Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá Plaza tem segurança ciclista


Gabriel Batista
Do Diário do Grande ABC

28/11/2005 | 08:13


As novidades no universo dos aparatos de segurança espalhados por shoppings e grandes supermercados são o uso de bicicleta nas rondas internas no Mauá Plaza Shopping e monitoramento à distância na Coop – controlado por uma central localizada fora das lojas da rede. Os principais shoppings da região aumentam em 15%, em média, o investimento em segurança nos meses de novembro e dezembro. Atualmente, o recurso mais utilizado pelos shoppings são as câmeras de monitoramento, que estão por toda parte, de forma discreta ou ostensiva.

Nas ruas, a Polícia Militar vai iniciar a Operação Papai Noel nesta semana, embora ainda sem dia exato marcado. O efetivo da PM nas ruas do Grande ABC aumentará de 25% a 30% até o Natal, com concentração nos centros comerciais. Haverá rondas de policiais com viaturas, motocicletas e a pé nas áreas de calçadão e pontos do comércio.

A direção da PM no Grande ABC informou que também pedirá reforço a unidades de elite da polícia, como a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e ao helicóptero Águia, principalmente às terças, quartas e quintas-feiras, dias tidos pela polícia como recordistas em furtos e roubos. A operação funcionará das 10h às 18h, e será esticada até as 22h quando o comércio ficar aberto até esse horário.


Bicicleta – A gerência de Segurança do Mauá Plaza Shopping, em Mauá, resolveu apostar nas rondas com bicicleta há cerca de três meses. O gerente de Segurança do shopping, Raul Sacchi, diz que a vantagem da bicicleta sobre a moto é não fazer barulho. Assim, o ciclista-segurança pode chegar e observar discretamente ações suspeitas no estacionamento do Mauá Plaza. “A função do ciclista é observar e avisar o restante da segurança, e não atuar (entrar em confronto)”, diz Sacchi.

A partir de quinta-feira (1º de dezembro), o Mauá Plaza Shopping vai reforçar o número de seguranças sobre suas rodas. Passará de uma para três bicicletas, e de uma para duas motos. Até agora, o shopping de Mauá é o único da região que utiliza bicicleta.


Monitoramento – A rede de supermercados Coop, com 22 lojas (16 no Grande ABC), gastou R$ 3 milhões neste ano com o setor de segurança, recorde da empresa nessa áreas. Em outubro, montou uma base de monitoramento à distância, que consiste em uma central que capita imagens e alarmes de todas as lojas da rede, e assim pode acionar externamente a polícia em caso de assalto a uma unidade. “Estamos preocupados com a questão da segurança, e apostamos mais no uso de tecnologia eletrônica”, diz o chefe do setor de Prevenção de Perdas da Coop, Ricardo Miranda.

A base, localizada a uma certa distância de cada loja, funciona 24 horas por dia e conta com 15 agentes. Segundo Miranda, da Prevenção de Perdas, o monitoramento externo evitou dois roubos na loja da Coop da avenida Pereira Barreto, em Santo André.

Recomendações da Polícia Militar para diminuir riscos de furto, assalto e golpe

- Não perca de vista seus cartões de crédito e débito no momento da compra


- Se for de carro ao comércio, pare em estacionamento regularizado.


- Mas, de preferência, utilize transporte coletivo


- Não utilize talão de cheques cheio. Vá às lojas com não mais de duas folhas no talão


- Evite pendurar bolsas ou pochetes no ombro, deixe rente à parte da frente do corpo


- Nas lojas populares, muito cuidado com pessoas que tentam distrair sua atenção


- Evite pessoas solícitas em demasia dentro de shoppings e grandes lojas


- Não se deixe levar por vantagens fáceis. Suspeite dos preços desmedidos (ex.: bicicleta por R$ 20)


- Compre o que está vendo, e não algo que vá retirar na porta do lado


- Peça nota fiscal


- Evite carregar muitas sacolas de uma vez. Faça as compras aos poucos, em dias diferentes


- Não permaneça em locais de multidão


- Não compre em comércio informal (camelôs irregulares)

Aparatos de segurança

Como shoppings, supermercados, polícia e guardas municipais se prepararam para garantir

sossego ao consumidor

Polícia Militar – o número de policiais na rua vai aumentar de 25% a 30%, com concentração nos pontos comerciais. Haverá vistorias em estacionamentos de shoppings, e rondas a pé, com viaturas e motos no comércio. Apoio de unidades de elite da PM, como a Rota, a do helicóptero Águia

