Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região tem 3 mortes na madrugada

Vítimas foram executadas a tiros nas periferias de Mauá e São Bernardo


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

25/01/2013 | 07:00


O Grande ABC teve apenas uma noite tranquila após os cinco casos de assassinatos registrados na madrugada de terça-feira. No período noturno de ontem, novamente a região registrou casos de violência, com três pessoas executadas a tiros, desta vez em Mauá e São Bernardo.

Era por volta das 22h40 quando Miguel Ribeiro de Aguiar, 47 anos, atendia o segurança Roberto Fernandes de Araújo, 49, em seu bar, na Rua Isabel Rodrigues Fernandes, na Vila São José, periferia mauaense. Ambos acabaram mortos. A perícia contou ao todo 16 tiros disparados.

Testemunhas não souberam explicar com exatidão o ocorrido, mas algumas pessoas contam terem visto um homem descer de uma moto, entrar no estabelecimento e cobrar Araújo. Ambos discutiram e o segurança foi alvejado oito vezes, no tórax, abdômen e pernas.

Aguiar, que presenciou o ocorrido, tentou correr, mas foi atingido três vezes pelas costas quando já estava na calçada. Ele não resistiu aos ferimentos.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Seccional de Santo André. Por enquanto, não há pistas sobre os autores.

Em São Bernardo, a vítima foi Ronaldo Ferraz Consentino Júnior, 41 anos. Por volta da meia-noite, a Polícia Militar foi acionada com a informação de que tinha um homem caído na Estrada do Poney Club, no Jardim das Orquídeas.

Chegando ao local, foi encontrado Júnior, baleado três vezes no peito, perna esquerda na região da virilha e pelas costas, próximo da coluna. Apesar de haver diversos vizinhos no local, nenhum deles soube dar informações sobre o ocorrido.

O número de vítima poderia ser maior. Em Ribeirão Pires, por volta da 1h15, um ajudante de pedreiro de 32 anos caminhava pela Vila Marquesa quando um Monza verde passou atirando. Atingido na perna, o homem segue internado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região tem 3 mortes na madrugada

Vítimas foram executadas a tiros nas periferias de Mauá e São Bernardo

Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

25/01/2013 | 07:00


O Grande ABC teve apenas uma noite tranquila após os cinco casos de assassinatos registrados na madrugada de terça-feira. No período noturno de ontem, novamente a região registrou casos de violência, com três pessoas executadas a tiros, desta vez em Mauá e São Bernardo.

Era por volta das 22h40 quando Miguel Ribeiro de Aguiar, 47 anos, atendia o segurança Roberto Fernandes de Araújo, 49, em seu bar, na Rua Isabel Rodrigues Fernandes, na Vila São José, periferia mauaense. Ambos acabaram mortos. A perícia contou ao todo 16 tiros disparados.

Testemunhas não souberam explicar com exatidão o ocorrido, mas algumas pessoas contam terem visto um homem descer de uma moto, entrar no estabelecimento e cobrar Araújo. Ambos discutiram e o segurança foi alvejado oito vezes, no tórax, abdômen e pernas.

Aguiar, que presenciou o ocorrido, tentou correr, mas foi atingido três vezes pelas costas quando já estava na calçada. Ele não resistiu aos ferimentos.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Seccional de Santo André. Por enquanto, não há pistas sobre os autores.

Em São Bernardo, a vítima foi Ronaldo Ferraz Consentino Júnior, 41 anos. Por volta da meia-noite, a Polícia Militar foi acionada com a informação de que tinha um homem caído na Estrada do Poney Club, no Jardim das Orquídeas.

Chegando ao local, foi encontrado Júnior, baleado três vezes no peito, perna esquerda na região da virilha e pelas costas, próximo da coluna. Apesar de haver diversos vizinhos no local, nenhum deles soube dar informações sobre o ocorrido.

O número de vítima poderia ser maior. Em Ribeirão Pires, por volta da 1h15, um ajudante de pedreiro de 32 anos caminhava pela Vila Marquesa quando um Monza verde passou atirando. Atingido na perna, o homem segue internado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;