Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil faz o suficiente e bate Honduras por 1 a 0 no Sul

Estadão Conteúdo  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Amistoso sem sal encerrou preparação da Seleção Brasileira para a Copa América


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

11/06/2015 | 07:00


O Brasil jogou para o gasto e passou por Honduras por 1 a 0, gol de Roberto Firmino, em amistoso sem sal na noite de ontem, em Porto Alegre, para pouco mais de 20 mil espectadores. Foi o último duelo de preparação da Seleção para a Copa América, na qual estreia no domingo, contra o Peru, no Chile. Com o triunfo, Dunga chegou à décima vitória consecutiva e se tornou o treinador com melhor início de trabalho no comando do escrete.

Antes do duelo, o técnico surpreendeu a todos ao não escalar Neymar, mesmo tendo garantido anteontem que começaria com o craque. Fred o substituiu, assim como Casemiro atuou no lugar de Elias e Firmino no de Diego Tardelli.

Por conta das mudanças, a Seleção Brasileira começou devagar quase parando. Com isso, Honduras até se aventurou na frente, sem conseguir criar chances de gols.

O primeiro lance de perigo ocorreu pela esquerda do ataque brasileiro, setor mais acionado – talvez porque seja onde Neymar goste de atuar. Aos 18 minutos, Philippe Coutinho fez boa jogada e rolou para Firmino, que, dentro da área, bateu para defesa de Valladares.

O ribeirão-pirense Willian, que caía pela direita, era participativo, mas não tinha quem encostasse para jogar. Por isso, aos 29, o camisa 19 tentou resolver sozinho e, após bom lance, acertou a trave hondurenha.

Mas o forte brasileiro era o lado esquerdo. Aos 33, em jogada de todo o setor, Filipe Luís tabelou com Philippe Coutinho e achou Firmino entrando em velocidade na área: 1 a 0 após um toquinho.

No segundo tempo, já com Neymar, que, pela primeira vez, entrou no decorrer de um jogo da Seleção, o duelo começou com tudo, com Honduras se animando. Aos cinco, Najar arriscou de fora da área e levou perigo. No minuto seguinte, Lozano girou na área após levantamento e errou por pouco.

Depois, o jogo voltou a cair no marasmo, que durou até os 18. Em seu primeiro lance de efeito, Neymar dominou e bateu de esquerda, exigindo bela defesa de Valladares.

Com 31 minutos, o camisa 10 apareceu na segunda trave após cobrança de escanteio e Valladares fez outra importante intervenção. E foi só, em mais um amistoso apagado da Seleção Brasileira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil faz o suficiente e bate Honduras por 1 a 0 no Sul

Amistoso sem sal encerrou preparação da Seleção Brasileira para a Copa América

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

11/06/2015 | 07:00


O Brasil jogou para o gasto e passou por Honduras por 1 a 0, gol de Roberto Firmino, em amistoso sem sal na noite de ontem, em Porto Alegre, para pouco mais de 20 mil espectadores. Foi o último duelo de preparação da Seleção para a Copa América, na qual estreia no domingo, contra o Peru, no Chile. Com o triunfo, Dunga chegou à décima vitória consecutiva e se tornou o treinador com melhor início de trabalho no comando do escrete.

Antes do duelo, o técnico surpreendeu a todos ao não escalar Neymar, mesmo tendo garantido anteontem que começaria com o craque. Fred o substituiu, assim como Casemiro atuou no lugar de Elias e Firmino no de Diego Tardelli.

Por conta das mudanças, a Seleção Brasileira começou devagar quase parando. Com isso, Honduras até se aventurou na frente, sem conseguir criar chances de gols.

O primeiro lance de perigo ocorreu pela esquerda do ataque brasileiro, setor mais acionado – talvez porque seja onde Neymar goste de atuar. Aos 18 minutos, Philippe Coutinho fez boa jogada e rolou para Firmino, que, dentro da área, bateu para defesa de Valladares.

O ribeirão-pirense Willian, que caía pela direita, era participativo, mas não tinha quem encostasse para jogar. Por isso, aos 29, o camisa 19 tentou resolver sozinho e, após bom lance, acertou a trave hondurenha.

Mas o forte brasileiro era o lado esquerdo. Aos 33, em jogada de todo o setor, Filipe Luís tabelou com Philippe Coutinho e achou Firmino entrando em velocidade na área: 1 a 0 após um toquinho.

No segundo tempo, já com Neymar, que, pela primeira vez, entrou no decorrer de um jogo da Seleção, o duelo começou com tudo, com Honduras se animando. Aos cinco, Najar arriscou de fora da área e levou perigo. No minuto seguinte, Lozano girou na área após levantamento e errou por pouco.

Depois, o jogo voltou a cair no marasmo, que durou até os 18. Em seu primeiro lance de efeito, Neymar dominou e bateu de esquerda, exigindo bela defesa de Valladares.

Com 31 minutos, o camisa 10 apareceu na segunda trave após cobrança de escanteio e Valladares fez outra importante intervenção. E foi só, em mais um amistoso apagado da Seleção Brasileira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;