Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ramalhão pode iniciar desmanche

Clube dispensa atacante Malaquias e aceita demissão do volante Dionísio, que alegou problemas pessoais


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

27/11/2009 | 07:00


O Santo André rescindiu ontem o contrato do centroavante Malaquias, ex-Paraná, que estava fora dos planos para 2010. Quanto ao ala-direito Dionísio, que pediu para ir embora, o diretor executivo Carlito Arine disse que o lateral alegou ‘problemas pessoais'. O Santos o havia emprestado no começo do Paulistão, mas os dois não se adaptaram ao novo clube, principalmente o atacante, que chegou badalado, mas participou apenas de um segundo tempo.

Comenta-se que o desligamento de ambos talvez represente o início do suposto desmanche que o Santo André pode colocar em prática depois do encerramento do Campeonato Brasileiro. No entanto, Carlito Arine garante que não será tomada nenhuma atitude sem uma análise do relatório de Sérgio Soares. "Não vamos nos antecipar ao que possa ocorrer ao final da temporada. Queremos ouvir a palavra do treinador", esclareceu Carlito, ao referir-se às possíveis dispensas ou contratações.

Um dos motivos que o levam a adotar uma postura cautelosa, segundo ele, é que o Santo André mantém (ainda que remotíssimas)chances de livrar-se do rebaixamento à Série B. "O bom resultado que conquistamos contra o Avaí (4 a 2) nos devolveu a esperança. Então, é preciso que a gente não pare de confiar até o fim", sugere.

Apesar de tanto suspense, fala-se que a tendência da futura política da Gestão Empresarial é a de não segurar os jogadores considerados mais caros do grupo. Independentemente de milagres na reta final da Série A, não houve o esperado retorno aos investimentos.

Apesar de tudo, sabe-se que a diretoria do Santo André espera propostas para provavelmente negociar alguns atletas mais valorizados no mercado nacional. Entre eles, o goleiro Neneca e o artilheiro Nunes, que interessariam a grandes clubes do futebol brasileiro.

Sérgio Soares ainda mantém suspense para escalar o time

Sérgio Soares testou ontem as diferentes alternativas que pretende utilizar no Santo André para o duelo diante do Náutico, domingo, às 17h, no Estádio Bruno Daniel, na penúltima luta de ambos contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Entre outras opções, o técnico aproveitou para observar a fórmula que prevê quatro atacantes: Rodriguinho, Camilo, Nunes (cumpriu suspensão automática e retorna) e Wanderley. "Tenho mais um treino pela frente (hoje à tarde) para decidir o que faço", reafirmou.

O revezamento entre Cesinha e Vinicius Orlando sugere uma das interrogações para montar o sistema defensivo. O primeiro recuperou-se de uma lesão muscular na coxa direita, mas fará novos testes. Mesmo assim, as boas atuações de Vinicius nas duas últimas rodadas podem mantê-lo como titular.

A lateral-esquerda é o setor que mais preocupa Sérgio Soares. É que o velocista Ávine - habitual dono da posição - voltou a sentir fortes dores no pé direito e, a exemplo de Cesinha, é um dos ameaçados. Para complicar, Elvis (torceu o tornozelo esquerdo) também fica na dependência do departamento médico do clube.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ramalhão pode iniciar desmanche

Clube dispensa atacante Malaquias e aceita demissão do volante Dionísio, que alegou problemas pessoais

Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

27/11/2009 | 07:00


O Santo André rescindiu ontem o contrato do centroavante Malaquias, ex-Paraná, que estava fora dos planos para 2010. Quanto ao ala-direito Dionísio, que pediu para ir embora, o diretor executivo Carlito Arine disse que o lateral alegou ‘problemas pessoais'. O Santos o havia emprestado no começo do Paulistão, mas os dois não se adaptaram ao novo clube, principalmente o atacante, que chegou badalado, mas participou apenas de um segundo tempo.

Comenta-se que o desligamento de ambos talvez represente o início do suposto desmanche que o Santo André pode colocar em prática depois do encerramento do Campeonato Brasileiro. No entanto, Carlito Arine garante que não será tomada nenhuma atitude sem uma análise do relatório de Sérgio Soares. "Não vamos nos antecipar ao que possa ocorrer ao final da temporada. Queremos ouvir a palavra do treinador", esclareceu Carlito, ao referir-se às possíveis dispensas ou contratações.

Um dos motivos que o levam a adotar uma postura cautelosa, segundo ele, é que o Santo André mantém (ainda que remotíssimas)chances de livrar-se do rebaixamento à Série B. "O bom resultado que conquistamos contra o Avaí (4 a 2) nos devolveu a esperança. Então, é preciso que a gente não pare de confiar até o fim", sugere.

Apesar de tanto suspense, fala-se que a tendência da futura política da Gestão Empresarial é a de não segurar os jogadores considerados mais caros do grupo. Independentemente de milagres na reta final da Série A, não houve o esperado retorno aos investimentos.

Apesar de tudo, sabe-se que a diretoria do Santo André espera propostas para provavelmente negociar alguns atletas mais valorizados no mercado nacional. Entre eles, o goleiro Neneca e o artilheiro Nunes, que interessariam a grandes clubes do futebol brasileiro.

Sérgio Soares ainda mantém suspense para escalar o time

Sérgio Soares testou ontem as diferentes alternativas que pretende utilizar no Santo André para o duelo diante do Náutico, domingo, às 17h, no Estádio Bruno Daniel, na penúltima luta de ambos contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Entre outras opções, o técnico aproveitou para observar a fórmula que prevê quatro atacantes: Rodriguinho, Camilo, Nunes (cumpriu suspensão automática e retorna) e Wanderley. "Tenho mais um treino pela frente (hoje à tarde) para decidir o que faço", reafirmou.

O revezamento entre Cesinha e Vinicius Orlando sugere uma das interrogações para montar o sistema defensivo. O primeiro recuperou-se de uma lesão muscular na coxa direita, mas fará novos testes. Mesmo assim, as boas atuações de Vinicius nas duas últimas rodadas podem mantê-lo como titular.

A lateral-esquerda é o setor que mais preocupa Sérgio Soares. É que o velocista Ávine - habitual dono da posição - voltou a sentir fortes dores no pé direito e, a exemplo de Cesinha, é um dos ameaçados. Para complicar, Elvis (torceu o tornozelo esquerdo) também fica na dependência do departamento médico do clube.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;