Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Israel estuda pedir força internacional entre Egito e Gaza


Da AFP

20/05/2007 | 12:32


Israel estuda solicitar a mobilização de tropas internacionais na fronteira entre o Egito e a Faixa de Gaza para tentar conter o contrabando de armas na região, informou um alto representante israelense neste domingo.

"A mobilização de uma força internacional dotada de um mandato para impedir o contrabando de armas atual do Sinai em direção à Gaza é uma das opções examinadas pelo governo", declarou o  alto funcionário que solicitou o anonimato.

A ministra israelense das Relações Exteriores, Tzipi Livni, submeterá este projeto e outras opções à aprovação do gabinete de segurança israelense, convocado neste domingo pelo primeiro-ministro, Ehud Olmert.

O gabinete se reúne oficialmente para debater as opções militares ante os incessantes disparos de mísseis contra o sul de Israel, provenientes de Gaza.

Desde 16 de maio, apesar de uma série de ataques aéreos israelenses contra a Faixa de Gaza, principalmente contra alvos do movimento islamita Hamas, caíram no sul de Israel 106 foguetes, 45 na cidade de Sderot.

Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas por esses ataques, que provocaram 21 incursões aéreas em represália por parte de Israel. Em Gaza, 23 palestinos, dentre os quais 19 membros do movimento Hamas, morreram nesses ataques.

Os contrabandistas de armas entre o Sinai e Gaza utilizam túneis no transporte de seus carregamentos, segundo os serviços de segurança israelenses.

"Estamos particularmente preocupados com a importação de mísseis terra-ar, de explosivos e com a chegada de terroristas treinados pelo Irã e pelo Hezbollah", declarou à AFP o porta-voz da chancelaria israelense, Mark Regev.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Israel estuda pedir força internacional entre Egito e Gaza

Da AFP

20/05/2007 | 12:32


Israel estuda solicitar a mobilização de tropas internacionais na fronteira entre o Egito e a Faixa de Gaza para tentar conter o contrabando de armas na região, informou um alto representante israelense neste domingo.

"A mobilização de uma força internacional dotada de um mandato para impedir o contrabando de armas atual do Sinai em direção à Gaza é uma das opções examinadas pelo governo", declarou o  alto funcionário que solicitou o anonimato.

A ministra israelense das Relações Exteriores, Tzipi Livni, submeterá este projeto e outras opções à aprovação do gabinete de segurança israelense, convocado neste domingo pelo primeiro-ministro, Ehud Olmert.

O gabinete se reúne oficialmente para debater as opções militares ante os incessantes disparos de mísseis contra o sul de Israel, provenientes de Gaza.

Desde 16 de maio, apesar de uma série de ataques aéreos israelenses contra a Faixa de Gaza, principalmente contra alvos do movimento islamita Hamas, caíram no sul de Israel 106 foguetes, 45 na cidade de Sderot.

Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas por esses ataques, que provocaram 21 incursões aéreas em represália por parte de Israel. Em Gaza, 23 palestinos, dentre os quais 19 membros do movimento Hamas, morreram nesses ataques.

Os contrabandistas de armas entre o Sinai e Gaza utilizam túneis no transporte de seus carregamentos, segundo os serviços de segurança israelenses.

"Estamos particularmente preocupados com a importação de mísseis terra-ar, de explosivos e com a chegada de terroristas treinados pelo Irã e pelo Hezbollah", declarou à AFP o porta-voz da chancelaria israelense, Mark Regev.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;