Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Hamas mantém nome de novo dirigente em segredo


Da AFP

18/04/2004 | 10:28


O grupo radical palestino Hamas nomeou neste domingo um substituto para o cargo de Abdelaziz al-Rantissi, assassinado no sábado por um ataque israelense em Gaza. A identidade do novo líder, no entanto, foi mantida em segredo.

"Segundo o regulamento interno do movimento, o Hamas substitui Rantissi e conforme o apelo de Jaled Mechaal, decidimos não anunciar seu nome", diz o comunicado grupo ao se referir ao chefe do escritório político do Hamas estabelecido em Damasco.

Mechaal convocou no sábado os integrantes do grupo em Gaza para eleger rapidamente um novo dirigente sem anunciar seu nome por razões de segurança. "Elejam um dirigente do movimento em Gaza para substituir nosso irmão, mártir e combatente Abdelaziz al-Rantissi, mas não revelem seu nome", disse numa entrevista concedida à emissora de TV Al Jazeera.

Rantissi se converteu no chefe de Hamas nos territórios ocupados após o assassinato do fundador e líder espiritual desse grupo islamita radical, o xeque Ahmed Yassin, no dia 22 de março. Na ocasião, ele também foi alvo de um ataque aéreo israelense.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hamas mantém nome de novo dirigente em segredo

Da AFP

18/04/2004 | 10:28


O grupo radical palestino Hamas nomeou neste domingo um substituto para o cargo de Abdelaziz al-Rantissi, assassinado no sábado por um ataque israelense em Gaza. A identidade do novo líder, no entanto, foi mantida em segredo.

"Segundo o regulamento interno do movimento, o Hamas substitui Rantissi e conforme o apelo de Jaled Mechaal, decidimos não anunciar seu nome", diz o comunicado grupo ao se referir ao chefe do escritório político do Hamas estabelecido em Damasco.

Mechaal convocou no sábado os integrantes do grupo em Gaza para eleger rapidamente um novo dirigente sem anunciar seu nome por razões de segurança. "Elejam um dirigente do movimento em Gaza para substituir nosso irmão, mártir e combatente Abdelaziz al-Rantissi, mas não revelem seu nome", disse numa entrevista concedida à emissora de TV Al Jazeera.

Rantissi se converteu no chefe de Hamas nos territórios ocupados após o assassinato do fundador e líder espiritual desse grupo islamita radical, o xeque Ahmed Yassin, no dia 22 de março. Na ocasião, ele também foi alvo de um ataque aéreo israelense.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;