Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Malha aérea de verão passará a funcionar 4 dias antes do Natal



29/11/2007 | 07:31


O início do funcionamento da nova malha aérea desenhada para evitar o caos nos aeroportos durante a alta temporada atrasou de 1º para 21 de dezembro, quatro dias antes do Natal.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse quarta-feira que as empresas aéreas demoraram a entregar as propostas de remanejamento dos vôos ao Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e, por isso, não será possível fechar a nova malha no início do mês. No dia 21, também entram em vigor as medidas da Defesa para evitar tumulto nos aeroportos. O plano emergencial de verão deverá durar até 15 de março.

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) negou que tenha atrasado a entrega da proposta da nova malha aérea. Dirigentes do sindicato informaram que a documentação foi entregue há 15 dias mas. na última quinta, representantes do Decea e da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) teriam pedido uma série de “ajustes”, que variam conforme a empresa.

Quarta-feira, o ministro apresentaria ao presidente Lula um novo plano para a aviação civil e discutiria as obras prioritárias nos aeroportos, como a terceira pista do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, mas a audiência foi adiada para a próxima terça devido a problemas na agenda presidencial.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Malha aérea de verão passará a funcionar 4 dias antes do Natal


29/11/2007 | 07:31


O início do funcionamento da nova malha aérea desenhada para evitar o caos nos aeroportos durante a alta temporada atrasou de 1º para 21 de dezembro, quatro dias antes do Natal.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse quarta-feira que as empresas aéreas demoraram a entregar as propostas de remanejamento dos vôos ao Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e, por isso, não será possível fechar a nova malha no início do mês. No dia 21, também entram em vigor as medidas da Defesa para evitar tumulto nos aeroportos. O plano emergencial de verão deverá durar até 15 de março.

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) negou que tenha atrasado a entrega da proposta da nova malha aérea. Dirigentes do sindicato informaram que a documentação foi entregue há 15 dias mas. na última quinta, representantes do Decea e da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) teriam pedido uma série de “ajustes”, que variam conforme a empresa.

Quarta-feira, o ministro apresentaria ao presidente Lula um novo plano para a aviação civil e discutiria as obras prioritárias nos aeroportos, como a terceira pista do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, mas a audiência foi adiada para a próxima terça devido a problemas na agenda presidencial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;