Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo ganha unidade do Tribunal Arbitral


Do Diário OnLine
Com Agências

06/04/2005 | 13:05


Uma unidade do Tasp (Tribunal Arbitral de São Paulo) será inaugurada nesta quarta-feira em São Bernardo. Será o primeiro tribunal privado do Grande ABC e ficará na rua Dois de Outubro, 122, Vila Aurora.           

Por não se tratar de um órgão do Poder Judiciário, o Tasp não poderá receber ações de natureza penal ou tributária. Ele funcionará como uma opção para a solução de assuntos relativos ao direito patrimonial, como problemas de aluguel, compra e venda de imóveis, ações de defesa do consumidor, problemas com contratos, condomínios e outros.

Os tribunais arbitrais são formados por advogados e técnicos de outras áreas, como engenheiros, médicos, professores e psicólogos. De acordo com a natureza do processo a ser julgado, as partes escolhem os árbitros que irão atuar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo ganha unidade do Tribunal Arbitral

Do Diário OnLine
Com Agências

06/04/2005 | 13:05


Uma unidade do Tasp (Tribunal Arbitral de São Paulo) será inaugurada nesta quarta-feira em São Bernardo. Será o primeiro tribunal privado do Grande ABC e ficará na rua Dois de Outubro, 122, Vila Aurora.           

Por não se tratar de um órgão do Poder Judiciário, o Tasp não poderá receber ações de natureza penal ou tributária. Ele funcionará como uma opção para a solução de assuntos relativos ao direito patrimonial, como problemas de aluguel, compra e venda de imóveis, ações de defesa do consumidor, problemas com contratos, condomínios e outros.

Os tribunais arbitrais são formados por advogados e técnicos de outras áreas, como engenheiros, médicos, professores e psicólogos. De acordo com a natureza do processo a ser julgado, as partes escolhem os árbitros que irão atuar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;