Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Testamos: Echo Show 10 tem Alexa com tela e som de alta qualidade

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Maria Beatriz Vaccari
Do 33Giga

09/04/2021 | 07:18


Lançado em março deste ano, o Echo Show 10 foi desenvolvido para transformar a experiência de quem usa a assistente virtual Alexa. Além de ter uma tela HD de 10,1 polegadas, o dispositivo tem outros recursos que agradam – desde caixa de som poderosa até sistema de monitoramento. Com tanta tecnologia, é de se esperar que o preço sugerido seja mais salgado em relação aos outros modelos produzidos pela Amazon: R$ 1.899

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Display tecnológico

O display touch é o grande atrativo do Echo Show 10. Ele exibe as informações da Alexa e permite ao usuário ativar algumas funções sem a necessidade de usar o aplicativo para celular ou de falar com a assistente. Na parte superior da tela, é possível controlar o volume, mutar o microfone e desativar a câmera frontal grande angular de 13 megapixels (o recurso é feito manualmente por meio de uma tampa que cobre a lente).

O visor também conta com uma tecnologia de rotação 360º, que acompanha os movimentos do usuário. O sistema funciona com motor escovado e, por isso, não faz barulho. Ele entra em ação quando a pessoa diz a palavra “Alexa”, durante videochamadas e até ao usar aplicativos como Netflix, Prime Video e Cookpad (software que conta com ótimas receitas e permite usar o Echo Show 10 como um ajudante na cozinha).

Quem quer explorar todo o potencial do sistema de movimentação deve posicionar o Echo Show 10 em um espaço generoso, permitindo que a tela gire 360º sem qualquer tipo de obstáculo. Se isso não for possível, o usuário pode configurar um limite de rotação para que o dispositivo não esbarre em nada.

Vale a pena destacar que o sistema de movimentação pode ser personalizado conforme as preferências de cada usuário. Ele é desativado automaticamente toda vez que a tampa da câmera é fechada.

Durante os testes do 33Giga, a tecnologia funcionou muito bem, posicionando o display de forma precisa na maioria das vezes. Entretanto, o sistema foi ativado sozinho em três momentos enquanto o Echo Dot estava com câmera e microfone desativados. Na primeira, ele acompanhou o movimento da repórter enquanto ela se deslocava para abrir uma janela (o que pode ter sido somente uma coincidência um pouco assustadora). Nas outras, se mexeu aleatoriamente.

LEIA MAIS: 40 perguntas divertidas para fazer à Alexa
Testamos: caixa Echo Dot agrada por Alexa, qualidade sonora e muita bobiça

Casa inteligente e monitorada

Assim como outros produtos da família Echo, o Echo Show 10 é compatível com dispositivos que deixam as casas mais inteligentes, como câmeras, lâmpadas e tomadas.

O 33Giga realizou testes com diferentes tipos de itens, como lâmpadas e aparelhos eletrônicos (televisão e ar-condicionado). Eles podem ser controlados por meio de comandos de voz ou pela tela touch, que exibe todos os aparelhos conectados ao Echo Show 10. Além de conseguir ligar e desligar os dispositivos, o usuário conta com alguns comandos diferenciados. No caso do ar-condicionado, por exemplo, há a opção de selecionar a temperatura. Já a lâmpada do abajur pode ter seu brilho alterado.

A câmera frontal do Echo Dot 10 pode ser usada como um sistema de monitoramento. Por meio do app Amazon Alexa ou de outros dispositivos Echo Show, o usuário consegue ver as imagens captadas pelo equipamento e até ativar o sistema de rotação para ter uma visão completa do ambiente. Vale a pena ressaltar que as imagens não são gravadas e que o aparelho exibe uma mensagem na tela toda vez que a função é ativada.

