Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Palestinos avançam na direção de um governo de unidade nacional


Da AFP

10/11/2006 | 14:42


Depois de vários meses de estancamento, o diálogo entre o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, e os islamitas do Hamas sobre um governo de unidade nacional registrou progressos e, inclusive, as duas partes teriam chegado a um acordo sobre quem será o próximo primeiro-ministro.

"As negociações e os encontros entre o presidente e eu foram frutíferas. Nós chegamos a um acordo sobre as bases da criação de um governo de unidade nacional", afirmou o primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, nesta sexta-feira durante uma oração na mesquita de Gaza.

Haniyeh também deu a entender que não será o próximo chefe de governo, confirmando informações prévias a respeito.

"Os Estados Unidos, os europeus e outros na região afirmaram que um acordo é uma coisa boa, mas não permitirá levantar o bloqueio (imposto aos palestinos) sem que mude o primeiro-ministro Haniyeh", acrescentou, falando de si mesmo na terceira pessoa.

"Se na balança, por um lado, está o bloqueio e, por outro, estou eu, devemos levantar o bloqueio e pôr fim aos sofrimentos dos palestinos", assinalou.

O porta-voz do Abbas, Nabil Abu Rudeina, também classificou o clima de diálogo muito positivo. Abbas, dirigente do movimento Fatah, manteve quatro reuniões com Haniyeh em Gaza entre segunda e quinta-feira, depois de um congelamento das reuniões durante um mês e meio.

Um sinal da aproximação entre Abbas e Hamas é que o presidente da Autoridade Palestina falou na quinta-feira por telefone com o chefe do escritório político do Hamas no exílio, Jaled Mechaal, baseado em Damasco.

Esta rara conversa telefônica aconteceu na presença de Haniyeh. "O diálogo nunca foi tão positivo", declarou Haniyeh ao término do encontro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palestinos avançam na direção de um governo de unidade nacional

Da AFP

10/11/2006 | 14:42


Depois de vários meses de estancamento, o diálogo entre o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, e os islamitas do Hamas sobre um governo de unidade nacional registrou progressos e, inclusive, as duas partes teriam chegado a um acordo sobre quem será o próximo primeiro-ministro.

"As negociações e os encontros entre o presidente e eu foram frutíferas. Nós chegamos a um acordo sobre as bases da criação de um governo de unidade nacional", afirmou o primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, nesta sexta-feira durante uma oração na mesquita de Gaza.

Haniyeh também deu a entender que não será o próximo chefe de governo, confirmando informações prévias a respeito.

"Os Estados Unidos, os europeus e outros na região afirmaram que um acordo é uma coisa boa, mas não permitirá levantar o bloqueio (imposto aos palestinos) sem que mude o primeiro-ministro Haniyeh", acrescentou, falando de si mesmo na terceira pessoa.

"Se na balança, por um lado, está o bloqueio e, por outro, estou eu, devemos levantar o bloqueio e pôr fim aos sofrimentos dos palestinos", assinalou.

O porta-voz do Abbas, Nabil Abu Rudeina, também classificou o clima de diálogo muito positivo. Abbas, dirigente do movimento Fatah, manteve quatro reuniões com Haniyeh em Gaza entre segunda e quinta-feira, depois de um congelamento das reuniões durante um mês e meio.

Um sinal da aproximação entre Abbas e Hamas é que o presidente da Autoridade Palestina falou na quinta-feira por telefone com o chefe do escritório político do Hamas no exílio, Jaled Mechaal, baseado em Damasco.

Esta rara conversa telefônica aconteceu na presença de Haniyeh. "O diálogo nunca foi tão positivo", declarou Haniyeh ao término do encontro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;