Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fundadores da Renascer começam a cumprir pena nos EUA


Do Diário OnLine

20/08/2007 | 10:26


O casal fundador da Igreja Renascer em Cristo, Estevam e Sônia Hernandes, começa nesta segunda-feira a cumprir sentença nos Estados Unidos. A pena, de 140 dias de prisão em regime fechado e mais cinco meses de prisão domiciliar, foi anunciada na sexta-feira pelo juiz Federico Moreno, da Flórida.

Neste final de semana, os dois apareceram em transmissões nos cultos na sede da Renascer em São Paulo. Por telões, eles pediam aos fiéis que ajudassem a manter a igreja.

Estevam e Sônia foram considerados culpados dos crimes de conspiração para contrabando de dinheiro e evasão de divisas. No início deste ano, eles tentaram passar pela alfândega do Aeroporto de Miami com cerca de US$ 56 mil escondidos.

Pela decisão do juiz, o casal vai cumprir a pena de forma intercalada: enquanto um estiver em prisão domiciliar, o outro vai para um presídio. Dessa forma, sempre haverá alguém em casa para cuidar dos filhos.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fundadores da Renascer começam a cumprir pena nos EUA

Do Diário OnLine

20/08/2007 | 10:26


O casal fundador da Igreja Renascer em Cristo, Estevam e Sônia Hernandes, começa nesta segunda-feira a cumprir sentença nos Estados Unidos. A pena, de 140 dias de prisão em regime fechado e mais cinco meses de prisão domiciliar, foi anunciada na sexta-feira pelo juiz Federico Moreno, da Flórida.

Neste final de semana, os dois apareceram em transmissões nos cultos na sede da Renascer em São Paulo. Por telões, eles pediam aos fiéis que ajudassem a manter a igreja.

Estevam e Sônia foram considerados culpados dos crimes de conspiração para contrabando de dinheiro e evasão de divisas. No início deste ano, eles tentaram passar pela alfândega do Aeroporto de Miami com cerca de US$ 56 mil escondidos.

Pela decisão do juiz, o casal vai cumprir a pena de forma intercalada: enquanto um estiver em prisão domiciliar, o outro vai para um presídio. Dessa forma, sempre haverá alguém em casa para cuidar dos filhos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;