Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil aciona OMC por ação antidumping dos EUA



20/08/2009 | 07:00


O Brasil apresentou pedido de abertura de um painel no da OMC (Organização Mundial do Comércio) contra as medidas antidumping adotadas pelos Estados Unidos sobre a importação de suco de laranja brasileiro.

Segundo o governo brasileiro, o pedido de painel questiona a utilização da prática conhecida como zeramento em investigação antidumping conduzida pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos sobre o suco de laranja proveniente do Brasil.

Os norte-americanos taxam a bebida importada do Brasil em até 60%, dependendo da empresa fornecedora, acusando-as de dumping, ou seja, venda abaixo do preço de custo com o intuito principal de eliminar a concorrência.

Desde 2006 a tarifa, que era provisória, passou a ser definitiva. O pedido brasileiro tem suporte da Cutrale e da Citrosuco, duas as principais produtoras mundiais de suco, que sofreram as maiores taxações.

A Louis Dreyfus Commodities, também taxada, e a Citrovita, cujo suco entra sem a taxação nos Estados Unidos, não participaram do pedido do Itamaraty.

O Itamaraty alega que o uso do zeramento "infla artificialmente as margens de dumping e constitui prática condenada pelo órgão de Solução de Controvérsias da OMC em diversas oportunidades".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil aciona OMC por ação antidumping dos EUA


20/08/2009 | 07:00


O Brasil apresentou pedido de abertura de um painel no da OMC (Organização Mundial do Comércio) contra as medidas antidumping adotadas pelos Estados Unidos sobre a importação de suco de laranja brasileiro.

Segundo o governo brasileiro, o pedido de painel questiona a utilização da prática conhecida como zeramento em investigação antidumping conduzida pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos sobre o suco de laranja proveniente do Brasil.

Os norte-americanos taxam a bebida importada do Brasil em até 60%, dependendo da empresa fornecedora, acusando-as de dumping, ou seja, venda abaixo do preço de custo com o intuito principal de eliminar a concorrência.

Desde 2006 a tarifa, que era provisória, passou a ser definitiva. O pedido brasileiro tem suporte da Cutrale e da Citrosuco, duas as principais produtoras mundiais de suco, que sofreram as maiores taxações.

A Louis Dreyfus Commodities, também taxada, e a Citrovita, cujo suco entra sem a taxação nos Estados Unidos, não participaram do pedido do Itamaraty.

O Itamaraty alega que o uso do zeramento "infla artificialmente as margens de dumping e constitui prática condenada pelo órgão de Solução de Controvérsias da OMC em diversas oportunidades".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;