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;