Raio-X

Echo Show 10
Dimensões (em cm): 251 mm x 230 mm x 172 mm
Peso: 2,56 Kg
Cor: Preto
Áudio: dois tweeters de 1” e woofer de 3”
Processador: MediaTEK 8183 (principal) e Amazon AZ1 Neural Edge (secundário)
Tela: 10,1 polegadas, sensível ao toque e com rotação automática e inclinação manual.
Câmera:
grande angular de 13 megapixels com tampa integrada
Pontos positivos: tecnologia de ponta, som de alta qualidade e recursos diferenciados, como sistema de rotação e monitoramento por vídeo.
Pontos negativos: sistema de rotação foi ativado sozinho algumas vezes, tela poderia ter mais funções touch dentro dos apps de música e preço é salgado em relação a outros produtos da família Echo.
Preço (médio): R$ 1.899
Site oficial: https://is.gd/G1GwQ4

Som poderoso

Com dois tweeters com direcionamento frontal e um woofer potente, o sistema de som 360º do Echo Dot 10 agrada pela qualidade do áudio e pela intensidade dos graves. Assim como o Echo Studio, ele conta com um recurso que analisa a acústica do cômodo e adapta a saída de som para o ambiente.

O usuário consegue reproduzir faixas de serviços como Amazon Music, Spotify, Deezer e Napster. Além disso, é possível usar o sistema para ouvir rádio, podcasts e audiobooks.

O único ponto negativo relacionado à reprodução de músicas é que a tela do Echo Show 10 passa a impressão de que o usuário pode controlar os softwares como se estivesse usando um smartphone ou tablet. Entretanto, os comandos touch do aparelho são bem mais restritos.

O dispositivo exibe o nome da música, a capa do álbum e algumas playlists prontas – no caso do Amazon Music, também é possível acompanhar a letra da faixa. Não é possível navegar livremente pelo catálogo dos aplicativos ou abrir playlists autorais sem o auxílio dos comandos de voz ou de outros equipamentos, como smartphones e computadores.

Vale a pena?

O Echo Show 10 cumpre muito bem o que se propõe a fazer e conquista os usuários mais exigentes com seus diferenciais tecnológicos. Se o usuário faz questão de ver as informações em um visor e realmente pretende usar as funcionalidades oferecidas pelo display – caso contrário, a telinha só vai servir para exibir algumas fotos, curiosidades e sugestões da Alexa – vale a pena investir no equipamento.

Quem já se dá por satisfeito em usar somente os comandos de áudio da assistente virtual pode partir para um modelo mais barato e compacto, como o Echo Dot. Há também uma opção com um sistema de som refinado (semelhante ao do Echo Show 10), mas sem display digital, chamada Echo Studio.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Testamos: Echo Show 10 tem Alexa com tela e som de alta qualidade

Maria Beatriz Vaccari
Do 33Giga

09/04/2021 | 07:18


Lançado em março deste ano, o Echo Show 10 foi desenvolvido para transformar a experiência de quem usa a assistente virtual Alexa. Além de ter uma tela HD de 10,1 polegadas, o dispositivo tem outros recursos que agradam – desde caixa de som poderosa até sistema de monitoramento. Com tanta tecnologia, é de se esperar que o preço sugerido seja mais salgado em relação aos outros modelos produzidos pela Amazon: R$ 1.899

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Display tecnológico

O display touch é o grande atrativo do Echo Show 10. Ele exibe as informações da Alexa e permite ao usuário ativar algumas funções sem a necessidade de usar o aplicativo para celular ou de falar com a assistente. Na parte superior da tela, é possível controlar o volume, mutar o microfone e desativar a câmera frontal grande angular de 13 megapixels (o recurso é feito manualmente por meio de uma tampa que cobre a lente).

O visor também conta com uma tecnologia de rotação 360º, que acompanha os movimentos do usuário. O sistema funciona com motor escovado e, por isso, não faz barulho. Ele entra em ação quando a pessoa diz a palavra “Alexa”, durante videochamadas e até ao usar aplicativos como Netflix, Prime Video e Cookpad (software que conta com ótimas receitas e permite usar o Echo Show 10 como um ajudante na cozinha).

Quem quer explorar todo o potencial do sistema de movimentação deve posicionar o Echo Show 10 em um espaço generoso, permitindo que a tela gire 360º sem qualquer tipo de obstáculo. Se isso não for possível, o usuário pode configurar um limite de rotação para que o dispositivo não esbarre em nada.

Vale a pena destacar que o sistema de movimentação pode ser personalizado conforme as preferências de cada usuário. Ele é desativado automaticamente toda vez que a tampa da câmera é fechada.

