Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Valdivia deve ter feito último jogo

Fato é admitido pelo gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio


das Agências

07/07/2012 | 07:00


O gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, admitiu ontem que o meia Valdivia pode ter feito, na quinta-feira, a última partida com a camisa alviverde. O chileno foi expulso do primeiro jogo da final da Copa do Brasil, contra o Coritiba, vai cumprir suspensão na grande decisão, e pode não continuar no clube depois disso.

Valdivia queria deixar São Paulo depois de ser vítima, juntamente com a mulher, de sequestro relâmpago, há quase um mês. O chileno foi convencido a ficar até o fim da Copa do Brasil para, só depois, definir o seu futuro. A

competição, porém, já acabou para ele.

"Tem chance de ele (Valdivia) não ficar, claro. Mas ainda vamos conversar. Já falei que, como ele é casado, tem de ficar com a mulher e o filho. Vamos esperar essa fase final passar, para conversar depois", explicou Sampaio, lembrando que o desejo da mulher de Valdivia é não morar mais no Brasil.

Quanto à final da Copa do Brasil, Sampaio rebateu as reclamações do Coritiba sobre arbitragem e as insinuações de que o fato do Palmeiras ter o mesmo patrocinador da Copa do Brasil - a montadora coreana Kia Motors - tenha influenciado a arbitragem.

"Se patrocinador influenciasse, a gente não sofreria tanto na competição com os erros de arbitragem. Não precisamos da Kia para nada, queremos ganhar em campo", afirmou Sampaio. "Foi um jogo em que o Coritiba foi melhor no todo, tiveram o domínio, mas fomos mais precisos."

O ex-volante e hoje dirigente do Palmeiras prevê parada dura para a equipe paulista no jogo de volta, quarta-feira, no Couto Pereira. "Vamos para Coritiba sabendo das dificuldades que vamos ter em campo. Só não queremos nenhum benefício e nem um privilégio para ninguém."

Com os 2 a 0 no primeiro jogo decisivo, na Arena Barueri, o Palmeiras leva o título com outra vitória, empate, derrota por 1 a 0 ou por dois gols de diferença, desde que marque ao menos um. O Coxa tem de vencer por três de vantagem. Mesmo placar do primeiro jogo leva a disputa às penalidades.


Verdão terá reservas diante da Ponte amanhã

O Palmeiras bem que tentou não jogar no fim de semana, mas a CBF não aceitou programar a partida contra a Ponte Preta mais para frente (adiou por apenas um dia). Assim, o time será obrigado a entrar em campo amanhã, em Campinas. O torcedor, porém, deve ver formação inédita e com jogadores pouco conhecidos.

O técnico Luiz Felipe Scolari já avisou que colocará vários reservas em campo. Mais do que isso, promete dar chances a alguns jovens que nem treinam na equipe principal.

Expulso contra o Coritiba, Valdivia deve ser um dos poucos titulares. No domingo, Felipão também havia prometido time de reservas contra o Figueirense, mas surpreendeu com Barcos e Maurício Ramos, por exemplo. Desta vez, o jogo não deve ter muitas surpresas no Verdão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Valdivia deve ter feito último jogo

Fato é admitido pelo gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio

das Agências

07/07/2012 | 07:00


O gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, admitiu ontem que o meia Valdivia pode ter feito, na quinta-feira, a última partida com a camisa alviverde. O chileno foi expulso do primeiro jogo da final da Copa do Brasil, contra o Coritiba, vai cumprir suspensão na grande decisão, e pode não continuar no clube depois disso.

Valdivia queria deixar São Paulo depois de ser vítima, juntamente com a mulher, de sequestro relâmpago, há quase um mês. O chileno foi convencido a ficar até o fim da Copa do Brasil para, só depois, definir o seu futuro. A

competição, porém, já acabou para ele.

"Tem chance de ele (Valdivia) não ficar, claro. Mas ainda vamos conversar. Já falei que, como ele é casado, tem de ficar com a mulher e o filho. Vamos esperar essa fase final passar, para conversar depois", explicou Sampaio, lembrando que o desejo da mulher de Valdivia é não morar mais no Brasil.

Quanto à final da Copa do Brasil, Sampaio rebateu as reclamações do Coritiba sobre arbitragem e as insinuações de que o fato do Palmeiras ter o mesmo patrocinador da Copa do Brasil - a montadora coreana Kia Motors - tenha influenciado a arbitragem.

"Se patrocinador influenciasse, a gente não sofreria tanto na competição com os erros de arbitragem. Não precisamos da Kia para nada, queremos ganhar em campo", afirmou Sampaio. "Foi um jogo em que o Coritiba foi melhor no todo, tiveram o domínio, mas fomos mais precisos."

O ex-volante e hoje dirigente do Palmeiras prevê parada dura para a equipe paulista no jogo de volta, quarta-feira, no Couto Pereira. "Vamos para Coritiba sabendo das dificuldades que vamos ter em campo. Só não queremos nenhum benefício e nem um privilégio para ninguém."

Com os 2 a 0 no primeiro jogo decisivo, na Arena Barueri, o Palmeiras leva o título com outra vitória, empate, derrota por 1 a 0 ou por dois gols de diferença, desde que marque ao menos um. O Coxa tem de vencer por três de vantagem. Mesmo placar do primeiro jogo leva a disputa às penalidades.


Verdão terá reservas diante da Ponte amanhã

O Palmeiras bem que tentou não jogar no fim de semana, mas a CBF não aceitou programar a partida contra a Ponte Preta mais para frente (adiou por apenas um dia). Assim, o time será obrigado a entrar em campo amanhã, em Campinas. O torcedor, porém, deve ver formação inédita e com jogadores pouco conhecidos.

O técnico Luiz Felipe Scolari já avisou que colocará vários reservas em campo. Mais do que isso, promete dar chances a alguns jovens que nem treinam na equipe principal.

Expulso contra o Coritiba, Valdivia deve ser um dos poucos titulares. No domingo, Felipão também havia prometido time de reservas contra o Figueirense, mas surpreendeu com Barcos e Maurício Ramos, por exemplo. Desta vez, o jogo não deve ter muitas surpresas no Verdão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;