Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Por no mínimo R$ 499, conversor de TV digital começa a ser vendido


Daniel Trielli
Do Diário do Grande ABC

25/11/2007 | 07:07


A partir de segunda-feira os conversores que vão possibilitar o recebimento do sinal digital em televisões normais estarão nas lojas. Por enquanto não são muitas marcas que oferecem o equipamento, chamado de set top box, mas os preços variam de R$ 499 a R$ 1.100, depedendo do tipo de televisor e da fabricante.

Por enquanto, o conversor mais barato é o DigiTV da Positivo Informática. Além do produto que custa R$ 499, que serve para as TVs tradicionais, a empresa também oferece o modelo DigiTV HD, que sai por R$ 699 e é voltado para as televisões de alta definição.

"Hoje existem basicamente dois tipos de televisão no mercado. Tem as que recebem os sinais em resolução similar a 480 linhas (qualidade de DVD ou TV por assinatura digital), que são as TVs tradicionais de tubo ou de plasma mais antigas", explica Erlei Guimarães, diretor de conectividade da Positivo. "E na outra ponta temos os aparelhos prontos para receber a HDTV (High Definition Television)."

Guimarães diz que são dois públicos bastante distintos e que vão buscar avanços diferentes. "O primeiro público é a grande massa, que tem TVs convencionais. Esse público busca uma transmissão com qualidade", diz. "Já do outro lado estão os adopters, que se dispuseram a pagar mais caro para usufruir da alta definição."

Guimarães explica que para os televisores tradicionais, o conversor transforma o sinal digital - que vem por UHF - em informação que os televisores podem ler. Para isso, o set top box deve ser conectado à antena de televisão ou a conectores de vídeo e áudio composto.

Valor - Quanto ao preço, que ainda está longe dos US$ 100 que o governo federal pretende, Guimarães acredita que pode haver mudanças. "Mantidas as condições atuais, esse é o patamar que continuará. Mas, como todas as tecnologias, conforme a escala aumenta, os custos diminuem", explica o diretor de conectividade.

Seja como for, a perspectiva da Positivo Informática é otimista. "A gente aposta que terá uma grande corrida pelos aparelhos logo no começo da comercialização", diz Guimarães.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Por no mínimo R$ 499, conversor de TV digital começa a ser vendido

Daniel Trielli
Do Diário do Grande ABC

25/11/2007 | 07:07


A partir de segunda-feira os conversores que vão possibilitar o recebimento do sinal digital em televisões normais estarão nas lojas. Por enquanto não são muitas marcas que oferecem o equipamento, chamado de set top box, mas os preços variam de R$ 499 a R$ 1.100, depedendo do tipo de televisor e da fabricante.

Por enquanto, o conversor mais barato é o DigiTV da Positivo Informática. Além do produto que custa R$ 499, que serve para as TVs tradicionais, a empresa também oferece o modelo DigiTV HD, que sai por R$ 699 e é voltado para as televisões de alta definição.

"Hoje existem basicamente dois tipos de televisão no mercado. Tem as que recebem os sinais em resolução similar a 480 linhas (qualidade de DVD ou TV por assinatura digital), que são as TVs tradicionais de tubo ou de plasma mais antigas", explica Erlei Guimarães, diretor de conectividade da Positivo. "E na outra ponta temos os aparelhos prontos para receber a HDTV (High Definition Television)."

Guimarães diz que são dois públicos bastante distintos e que vão buscar avanços diferentes. "O primeiro público é a grande massa, que tem TVs convencionais. Esse público busca uma transmissão com qualidade", diz. "Já do outro lado estão os adopters, que se dispuseram a pagar mais caro para usufruir da alta definição."

Guimarães explica que para os televisores tradicionais, o conversor transforma o sinal digital - que vem por UHF - em informação que os televisores podem ler. Para isso, o set top box deve ser conectado à antena de televisão ou a conectores de vídeo e áudio composto.

Valor - Quanto ao preço, que ainda está longe dos US$ 100 que o governo federal pretende, Guimarães acredita que pode haver mudanças. "Mantidas as condições atuais, esse é o patamar que continuará. Mas, como todas as tecnologias, conforme a escala aumenta, os custos diminuem", explica o diretor de conectividade.

Seja como for, a perspectiva da Positivo Informática é otimista. "A gente aposta que terá uma grande corrida pelos aparelhos logo no começo da comercialização", diz Guimarães.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;