Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chilenos comemoram retirada da imunidade de Pinochet


Da AFP

28/08/2004 | 16:17


Centenas de manifestantes comemoraram neste sábado a retirada, pela Corte Suprema do Chile, da imunidade do general Augusto Pinochet, que deverá responder pelos crimes da Operação Condor.

"Quisemos antecipar as celebrações do Dia Internacional do Preso Político Desaparecido, na segunda-feira", em memória dos 3 mil chilenos mortos e desaparecidos durante a ditadura, comentou Lorena Pizarro, presidente da Associação de Familiares dos Desaparecidos, num ato realizado na Praça das Armas de Santiago.

A Corte Suprema aboliu na quinta-feira os privilégios de Pinochet, 88 anos, por sua participação na Operação Condor — um plano secreto entre as ditaduras sul-americanas na década de 70 para eliminar a oposição. Centenas de pessoas fazem parte das listas de desaparecidos existentes em países do Cone Sul, em especial, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai.

Os participantes da manifestação carregavam faixas com os dizeres "Memória, Justiça e Verdade: Não à Impunidade!". O Dia Internacional do Preso Político Desaparecido será observado em toda a América Latina.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chilenos comemoram retirada da imunidade de Pinochet

Da AFP

28/08/2004 | 16:17


Centenas de manifestantes comemoraram neste sábado a retirada, pela Corte Suprema do Chile, da imunidade do general Augusto Pinochet, que deverá responder pelos crimes da Operação Condor.

"Quisemos antecipar as celebrações do Dia Internacional do Preso Político Desaparecido, na segunda-feira", em memória dos 3 mil chilenos mortos e desaparecidos durante a ditadura, comentou Lorena Pizarro, presidente da Associação de Familiares dos Desaparecidos, num ato realizado na Praça das Armas de Santiago.

A Corte Suprema aboliu na quinta-feira os privilégios de Pinochet, 88 anos, por sua participação na Operação Condor — um plano secreto entre as ditaduras sul-americanas na década de 70 para eliminar a oposição. Centenas de pessoas fazem parte das listas de desaparecidos existentes em países do Cone Sul, em especial, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai.

Os participantes da manifestação carregavam faixas com os dizeres "Memória, Justiça e Verdade: Não à Impunidade!". O Dia Internacional do Preso Político Desaparecido será observado em toda a América Latina.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;