Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil quebra recorde e fecha competição em primeiro


Das Agências

20/08/2007 | 07:45


Os brasileiros confirmaram ontem a superioridade nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro e fecharam a competição com 228 medalhas, o recorde do País, além de assegurar o primeiro lugar no quadro geral, à frente do Canadá – resultado inédito.

Durante os oito dias dos Jogos, os atletas brasileiros conquistaram 83 ouros, 68 pratas e 77 bronzes, superando as 212 medalhas garantidas em 1999, na Cidade do México.

O Canadá, com 49 ouros, 37 pratas e 26 bronzes, ficou em segundo lugar, e os Estados Unidos, com 37 ouros, 44 pratas e 36 bronzes, ficaram na terceira posição.

Ontem, no futebol de cegos de cinco, o Brasil venceu ontem a Argentina por 1 a 0, no Complexo de Deodoro. Aos 17 minutos, Severino Silva, o Bill, marcou o gol da vitória.

O jogador foi abraçado por todos os companheiros, e comemorou o gol com uma cambalhota. “Eu disse pro pessoal que ia fazer um gol hoje, sonhei com isso ontem”, brincou Bill após o jogo.

ATLETISMO
No atletismo, Lucas Prado conquistou sua terceira medalha de ouro no estádio João Havelange.

Com lesão por estresse nas pernas, Prado levou o ouro nos 400 m na categoria T11 (para deficientes visuais), depois de já ter vencido os 100 m e 200 m da mesma categoria.

Após a prova, o atleta caiu ao chão com dores, e foi prontamente atendido pelos médicos do Parapan. Mas o esforço do brasileiro valeu: com 50s44, Prado bateu o recorde pan-americano da prova.

Sirlene Guilhermino conquistou a medalha de ouro nos 800 m feminino da categoria T12-13, para deficientes visuais. A atleta superou a favorita ao ouro na prova, a também brasileira Ádria dos Santos, que terminou em segundo lugar. A colombiana Claudia Arcos ficou com o bronze.

Considerada a maior velocista da delegação, Ádria sofreu com uma contração na coxa esquerda na semana anterior ao início da competição, e desistiu de competir as provas de 100 m e 400 m. Essa foi a primeira participação da atleta nos 800 m.

VÔLEI
A seleção masculina de vôlei do Brasil conquistou o ouro ao derrotar a equipe dos Estados Unidos por 3 sets a 2, com parciais de 26/24, 21/25, 22/25, 25/20 e 15/9.

Na disputa pela medalha de bronze, os canadenses derrotaram a Costa Rica por 3 a 0, com parciais de 25/13, 25/20 e 25/5.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil quebra recorde e fecha competição em primeiro

Das Agências

20/08/2007 | 07:45


Os brasileiros confirmaram ontem a superioridade nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro e fecharam a competição com 228 medalhas, o recorde do País, além de assegurar o primeiro lugar no quadro geral, à frente do Canadá – resultado inédito.

Durante os oito dias dos Jogos, os atletas brasileiros conquistaram 83 ouros, 68 pratas e 77 bronzes, superando as 212 medalhas garantidas em 1999, na Cidade do México.

O Canadá, com 49 ouros, 37 pratas e 26 bronzes, ficou em segundo lugar, e os Estados Unidos, com 37 ouros, 44 pratas e 36 bronzes, ficaram na terceira posição.

Ontem, no futebol de cegos de cinco, o Brasil venceu ontem a Argentina por 1 a 0, no Complexo de Deodoro. Aos 17 minutos, Severino Silva, o Bill, marcou o gol da vitória.

O jogador foi abraçado por todos os companheiros, e comemorou o gol com uma cambalhota. “Eu disse pro pessoal que ia fazer um gol hoje, sonhei com isso ontem”, brincou Bill após o jogo.

ATLETISMO
No atletismo, Lucas Prado conquistou sua terceira medalha de ouro no estádio João Havelange.

Com lesão por estresse nas pernas, Prado levou o ouro nos 400 m na categoria T11 (para deficientes visuais), depois de já ter vencido os 100 m e 200 m da mesma categoria.

Após a prova, o atleta caiu ao chão com dores, e foi prontamente atendido pelos médicos do Parapan. Mas o esforço do brasileiro valeu: com 50s44, Prado bateu o recorde pan-americano da prova.

Sirlene Guilhermino conquistou a medalha de ouro nos 800 m feminino da categoria T12-13, para deficientes visuais. A atleta superou a favorita ao ouro na prova, a também brasileira Ádria dos Santos, que terminou em segundo lugar. A colombiana Claudia Arcos ficou com o bronze.

Considerada a maior velocista da delegação, Ádria sofreu com uma contração na coxa esquerda na semana anterior ao início da competição, e desistiu de competir as provas de 100 m e 400 m. Essa foi a primeira participação da atleta nos 800 m.

VÔLEI
A seleção masculina de vôlei do Brasil conquistou o ouro ao derrotar a equipe dos Estados Unidos por 3 sets a 2, com parciais de 26/24, 21/25, 22/25, 25/20 e 15/9.

Na disputa pela medalha de bronze, os canadenses derrotaram a Costa Rica por 3 a 0, com parciais de 25/13, 25/20 e 25/5.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;