Durante os testes do 33Giga, a tecnologia funcionou muito bem, posicionando o display de forma precisa na maioria das vezes. Entretanto, o sistema foi ativado sozinho em três momentos enquanto o Echo Dot estava com câmera e microfone desativados. Na primeira, ele acompanhou o movimento da repórter enquanto ela se deslocava para abrir uma janela (o que pode ter sido somente uma coincidência um pouco assustadora). Nas outras, se mexeu aleatoriamente.

LEIA MAIS: 40 perguntas divertidas para fazer à Alexa
Testamos: caixa Echo Dot agrada por Alexa, qualidade sonora e muita bobiça

Casa inteligente e monitorada

Assim como outros produtos da família Echo, o Echo Show 10 é compatível com dispositivos que deixam as casas mais inteligentes, como câmeras, lâmpadas e tomadas.

O 33Giga realizou testes com diferentes tipos de itens, como lâmpadas e aparelhos eletrônicos (televisão e ar-condicionado). Eles podem ser controlados por meio de comandos de voz ou pela tela touch, que exibe todos os aparelhos conectados ao Echo Show 10. Além de conseguir ligar e desligar os dispositivos, o usuário conta com alguns comandos diferenciados. No caso do ar-condicionado, por exemplo, há a opção de selecionar a temperatura. Já a lâmpada do abajur pode ter seu brilho alterado.

A câmera frontal do Echo Dot 10 pode ser usada como um sistema de monitoramento. Por meio do app Amazon Alexa ou de outros dispositivos Echo Show, o usuário consegue ver as imagens captadas pelo equipamento e até ativar o sistema de rotação para ter uma visão completa do ambiente. Vale a pena ressaltar que as imagens não são gravadas e que o aparelho exibe uma mensagem na tela toda vez que a função é ativada.

Raio-X

Echo Show 10
Dimensões (em cm): 251 mm x 230 mm x 172 mm
Peso: 2,56 Kg
Cor: Preto
Áudio: dois tweeters de 1” e woofer de 3”
Processador: MediaTEK 8183 (principal) e Amazon AZ1 Neural Edge (secundário)
Tela: 10,1 polegadas, sensível ao toque e com rotação automática e inclinação manual.
Câmera:
grande angular de 13 megapixels com tampa integrada
Pontos positivos: tecnologia de ponta, som de alta qualidade e recursos diferenciados, como sistema de rotação e monitoramento por vídeo.
Pontos negativos: sistema de rotação foi ativado sozinho algumas vezes, tela poderia ter mais funções touch dentro dos apps de música e preço é salgado em relação a outros produtos da família Echo.
Preço (médio): R$ 1.899
Site oficial: https://is.gd/G1GwQ4

Som poderoso

Com dois tweeters com direcionamento frontal e um woofer potente, o sistema de som 360º do Echo Dot 10 agrada pela qualidade do áudio e pela intensidade dos graves. Assim como o Echo Studio, ele conta com um recurso que analisa a acústica do cômodo e adapta a saída de som para o ambiente.

O usuário consegue reproduzir faixas de serviços como Amazon Music, Spotify, Deezer e Napster. Além disso, é possível usar o sistema para ouvir rádio, podcasts e audiobooks.

O único ponto negativo relacionado à reprodução de músicas é que a tela do Echo Show 10 passa a impressão de que o usuário pode controlar os softwares como se estivesse usando um smartphone ou tablet. Entretanto, os comandos touch do aparelho são bem mais restritos.

O dispositivo exibe o nome da música, a capa do álbum e algumas playlists prontas – no caso do Amazon Music, também é possível acompanhar a letra da faixa. Não é possível navegar livremente pelo catálogo dos aplicativos ou abrir playlists autorais sem o auxílio dos comandos de voz ou de outros equipamentos, como smartphones e computadores.

Vale a pena?

O Echo Show 10 cumpre muito bem o que se propõe a fazer e conquista os usuários mais exigentes com seus diferenciais tecnológicos. Se o usuário faz questão de ver as informações em um visor e realmente pretende usar as funcionalidades oferecidas pelo display – caso contrário, a telinha só vai servir para exibir algumas fotos, curiosidades e sugestões da Alexa – vale a pena investir no equipamento.

Quem já se dá por satisfeito em usar somente os comandos de áudio da assistente virtual pode partir para um modelo mais barato e compacto, como o Echo Dot. Há também uma opção com um sistema de som refinado (semelhante ao do Echo Show 10), mas sem display digital, chamada Echo Studio.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;