Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Volkswagen planeja reestilizar o líder Gol nos próximos 3 anos


Lana Pinheiro
Do Diário do Grande ABC

01/08/2006 | 07:38


Não há como negar: em 16 anos de vida, a modelo Gol, da Volkswagen, é um exemplo tão bem-sucedido em todos os aspectos – vendas, marketing, posicionamento no mercado. Tanto é que a empresa afirma que não abrirá mão deste nome em uma suposta descontinuação do modelo. Quem aposta nesse caminho, errará feio. Nova versão do modelo já está em desenvolvimento nos secretos laboratórios da montadora. E pelo andar da carruagem, a novidade deve ser apresentada ao mercado em cerca de quatro anos, saída das linhas de produção da fábrica de Taubaté (SP).

A montadora, que anda mantém mistério desde que anunciou o plano de reestruturação com a necessidade de cortes de 4 mil a 6 mil trabalhadores no Brasil, só confirma que não há a intenção de tirar o Gol de linha. Afirma, no entanto, que para manter sua competitividade seu processo de evolução deve continuar. Daí em diante, é só juntar algumas peças do quebra-cabeça.

Depois de acertado o acordo com os metalúrgicos da unidade do interior de São Paulo, a matriz da montadora anunciou que investimentos estão confirmados para a operação de Taubaté com a promessa de novo modelo. Fonte da própria montadora afirma que novo modelo pode ser, sim, uma evolução de algum veículo já em produção. Por lá, além do Gol, é montada a Parati.

Valores e prazos do investimento ainda não foram revelados. Porém, não é uma aplicação imediata. Apesar de já em desenvolvimento, a nova versão não deve chegar ao mercado em menos de três anos – prazo compatível com a expectativa de tempo para a aplicação dos novos recursos. O prazo se justifica. A Geração 4 do Gol foi apresentada no ano passado, cinco anos depois da apresentação da Geração 3, que, por sua vez, chegou ao mercado cinco anos depois da Geração 2.

Como tendência de mercado, esse intervalo de tempo de uma geração a outra deve diminuir, mas nada de mudanças rápidas demais para não decepcionar os consumidores da antiga versão. Quatro anos é, portanto, boa aposta. Soma-se a tudo isso o fato de que a Ford promete para 2008 o lançamento de seu novo carro de entrada, e se repetir o feito do EcoSport e do Novo Fiesta deve causar algum reboliço no mercado. Para não ficar para trás, a Volks terá que se mexer.

Para terminar, a última atualização do modelo – batizada de G4 e lançada no fim do ano passado –, foi considerada bastante tímida por alguns especialistas do mercado, o que aumentou a expectativa pela nova geração, que se chegar como rumores adiantam, deve vir maior, mais larga e com desenho bastante diferente do atual Gol.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volkswagen planeja reestilizar o líder Gol nos próximos 3 anos

Lana Pinheiro
Do Diário do Grande ABC

01/08/2006 | 07:38


Não há como negar: em 16 anos de vida, a modelo Gol, da Volkswagen, é um exemplo tão bem-sucedido em todos os aspectos – vendas, marketing, posicionamento no mercado. Tanto é que a empresa afirma que não abrirá mão deste nome em uma suposta descontinuação do modelo. Quem aposta nesse caminho, errará feio. Nova versão do modelo já está em desenvolvimento nos secretos laboratórios da montadora. E pelo andar da carruagem, a novidade deve ser apresentada ao mercado em cerca de quatro anos, saída das linhas de produção da fábrica de Taubaté (SP).

A montadora, que anda mantém mistério desde que anunciou o plano de reestruturação com a necessidade de cortes de 4 mil a 6 mil trabalhadores no Brasil, só confirma que não há a intenção de tirar o Gol de linha. Afirma, no entanto, que para manter sua competitividade seu processo de evolução deve continuar. Daí em diante, é só juntar algumas peças do quebra-cabeça.

Depois de acertado o acordo com os metalúrgicos da unidade do interior de São Paulo, a matriz da montadora anunciou que investimentos estão confirmados para a operação de Taubaté com a promessa de novo modelo. Fonte da própria montadora afirma que novo modelo pode ser, sim, uma evolução de algum veículo já em produção. Por lá, além do Gol, é montada a Parati.

Valores e prazos do investimento ainda não foram revelados. Porém, não é uma aplicação imediata. Apesar de já em desenvolvimento, a nova versão não deve chegar ao mercado em menos de três anos – prazo compatível com a expectativa de tempo para a aplicação dos novos recursos. O prazo se justifica. A Geração 4 do Gol foi apresentada no ano passado, cinco anos depois da apresentação da Geração 3, que, por sua vez, chegou ao mercado cinco anos depois da Geração 2.

Como tendência de mercado, esse intervalo de tempo de uma geração a outra deve diminuir, mas nada de mudanças rápidas demais para não decepcionar os consumidores da antiga versão. Quatro anos é, portanto, boa aposta. Soma-se a tudo isso o fato de que a Ford promete para 2008 o lançamento de seu novo carro de entrada, e se repetir o feito do EcoSport e do Novo Fiesta deve causar algum reboliço no mercado. Para não ficar para trás, a Volks terá que se mexer.

Para terminar, a última atualização do modelo – batizada de G4 e lançada no fim do ano passado –, foi considerada bastante tímida por alguns especialistas do mercado, o que aumentou a expectativa pela nova geração, que se chegar como rumores adiantam, deve vir maior, mais larga e com desenho bastante diferente do atual Gol.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;