Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Glauco Braido prega independência, reclama de postura da gestão tucana e fala em ser candidato a estadual

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vereador diz que dará cara de MBL ao mandato após adaptação


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

19/06/2021 | 00:15


Vereador em primeiro mandato na Câmara de São Bernardo, Glauco Braido (PSD) reclamou da relação estabelecida pelo prefeito Orlando Morando (PSDB) com o Legislativo, disse que a partir do segundo semestre começará a dar outra cara ao mandato, trazendo-o para um lado mais independente do Paço e avisou que tem planos de ser candidato a deputado estadual em indicação do MBL (Movimento Brasil Livre), grupo político do qual faz parte.

Em visita ao Diário, Glauco admitiu que os seis primeiros meses de mandato foram de aprendizado das regras do jogo. Com conhecimento da LOM (Lei Orgânica do Município), do regimento interno e do sistema político que foi definido entre governo e Câmara, o pessedista comentou se sentir preparado para “ficar fora da asa dos outros e dar luz própria ao mandato”. “Quero mostrar por que me candidatei e fui eleito.”

Nas últimas semanas, o parlamentar tem dado sinais de afastamento da bancada governista, que costuma aceitar todas as vontades do chefe do Executivo sem muito questionamento. “Eu não consigo entender os motivos de o prefeito enviar um projeto para a Câmara à noite e, na manhã do outro dia, o Legislativo precisa votar. Quero ter tempo para analisar. Se o projeto for bom, eu vou votar a favor. Mas se tiver inconsistência, quero debater, apresentar emenda e, se for o caso, votar contra. Como fiz na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias)”, citou Glauco. Ele foi o único contrário ao texto, uma prévia do orçamento, com questionamentos a artigos do projeto que conferem direito a Morando a remanejar 20% da peça por meio de decreto.

“Por onde passa, o MBL é protagonista e vou honrar essa postura do movimento em São Bernardo. Podem me chamar de chato, porque vou ficar colocando o dedo na ferida em prol do que a população precisa. Vou fiscalizar bastante e apresentar diversos projetos”, comentou o pessedista, cuja aposta é o projeto da liberalidade econômica, que visa desatar amarras burocráticas para abertura de empresas. O texto tramita na casa sem a menor perspectiva de ir a plenário. “Já me falaram para fazer uma indicação ao prefeito sobre o assunto. Por que ele tem de fazer? Onde fica o protagonismo do Legislativo?”

Sobre 2022, admitiu sondagem para ser candidato a deputado estadual. O MBL deve apostar na candidatura do hoje deputado estadual Arthur do Val, o Mamãe Falei (Patriota), a governador e tem estabelecidos os projetos de Kim Kataguiri (DEM) e Rubinho Nunes (ex-Patriota) à Câmara Federal. “Há espaço para candidatura a estadual que não esteja vinculada a esses clãs familiares que vemos no Grande ABC. Sei que provavelmente terei de sair do PSD, que sempre me tratou muito bem. Mas a população precisa de representantes que olhem por elas como o MBL olha”, citou Glauco, em referência à deputada estadual Carla Morando (PSDB), mulher de Orlando Morando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;