Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

social@dgabc.com.br | 4435-8302

Negócios em família

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Quarteto andreense toca imobiliária em quatro unidades, sendo que a quinta está sendo inaugurada hoje na Vila Gilda


Marcela Ibelli
Do Diário do Grande ABC

18/01/2020 | 00:01


 Tudo começou com ideia da dupla Tatiane e Simone Carrara, há 35 anos, no Parque Novo Oratório. Depois vieram os filhos, Rafael Navarro e Fábio Augusto, que somaram sociedade ao negócio. A família andreense toca a imobiliária Pantera em quatro unidades, sendo que a quinta está sendo inaugurada hoje na Vila Gilda. Eles empregam diretamente 90 pessoas e 60 indiretamente. Mas como não sair atrito? Dizem que negócio e família não devem se misturar. De acordo com Navarro, dá certo porque eles separam o trabalho do relacionamento. “Podemos não nos entender em algum ponto do trabalho, mas não levamos isso para o pessoal”, afirma. Segundo a família, o plano para 2020 é tornar a empresa mais digital. “Modernizar sem deixar de lado a presença física, ou seja, o cliente sempre poderá tomar um café conosco”, finaliza.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Negócios em família

Quarteto andreense toca imobiliária em quatro unidades, sendo que a quinta está sendo inaugurada hoje na Vila Gilda

Marcela Ibelli
Do Diário do Grande ABC

18/01/2020 | 00:01


 Tudo começou com ideia da dupla Tatiane e Simone Carrara, há 35 anos, no Parque Novo Oratório. Depois vieram os filhos, Rafael Navarro e Fábio Augusto, que somaram sociedade ao negócio. A família andreense toca a imobiliária Pantera em quatro unidades, sendo que a quinta está sendo inaugurada hoje na Vila Gilda. Eles empregam diretamente 90 pessoas e 60 indiretamente. Mas como não sair atrito? Dizem que negócio e família não devem se misturar. De acordo com Navarro, dá certo porque eles separam o trabalho do relacionamento. “Podemos não nos entender em algum ponto do trabalho, mas não levamos isso para o pessoal”, afirma. Segundo a família, o plano para 2020 é tornar a empresa mais digital. “Modernizar sem deixar de lado a presença física, ou seja, o cliente sempre poderá tomar um café conosco”, finaliza.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;