Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão é goleado e samba em Bauru


Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

17/02/2007 | 20:22


Um carnaval sem confete nem serpentina. Para o São Caetano, a festa acabou em tragédia, sábado à tarde, em Bauru. O time entrou na avenida, ou melhor, no estádio Alfredo de Castilho, para manter a vice-liderança do Campeonato Paulista. Suportou os primeiros minutos da folia, mas perdeu forças na reta final e acabou goleado pelo Noroeste por 5 a 2. O Azulão acorda neste domingo de ressaca, com os mesmos 19 pontos, mas na quarta posição.

A partida começou com o Noroeste em cima do São Caetano. Com toques rápidos, os donos da casa chegavam ao gol, mas sem pontaria. O primeiro tempo foi bastante disputado, com lances duros de ambas as equipes. O Azulão se mantinha retraído, esperando o momento certo para dar o bote no rival, que queria o primeiro gol para dar tranqüilidade.

Tecnicamente, a partida era muito ruim. O time de Bauru mostrava falta de fundamentos básicos, como passes e finalizações. O Azulão lutava para encaixar um contra-ataque certeiro com Somália e Leandro Lima. Mas não encontrou o volume suficiente, já que o meio-campo era completamente dominado pelo Noroeste.

A invencibilidade do goleiro Luiz, que já durava 482 minutos no São Caetano, acabou na finalização do meia Edno, autor do primeiro gol do Noroeste, aos 32 minutos.

O São Caetano não se abateu, foi em busca do empate. Com mobilidade, Leandro Lima cresceu na partida e, aos 43 minutos, acertou um belo chute de fora da área, fazendo 1 a 1, placar mantido até o final da etapa inicial.<EM>

O Noroeste voltou com tudo para a fase final. Vandinho desempatou aos 13 minutos em cobrança de pênalti. A resposta não demorou. Veio com o artilheiro Somália, também de pênalti, cinco minutos depois (2 a 2). Esse foi o oitavo gol do centroavante do Azulão.

E mais um gol de pênalti surgiu, novamente com Vandinho, aos 32, que recolocou o Noroeste à frente no marcador. O São Caetano perdeu completamente o rumo. Sofreu mais dois gols em menos de três minutos. O quarto, de Bruno Campos, aos 34, e o quinto, de Leandrinho, aos 35. E não houve reação.

Futuro - Depois de perder Ânderson Lima para o Coritiba, o São Caetano se prepara para receber o Palmeiras no próximo domingo, às 16h, no Anacleto Campanella, pela décima rodada do Paulistão.

A principal novidade será a volta do lateral-esquerdo Triguinho, que sábado cumpriu suspensão e não enfrentou o Noroeste em Bauru. Contra o Verdão, ele vai travar uma briga particular com Cláudio, titular sábado. O atacante Dejair se recupera de lesão e também deve estar apto na próxima rodada.

O elenco folga neste domingo e nesta segunda-feira e volta aos trabalhos na terça-feira, às 8h30, no estádio Anacleto Campanella. A principal ausência será Márcio Richardes. O meia está fora dos planos do Azulão e a caminho do Albirex Niigata, do Japão.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Azulão é goleado e samba em Bauru

Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

17/02/2007 | 20:22


Um carnaval sem confete nem serpentina. Para o São Caetano, a festa acabou em tragédia, sábado à tarde, em Bauru. O time entrou na avenida, ou melhor, no estádio Alfredo de Castilho, para manter a vice-liderança do Campeonato Paulista. Suportou os primeiros minutos da folia, mas perdeu forças na reta final e acabou goleado pelo Noroeste por 5 a 2. O Azulão acorda neste domingo de ressaca, com os mesmos 19 pontos, mas na quarta posição.

A partida começou com o Noroeste em cima do São Caetano. Com toques rápidos, os donos da casa chegavam ao gol, mas sem pontaria. O primeiro tempo foi bastante disputado, com lances duros de ambas as equipes. O Azulão se mantinha retraído, esperando o momento certo para dar o bote no rival, que queria o primeiro gol para dar tranqüilidade.

Tecnicamente, a partida era muito ruim. O time de Bauru mostrava falta de fundamentos básicos, como passes e finalizações. O Azulão lutava para encaixar um contra-ataque certeiro com Somália e Leandro Lima. Mas não encontrou o volume suficiente, já que o meio-campo era completamente dominado pelo Noroeste.

A invencibilidade do goleiro Luiz, que já durava 482 minutos no São Caetano, acabou na finalização do meia Edno, autor do primeiro gol do Noroeste, aos 32 minutos.

O São Caetano não se abateu, foi em busca do empate. Com mobilidade, Leandro Lima cresceu na partida e, aos 43 minutos, acertou um belo chute de fora da área, fazendo 1 a 1, placar mantido até o final da etapa inicial.<EM>

O Noroeste voltou com tudo para a fase final. Vandinho desempatou aos 13 minutos em cobrança de pênalti. A resposta não demorou. Veio com o artilheiro Somália, também de pênalti, cinco minutos depois (2 a 2). Esse foi o oitavo gol do centroavante do Azulão.

E mais um gol de pênalti surgiu, novamente com Vandinho, aos 32, que recolocou o Noroeste à frente no marcador. O São Caetano perdeu completamente o rumo. Sofreu mais dois gols em menos de três minutos. O quarto, de Bruno Campos, aos 34, e o quinto, de Leandrinho, aos 35. E não houve reação.

Futuro - Depois de perder Ânderson Lima para o Coritiba, o São Caetano se prepara para receber o Palmeiras no próximo domingo, às 16h, no Anacleto Campanella, pela décima rodada do Paulistão.

A principal novidade será a volta do lateral-esquerdo Triguinho, que sábado cumpriu suspensão e não enfrentou o Noroeste em Bauru. Contra o Verdão, ele vai travar uma briga particular com Cláudio, titular sábado. O atacante Dejair se recupera de lesão e também deve estar apto na próxima rodada.

O elenco folga neste domingo e nesta segunda-feira e volta aos trabalhos na terça-feira, às 8h30, no estádio Anacleto Campanella. A principal ausência será Márcio Richardes. O meia está fora dos planos do Azulão e a caminho do Albirex Niigata, do Japão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;