Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Horário de verão começa em três regiões do Brasil

O novo horário, com uma hora a menos, vai até o dia 15 de fevereiro de 2009 e visa a economizar energia



19/10/2008 | 01:10


Começou à meia-noite deste domingo o horário brasileiro de verão. Todos os relógios devem ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O novo horário vai até o dia 15 de fevereiro de 2009 e visa a economizar energia. A estimativa é que no horário de pico haja economia de 4% a 5%, segundo a análise do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), órgão responsável pelo sistema elétrico no País

No Sudeste e Centro-Oeste, a diminuição do consumo deve chegar a 1.790 megawatts, o equivalente à demanda de uma cidade de 5 milhões de habitantes. Em todo o País devem ser economizados 2 mil MW, valor semelhante ao da redução registrada em 2007 e que resultou em economia de R$ 10 milhões.

A redução ocorre principalmente porque, durante a vigência do horário de verão, a iluminação pública começa a ser utilizada mais tarde. Há também a diminuição da necessidade de geração térmica, redução do carregamento de linhas de transmissão e maior tempo para serviços de manutenção.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Horário de verão começa em três regiões do Brasil

O novo horário, com uma hora a menos, vai até o dia 15 de fevereiro de 2009 e visa a economizar energia


19/10/2008 | 01:10


Começou à meia-noite deste domingo o horário brasileiro de verão. Todos os relógios devem ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O novo horário vai até o dia 15 de fevereiro de 2009 e visa a economizar energia. A estimativa é que no horário de pico haja economia de 4% a 5%, segundo a análise do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), órgão responsável pelo sistema elétrico no País

No Sudeste e Centro-Oeste, a diminuição do consumo deve chegar a 1.790 megawatts, o equivalente à demanda de uma cidade de 5 milhões de habitantes. Em todo o País devem ser economizados 2 mil MW, valor semelhante ao da redução registrada em 2007 e que resultou em economia de R$ 10 milhões.

A redução ocorre principalmente porque, durante a vigência do horário de verão, a iluminação pública começa a ser utilizada mais tarde. Há também a diminuição da necessidade de geração térmica, redução do carregamento de linhas de transmissão e maior tempo para serviços de manutenção.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;