Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Festa de San Bartolomeo E a chama que resiste

São Bernardo realiza hoje a 53ª Festa Tradizionale di San Bartolomeo, a partir das 10h30, no Parque Municipal de São Bernardo


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

29/08/2010 | 00:00


São Bernardo realiza hoje a 53ª Festa Tradizionale di San Bartolomeo, a partir das 10h30, no Parque Municipal de São Bernardo (Estoril), em Riacho Grande. Haverá bênção das urnas contendo a terra dos túmulos dos parentes mortos na Itália e Brasil, seguida de missa com sermão, almoço, entretenimentos e música do folclore italiano.

Você vai participar? Então leve seu vinho e almoço e confraternize-se com os antigos de São Bernardo que não deixam apagar essa chama.

São fundadores da festa: padre Fiorente Elena, Sétimo Guazzelli, Primo Bechelli, Saule Bechelli, Ernesto Bechelli e Eduardo Santucci. E toda essa história está na internet: www.festadisanbartolomeo.com.br.

DOCUMENTO - As fotos de hoje são da festa de 2008 e levam a assinatura de Adalberto João Guazzelli, que diz: "As imagens mostram a expectativa e esforço que todos fazemos e temos para esta grande reunião anual. Elas ilustram bem o porquê do temor que a colônia italiana está sentindo ao ver o formato da festa ameaçado pelo progresso, sempre necessário, é lógico".

A senhora que caminha com dificuldade, "mas certa de sua missão", é Angelina Martinelli Bechelli, tia-avó do Adalberto.

Crônica de Ribeirão Pires

Texto: Aida Arnoni Bressan

Odair de Oliveira Lima é um autor nato de histórias em quadrinhos. Começou em 1965 em O Vingador, revista infantil. Trabalhou em outras publicações, como a revista Targo, famosa pelas histórias do personagem Tarzan. Estudante na Pan-Americana, Odair classificou-se em primeiro lugar entre os alunos em 1973, obtendo menção honrosa no ano seguinte.

DIÁRIO HÁ 30 ANOS

Sexta-feira, 29 de agosto de 1980

Manchete - Crise não impedirá desenvolvimento e abertura, diz Delfim Netto, ministro do Planejamento.

Nacional - Bombas não barram governo, afirma o presidente Figueiredo; Paço de São Bernardo é ameaçado.

Santo André - Rede Ferroviária Federal anuncia construção de passarela junto à estação.

Homenagem - Escola especial de Rudge Ramos ganha o nome de Rolando Ramaciotti, que foi um dos fundadores do Nosso Lar, instituição de amparo à criança.

Editorial - Prorrogação de mandatos absorve atenção geral.

Primeiro Plano (Eduardo Camargo) - Empresário, adote um menor abandonado.

Futebol - Ontem, pelo Acesso: em Amparo, Santo André 1 x 0 Amparo; no Baetão, Aliança 2 x 1 Bragantino; em São Caetano, Saad 0 x 0 Esportiva de Guaratinguetá.

Polícia - Dez vítimas em dois acidentes de ônibus e caminhões no Grande ABC.

Agenda da Fundação Pró-Memória

 Dezoito anos da inauguração do Palácio da Cerâmica, sede do governo municipal de São Caetano (1992).

MUNICÍPIOS PAULISTAS

 Mineiros do Tietê e Leme.

CAPITAL BRASILEIRA

 Curitiba (PR).

HOJE

 Dia Nacional do Combate ao Fumo, Dia dos Catequistas e Dia das Obras Pontifícias.

1730 - Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, nasce em Vila Rica (MG).

1915 - Luiz Pedrozelli nasce em Campinas, mudando-se para Diadema em 1941. Pracinha, defendeu o Brasil nos campos da Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

1915 - Candido Oneda, o Candinho, nasce em São Caetano. Criador do Grupo Candinho, despachante símbolo do Grande ABC.

1960 - Fundada a Associação dos Funcionários Públicos de Diadema.

1980 - Domingos Garofallo (Mimi), de Santo André, encerra as atividades da sua empresa, Soltecnica. Recebe um cartão de prata dos 75 empregados, em reconhecimento aos seus esforços em prol da categoria.

Falecimentos

O casal Olimpio Caron e Maria da Conceição Verussa Caron viveu no interior de São Paulo uma grande parte de suas vidas, dedicando-se ao trabalho na lavoura. Na região de Assis, Sertãozinho e Cândido Mota tiveram seus 11 filhos. Até que, na década de 1970, vêm para Santo André e aqui dão continuidade a suas trajetórias.

Sr. Olimpio trabalhou na Pirelli. Ao aposentar-se, continuou a trabalhar, plantando verduras e legumes e vendendo a domicílio. Dona Maria da Conceição dedicou-se às obras sociais da Igreja Joana Darc, na Vila Vitória. Confeccionava tapetes e colchas de retalhos, que eram vendidos e o dinheiro arrecadado, empregado nas festas das crianças mais carentes, no Dia da Criança e no Natal.

"Ela era muito caprichosa e as pessoas guardavam retalhos para que ela pudesse costurar", conta Aparecida, uma de suas filhas.

Os 11 filhos: Mercedes, Mario, Mafalda, Miguel, Odnei, Fátima e Aparecida (gêmeas), Gilberto, Matilde, Marilene e Ana Maria. No total, 28 netos e 14 bisnetos, com mais dois a caminho.

Sr. Olimpio partiu aos 80 anos. Foi cremado na Vila Alpina. Dona Maria da Conceição faleceu aos 86 anos, e está sepultada no cemitério de Vila Pires, para onde foram trasladadas as cinzas do marido.AM

SÃO BERNARDO

Francisca Martins de Souza, 46. Natural de Várzea Alegre (CE).

Dia 24. Cemitério dos Casa.

Selma Ferreira, 39. Natural de São Bernardo. Dia 25. Cemitério dos Casa.

SÃO CAETANO

Cemitério das Lágrimas:

Irineu Gusmão, 79. Natural de Conchas (SP). Dia 21.

Renato da Cruz Mendonça, 69. Natural de Senhor do Bonfim (BA).

Dia 19.

Valdeci Honório da Paz, 69.

Natural de Itaiba (PE). Dia 25.

Ademir Altran Varella, 63.

Natural de São Caetano. Dia 26.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;