Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Assaltantes fazem arrastão em condomínio na zona Sul de SP


Do Diário OnLine

07/04/2002 | 15:32


Uma quadrilha formada por cerca de 15 homens invadiu o prédio Condomínio Vila Real, no Campo Belo, zona Sul de São Paulo. Os ladrões levaram jóias e R$ 160 mil em dinheiro. Moradores foram mantidos reféns por aproximadamente três horas no salão de festas do edifício.

Na manhã desta sábado, o porteiro do prédio foi rendido por um homem que dizia trabalhar em obras na cobertura e deu o nome do empreiteiro responsável pelas obras. O funcionário do condomínio foi obrigado a abrir a porta da garagem para que o resto da quadrilha entrasse no edifício em um furgão branco.

Os assaltantes, então, se dividiram e começaram a render os moradores que entravam ou saíam dos prédios. Eles acompanhavam as vítimas até os apartamentos, pegavam objetos que gostariam e os guardavam no salão de festas.

Para evitar que fossem pegos em flagrante, o grupo utilizou um rádio com a freqüência da polícia. Na fuga, foram levados três carros que estavam na garagem, uma Parati e dois Golfs, além de diversos celulares.

Para os moradores, algum funcionário do prédio está envolvido no assalto porque o bando mostrou conhecer a rotina do condomínio.

Este foi o terceiro arrastão em prédios da Grande São Paulo ocorridos em cinco dias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Assaltantes fazem arrastão em condomínio na zona Sul de SP

Do Diário OnLine

07/04/2002 | 15:32


Uma quadrilha formada por cerca de 15 homens invadiu o prédio Condomínio Vila Real, no Campo Belo, zona Sul de São Paulo. Os ladrões levaram jóias e R$ 160 mil em dinheiro. Moradores foram mantidos reféns por aproximadamente três horas no salão de festas do edifício.

Na manhã desta sábado, o porteiro do prédio foi rendido por um homem que dizia trabalhar em obras na cobertura e deu o nome do empreiteiro responsável pelas obras. O funcionário do condomínio foi obrigado a abrir a porta da garagem para que o resto da quadrilha entrasse no edifício em um furgão branco.

Os assaltantes, então, se dividiram e começaram a render os moradores que entravam ou saíam dos prédios. Eles acompanhavam as vítimas até os apartamentos, pegavam objetos que gostariam e os guardavam no salão de festas.

Para evitar que fossem pegos em flagrante, o grupo utilizou um rádio com a freqüência da polícia. Na fuga, foram levados três carros que estavam na garagem, uma Parati e dois Golfs, além de diversos celulares.

Para os moradores, algum funcionário do prédio está envolvido no assalto porque o bando mostrou conhecer a rotina do condomínio.

Este foi o terceiro arrastão em prédios da Grande São Paulo ocorridos em cinco dias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;