Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Nove vereadores da base de Marinho formam grupo independente


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

16/04/2015 | 07:00


Nove vereadores da base de sustentação do governo do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), instituíram ontem o G-9, grupo de parlamentares que segue ligado ao Executivo, mas desprendido da condução dos trabalhos legislativos, que são comandados pela bancada do PT.

A ala é integrada por Mauro Miaguti (DEM), Reginaldo Burguês (DEM), Rafael Demarchi (PSD), Fábio Landi (PSD), Gilberto França (PMDB), Roberto Palhinha (PTdoB), João Batista (PTB), Ramon Ramos (PDT) e Índio (PR).

A medida foi anunciada ontem, durante a sessão, e, segundo os parlamentares, teve como motivo série de acordos não respeitados pelo PT. “Não estava mais adiantando combinar determinados assuntos em reuniões e, quando chegava ao plenário, a situação era mudada pelos petistas. Falamos com o prefeito, que entendeu e nos deu razão”, contou Ramon Ramos.

O novo bloco, porém, não foi recebido pelos oposicionistas. “São governistas. Não adianta este movimento para se descolar do PT. Isso é ficar em cima do muro. Uma atitude mais emblemática seria o rompimento com a administração, coisa que não fizeram”, criticou Marcelo Lima (PPS).

Secretário de Governo, José Albino (PT), que participou da reunião de anúncio, disse não estar ciente da situação. “Para mim é algo novo. Não posso comentar”, resumiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nove vereadores da base de Marinho formam grupo independente

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

16/04/2015 | 07:00


Nove vereadores da base de sustentação do governo do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), instituíram ontem o G-9, grupo de parlamentares que segue ligado ao Executivo, mas desprendido da condução dos trabalhos legislativos, que são comandados pela bancada do PT.

A ala é integrada por Mauro Miaguti (DEM), Reginaldo Burguês (DEM), Rafael Demarchi (PSD), Fábio Landi (PSD), Gilberto França (PMDB), Roberto Palhinha (PTdoB), João Batista (PTB), Ramon Ramos (PDT) e Índio (PR).

A medida foi anunciada ontem, durante a sessão, e, segundo os parlamentares, teve como motivo série de acordos não respeitados pelo PT. “Não estava mais adiantando combinar determinados assuntos em reuniões e, quando chegava ao plenário, a situação era mudada pelos petistas. Falamos com o prefeito, que entendeu e nos deu razão”, contou Ramon Ramos.

O novo bloco, porém, não foi recebido pelos oposicionistas. “São governistas. Não adianta este movimento para se descolar do PT. Isso é ficar em cima do muro. Uma atitude mais emblemática seria o rompimento com a administração, coisa que não fizeram”, criticou Marcelo Lima (PPS).

Secretário de Governo, José Albino (PT), que participou da reunião de anúncio, disse não estar ciente da situação. “Para mim é algo novo. Não posso comentar”, resumiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;