Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Canal pago investiga fatos da atualidade


Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

19/07/2006 | 08:32


Com uma respeitável tradição na exibição de documentários, o Discovery Channel estréia dia 26, em toda a América Latina, a série Discovery Hoje. Trata-se de um programa que mostrará documentários produzidos em todo o mundo e que têm como foco fatos e assuntos relevantes da atualidade.

“Esse é um dos projetos mais importantes do Discovery deste ano. O objetivo da atração é aprofundar temas atuais numa programação de alta qualidade”, afirmou Vera Buzanello, responsável pelas distribuição da Rede Discovery Networks Latin America/Iberia durante coletiva de imprensa ocorrida ontem em São Paulo.

O Discovery Hoje, que vai ao ar todas as quartas-feiras, a partir das 22h, trará ao telespectador uma seleção de produções internacionais e locais que discutirão ciência, história, meio-ambiente e saúde, entre outros temas.

Segundo Peter Weil, responsável pelo conteúdo da rede, a novidade foi viabilizada porque há uma demanda de público para a análise mais aprofundada de assuntos atuais. “Percebemos que produções relevantes sobre a atualidade, como quando fizemos algo sobre o 11 de Setembro, tinham muita audiência. O Discovery Hoje não é um programa de notícias e nem uma atração política. Vamos mostrar documentários do mundo todo, mas com base em tópicos atuais”, afirmou.

E a novidade começa com uma produção que enfoca a descoberta da tumba KV63, no Egito, a primeira encontrada no local desde 1922. KV 63 – Descoberta no Vale dos Reis mostra com exclusividade o trabalho dos arqueólogos e revela uma série de achados sobre a 18ª dinastia dos faraós egípcios.

No segundo episódio da série, Perfil de um Terrorista fará uma análise do perfil psicológico de quatro terroristas suicidas, os responsáveis pelos ataques a Londres, em julho de 2005.

Brasil – Considerado um importante mercado para o canal, o Brasil estará presente na lista de países a integrar a pauta do Discovery Hoje. No dia 9 de agosto será exibido o documentário Rebelião de Tubarões, produção dirigida pelo mergulhador e cinegrafista submarino Lawrence Wahba e que enfoca os recentes ataques de tubarões a surfistas e banhistas nas praias do Recife. Ao lado do biólogo e especialista em tubarões Otto Gadig, Wahba tenta elucidar as causas que fazem com que os tubarões se mostrem tão agressivos.

Filmado de abril a dezembro de 2005, o documentário faz importantes revelações sobre os ataques ocorridos no nordeste brasileiro. Por meio de entrevistas, muita pesquisa e doses exageradas de coragem – ao lado de sua equipe, Wahba filmou os perigosos tubarões-tigre nas Bahamas e ainda fez imagens noturnas dos animais –, Rebelião de Tubarões tenta acabar com o mito de que os tubarões são devoradores de carne humana e que os ataques só ocorrem em função de consideráveis mudanças no ecossistema destes animais devido à interferência dos humanos.

Por meio de 12 entrevistas, com vítimas, mergulhadores e cientistas, os telespectadores tomarão conhecimento de informações que ajudam a entender a razão dos ataques.

Alguns depoimentos são curiosos. Por exemplo, aquele que informa que há anos, um matadouro funcionou às margens do rio Jaboatão (Recife) e litros de sangue eram despejados diariamente no mar. Os vestígios de sangue, algo que ninguém pensava à época, certamente atraía os tubarões.

 


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Canal pago investiga fatos da atualidade

Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

19/07/2006 | 08:32


Com uma respeitável tradição na exibição de documentários, o Discovery Channel estréia dia 26, em toda a América Latina, a série Discovery Hoje. Trata-se de um programa que mostrará documentários produzidos em todo o mundo e que têm como foco fatos e assuntos relevantes da atualidade.

“Esse é um dos projetos mais importantes do Discovery deste ano. O objetivo da atração é aprofundar temas atuais numa programação de alta qualidade”, afirmou Vera Buzanello, responsável pelas distribuição da Rede Discovery Networks Latin America/Iberia durante coletiva de imprensa ocorrida ontem em São Paulo.

O Discovery Hoje, que vai ao ar todas as quartas-feiras, a partir das 22h, trará ao telespectador uma seleção de produções internacionais e locais que discutirão ciência, história, meio-ambiente e saúde, entre outros temas.

Segundo Peter Weil, responsável pelo conteúdo da rede, a novidade foi viabilizada porque há uma demanda de público para a análise mais aprofundada de assuntos atuais. “Percebemos que produções relevantes sobre a atualidade, como quando fizemos algo sobre o 11 de Setembro, tinham muita audiência. O Discovery Hoje não é um programa de notícias e nem uma atração política. Vamos mostrar documentários do mundo todo, mas com base em tópicos atuais”, afirmou.

E a novidade começa com uma produção que enfoca a descoberta da tumba KV63, no Egito, a primeira encontrada no local desde 1922. KV 63 – Descoberta no Vale dos Reis mostra com exclusividade o trabalho dos arqueólogos e revela uma série de achados sobre a 18ª dinastia dos faraós egípcios.

No segundo episódio da série, Perfil de um Terrorista fará uma análise do perfil psicológico de quatro terroristas suicidas, os responsáveis pelos ataques a Londres, em julho de 2005.

Brasil – Considerado um importante mercado para o canal, o Brasil estará presente na lista de países a integrar a pauta do Discovery Hoje. No dia 9 de agosto será exibido o documentário Rebelião de Tubarões, produção dirigida pelo mergulhador e cinegrafista submarino Lawrence Wahba e que enfoca os recentes ataques de tubarões a surfistas e banhistas nas praias do Recife. Ao lado do biólogo e especialista em tubarões Otto Gadig, Wahba tenta elucidar as causas que fazem com que os tubarões se mostrem tão agressivos.

Filmado de abril a dezembro de 2005, o documentário faz importantes revelações sobre os ataques ocorridos no nordeste brasileiro. Por meio de entrevistas, muita pesquisa e doses exageradas de coragem – ao lado de sua equipe, Wahba filmou os perigosos tubarões-tigre nas Bahamas e ainda fez imagens noturnas dos animais –, Rebelião de Tubarões tenta acabar com o mito de que os tubarões são devoradores de carne humana e que os ataques só ocorrem em função de consideráveis mudanças no ecossistema destes animais devido à interferência dos humanos.

Por meio de 12 entrevistas, com vítimas, mergulhadores e cientistas, os telespectadores tomarão conhecimento de informações que ajudam a entender a razão dos ataques.

Alguns depoimentos são curiosos. Por exemplo, aquele que informa que há anos, um matadouro funcionou às margens do rio Jaboatão (Recife) e litros de sangue eram despejados diariamente no mar. Os vestígios de sangue, algo que ninguém pensava à época, certamente atraía os tubarões.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;