Shopping ABC – câmeras, agentes de segurança, alarmes, sensores de presença, motos, viaturas e registros fotográficos. Aumento de 15% no investimento em segurança na época de compras de Natal

Shopping ABC Plaza – câmeras reais e falsas, alarmes, sensores, motos, viaturas, agentes a pé. Acréscimo de 12% a 15% com pessoal e automóveis

Shopping Metrópole – câmeras, agentes de segurança, motocicletas e viaturas. Acréscimo de 15% em segurança no período antecedente ao Natal

Mauá Plaza Shopping – palestras mensais a lojistas, câmeras, alarmes, viaturas, motos, bicicletas e agentes a pé. Os recursos da segurança são aumentados em 10% nos meses de novembro e dezembro

Carrefour – há câmeras internas e externas nas lojas, e sistemas de vigilância nas mercadorias, que impossibilita retirada dos produtos sem remoção do chip de segurança. A vigilância é planejada para períodos de pico e, por isso, não muda no fim de ano 

Pão de Açúcar – o grupo não revela informações sobre segurança por questão de estratégia

Coop – investiu neste ano cerca de R$ 3 milhões em segurança nas 22 lojas da rede, o recorde da Coop no setor. Há câmeras em todas as lojas, com sala de monitoramento local e à  distância, em uma central fora das unidades. Média de 16 agentes de segurança em cada loja

Guarda de Santo André – não terá atividades especiais de fim de ano

Guarda de São Bernardo – intensificar presença em áreas comerciais dos bairros Rudge Ramos, Centro, Baeta Neves, Taboão, Riacho Grande, Planalto e Paulicéia. Distribuirá dicas de auto-proteção, contará com 45 guardas a pé, 40 em carros e 10 em motos. Alcance da rede do HT (rádio comunicador) ampliado para toda a cidade, inclusive Riacho Grande

Guarda de S.Caetano – Não informado

Guarda de Diadema – Não informado

Guarda de Mauá – Dez motocicletas farão rondas das 10h às 23h nos principais pontos comerciais da cidade. Seis viaturas serão deslocadas da ronda escolar para o comércio, e 16 duplas de guardas circularão pelas áreas comerciais. Cinco câmeras monitoram vias movimentadas



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauá Plaza tem segurança ciclista

Gabriel Batista
Do Diário do Grande ABC

28/11/2005 | 08:13


As novidades no universo dos aparatos de segurança espalhados por shoppings e grandes supermercados são o uso de bicicleta nas rondas internas no Mauá Plaza Shopping e monitoramento à distância na Coop – controlado por uma central localizada fora das lojas da rede. Os principais shoppings da região aumentam em 15%, em média, o investimento em segurança nos meses de novembro e dezembro. Atualmente, o recurso mais utilizado pelos shoppings são as câmeras de monitoramento, que estão por toda parte, de forma discreta ou ostensiva.

Nas ruas, a Polícia Militar vai iniciar a Operação Papai Noel nesta semana, embora ainda sem dia exato marcado. O efetivo da PM nas ruas do Grande ABC aumentará de 25% a 30% até o Natal, com concentração nos centros comerciais. Haverá rondas de policiais com viaturas, motocicletas e a pé nas áreas de calçadão e pontos do comércio.

A direção da PM no Grande ABC informou que também pedirá reforço a unidades de elite da polícia, como a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e ao helicóptero Águia, principalmente às terças, quartas e quintas-feiras, dias tidos pela polícia como recordistas em furtos e roubos. A operação funcionará das 10h às 18h, e será esticada até as 22h quando o comércio ficar aberto até esse horário.


Bicicleta – A gerência de Segurança do Mauá Plaza Shopping, em Mauá, resolveu apostar nas rondas com bicicleta há cerca de três meses. O gerente de Segurança do shopping, Raul Sacchi, diz que a vantagem da bicicleta sobre a moto é não fazer barulho. Assim, o ciclista-segurança pode chegar e observar discretamente ações suspeitas no estacionamento do Mauá Plaza. “A função do ciclista é observar e avisar o restante da segurança, e não atuar (entrar em confronto)”, diz Sacchi.

A partir de quinta-feira (1º de dezembro), o Mauá Plaza Shopping vai reforçar o número de seguranças sobre suas rodas. Passará de uma para três bicicletas, e de uma para duas motos. Até agora, o shopping de Mauá é o único da região que utiliza bicicleta.


