Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

MP investiga assoreamento de braço da represa Billings


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

19/07/2006 | 07:37


O Conseg (Conselho Municipal de Segurança) de São Bernardo denunciou ao Ministério Público do Meio Ambiente o assoreamento de uma das margens da represa Billings na altura do número 7.000 da estrada do Rio Acima, no bairro Capivari, região do Tatetos. O assoreamento foi causado pelas obras de terraplanagem em uma área de 266 mil m² pertencente à Associação dos Missionários Imaculada Padre Kolbe. No local será construído um centro de assistência social para comunidades carentes.

A Polícia Florestal fiscalizou nesta terça-feira o local a pedido da Promotoria do Meio Ambiente, mas não adiantou, porém, que providências serão tomadas porque nenhum responsável pela obra foi encontrado na área.

A Associação tem licença da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e aguarda agora autorização da Prefeitura para dar início às obras. "Já estamos providenciando a planta da obra", garantiu Stefano Pratellini, responsável pelo empreendimento.

O secretário de Habitação e Meio Ambiente de São Bernardo, Ademir Silvestre, admitiu o assoreamento. "Mandamos fiscais lá na semana passada por causa da denúncia e eles vão ter que remover terra."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

MP investiga assoreamento de braço da represa Billings

Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

19/07/2006 | 07:37


O Conseg (Conselho Municipal de Segurança) de São Bernardo denunciou ao Ministério Público do Meio Ambiente o assoreamento de uma das margens da represa Billings na altura do número 7.000 da estrada do Rio Acima, no bairro Capivari, região do Tatetos. O assoreamento foi causado pelas obras de terraplanagem em uma área de 266 mil m² pertencente à Associação dos Missionários Imaculada Padre Kolbe. No local será construído um centro de assistência social para comunidades carentes.

A Polícia Florestal fiscalizou nesta terça-feira o local a pedido da Promotoria do Meio Ambiente, mas não adiantou, porém, que providências serão tomadas porque nenhum responsável pela obra foi encontrado na área.

A Associação tem licença da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e aguarda agora autorização da Prefeitura para dar início às obras. "Já estamos providenciando a planta da obra", garantiu Stefano Pratellini, responsável pelo empreendimento.

O secretário de Habitação e Meio Ambiente de São Bernardo, Ademir Silvestre, admitiu o assoreamento. "Mandamos fiscais lá na semana passada por causa da denúncia e eles vão ter que remover terra."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;