Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Presas agridem mulher que matou os filhos com serra elétrica


Do Diário OnLine

10/11/2006 | 11:31


A dona de casa Elisângela Rosa Camargo, 25 anos, acusada de matar os dois filhos com uma serra elétrica na cidade de Jundiaí, foi agredida por outras presas na cadeia em que estava detida, na cidade de Itupeva, interior de São Paulo.

Elesângela estava sozinha em uma cela, mas quando o carcereiro foi levar o café da manhã pelo menos quatro detentas empurraram o funcionário e invadiram a cela. A dona de casa teve ferimentos leves.

Devido à agressão, Elisângela foi transferida para a cadeia pública de Bom Jesus dos Perdões, também no interior do Estado, onde ficará em isolamento.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) já solicitou a transferência da acusada para algum CDP (Centro de Detenção Provisória) da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária).

Crime -  O assassinato ocorreu por volta de 15h desta terça-feira, na casa da família. Ao chegar do trabalho no fim da tarde, o pai das crianças, Gilmar de Paula Oliveira, encontrou o filho de 6 anos degolado, no chão do quarto do casal. A filha de 1 ano e 7 meses estava sobre a cama, com um grande ferimento no pescoço.

Elisângela desapareceu de casa após o horário do crime, e na residência os policiais encontraram apenas o título de eleitor da mãe das crianças, o que levou a polícia a acreditar que ela seria a autora do assassinato.

Presa em Bauru, nesta quarta-feira, a dona de casa confessou o crime.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Presas agridem mulher que matou os filhos com serra elétrica

Do Diário OnLine

10/11/2006 | 11:31


A dona de casa Elisângela Rosa Camargo, 25 anos, acusada de matar os dois filhos com uma serra elétrica na cidade de Jundiaí, foi agredida por outras presas na cadeia em que estava detida, na cidade de Itupeva, interior de São Paulo.

Elesângela estava sozinha em uma cela, mas quando o carcereiro foi levar o café da manhã pelo menos quatro detentas empurraram o funcionário e invadiram a cela. A dona de casa teve ferimentos leves.

Devido à agressão, Elisângela foi transferida para a cadeia pública de Bom Jesus dos Perdões, também no interior do Estado, onde ficará em isolamento.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) já solicitou a transferência da acusada para algum CDP (Centro de Detenção Provisória) da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária).

Crime -  O assassinato ocorreu por volta de 15h desta terça-feira, na casa da família. Ao chegar do trabalho no fim da tarde, o pai das crianças, Gilmar de Paula Oliveira, encontrou o filho de 6 anos degolado, no chão do quarto do casal. A filha de 1 ano e 7 meses estava sobre a cama, com um grande ferimento no pescoço.

Elisângela desapareceu de casa após o horário do crime, e na residência os policiais encontraram apenas o título de eleitor da mãe das crianças, o que levou a polícia a acreditar que ela seria a autora do assassinato.

Presa em Bauru, nesta quarta-feira, a dona de casa confessou o crime.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;