Monitoramento – A rede de supermercados Coop, com 22 lojas (16 no Grande ABC), gastou R$ 3 milhões neste ano com o setor de segurança, recorde da empresa nessa áreas. Em outubro, montou uma base de monitoramento à distância, que consiste em uma central que capita imagens e alarmes de todas as lojas da rede, e assim pode acionar externamente a polícia em caso de assalto a uma unidade. “Estamos preocupados com a questão da segurança, e apostamos mais no uso de tecnologia eletrônica”, diz o chefe do setor de Prevenção de Perdas da Coop, Ricardo Miranda.

A base, localizada a uma certa distância de cada loja, funciona 24 horas por dia e conta com 15 agentes. Segundo Miranda, da Prevenção de Perdas, o monitoramento externo evitou dois roubos na loja da Coop da avenida Pereira Barreto, em Santo André.

Recomendações da Polícia Militar para diminuir riscos de furto, assalto e golpe

- Não perca de vista seus cartões de crédito e débito no momento da compra


- Se for de carro ao comércio, pare em estacionamento regularizado.


- Mas, de preferência, utilize transporte coletivo


- Não utilize talão de cheques cheio. Vá às lojas com não mais de duas folhas no talão


- Evite pendurar bolsas ou pochetes no ombro, deixe rente à parte da frente do corpo


- Nas lojas populares, muito cuidado com pessoas que tentam distrair sua atenção


- Evite pessoas solícitas em demasia dentro de shoppings e grandes lojas


- Não se deixe levar por vantagens fáceis. Suspeite dos preços desmedidos (ex.: bicicleta por R$ 20)


- Compre o que está vendo, e não algo que vá retirar na porta do lado


- Peça nota fiscal


- Evite carregar muitas sacolas de uma vez. Faça as compras aos poucos, em dias diferentes


- Não permaneça em locais de multidão


- Não compre em comércio informal (camelôs irregulares)

Aparatos de segurança

Como shoppings, supermercados, polícia e guardas municipais se prepararam para garantir

sossego ao consumidor

Polícia Militar – o número de policiais na rua vai aumentar de 25% a 30%, com concentração nos pontos comerciais. Haverá vistorias em estacionamentos de shoppings, e rondas a pé, com viaturas e motos no comércio. Apoio de unidades de elite da PM, como a Rota, a do helicóptero Águia

Shopping ABC – câmeras, agentes de segurança, alarmes, sensores de presença, motos, viaturas e registros fotográficos. Aumento de 15% no investimento em segurança na época de compras de Natal

Shopping ABC Plaza – câmeras reais e falsas, alarmes, sensores, motos, viaturas, agentes a pé. Acréscimo de 12% a 15% com pessoal e automóveis

Shopping Metrópole – câmeras, agentes de segurança, motocicletas e viaturas. Acréscimo de 15% em segurança no período antecedente ao Natal

Mauá Plaza Shopping – palestras mensais a lojistas, câmeras, alarmes, viaturas, motos, bicicletas e agentes a pé. Os recursos da segurança são aumentados em 10% nos meses de novembro e dezembro

Carrefour – há câmeras internas e externas nas lojas, e sistemas de vigilância nas mercadorias, que impossibilita retirada dos produtos sem remoção do chip de segurança. A vigilância é planejada para períodos de pico e, por isso, não muda no fim de ano 

Pão de Açúcar – o grupo não revela informações sobre segurança por questão de estratégia

Coop – investiu neste ano cerca de R$ 3 milhões em segurança nas 22 lojas da rede, o recorde da Coop no setor. Há câmeras em todas as lojas, com sala de monitoramento local e à  distância, em uma central fora das unidades. Média de 16 agentes de segurança em cada loja

Guarda de Santo André – não terá atividades especiais de fim de ano

Guarda de São Bernardo – intensificar presença em áreas comerciais dos bairros Rudge Ramos, Centro, Baeta Neves, Taboão, Riacho Grande, Planalto e Paulicéia. Distribuirá dicas de auto-proteção, contará com 45 guardas a pé, 40 em carros e 10 em motos. Alcance da rede do HT (rádio comunicador) ampliado para toda a cidade, inclusive Riacho Grande

Guarda de S.Caetano – Não informado

Guarda de Diadema – Não informado

Guarda de Mauá – Dez motocicletas farão rondas das 10h às 23h nos principais pontos comerciais da cidade. Seis viaturas serão deslocadas da ronda escolar para o comércio, e 16 duplas de guardas circularão pelas áreas comerciais. Cinco câmeras monitoram vias movimentadas

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;