Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Economistas já acreditam em recuperação lenta


Bárbara Ladeia
Do Diário do Grande ABC

03/03/2009 | 07:00


Entre os especialistas em economia, o clima também é de otimismo em relação aos próximos meses. Economistas procurados pela Fecomercio apontaram uma renovação da confiança quanto à melhora dos aspectos macroeconômicos do País.

O estudo, realizado em parceria com a OEB (Ordem dos Economistas do Brasil) trouxe uma alta de 1,4% no ISE (Índice de Sentimento dos Especialistas em Economia) em relação ao apurado no primeiro mês do ano. Embora seja positivo, o resultado ainda não pode ser considerado uma reversão de tendência, tendo em vista que o nível ainda é considerado pessimista.

A expectativa é positiva, ao contrário da avaliação da atualidade, que teve queda de 6,5% comparado com o mês anterior. No prazo de um ano, no entanto, os especialistas apostam em melhora. "Ainda existem incertezas de como a crise nos atinge no curto prazo. Mas os economistas acreditam em melhoras significativas dentro de 12 meses", afirma Kelly Carvalho, economista da Fecomercio.

Para ela, a inflação sob controle, os cortes de tributação e as novas alíquotas do Imposto de Renda da Pessoa Física tendem a trazer bons resultados no futuro. "Esse resultado pode ser explicado pelas quedas nos índices de inflação e pelas ações pontuais anunciadas pelo governo no sentido de estimular o consumo", explica.

Para essa pesquisa, são avaliadas os principais indicadores da economia real, e não especulativa, como a expectativa de crescimento do PIB, o nível de emprego e o aumento da massa salarial.

Kelly lembra, no entanto, que o resultado da pesquisa mostra uma disseminação da crise pelo setor produtivo. "Todas as variáveis analisadas são as que tangem a macroeconomia."

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;