Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pane em radar em Minas Gerais complica tráfego aéreo



17/06/2007 | 07:28


Uma pane no radar da Aeronáutica em Três Marias em Minas Gerais, tumultuou ainda mais o tráfego aéreo no País. Sábado, durante o dia, técnicos da Aeronáutica ainda tentavam reparar o aparelho. Não havia previsão de quando o radar voltaria a funcionar. Enquanto isso, a comunicação passou a ser feita somente por rádio. Por medida de segurança, informou a Aeronáutica, houve maior intervalo entre uma decolagem e outra.

No meio da manhã de sábado, os vôos entre o aeroporto de Congonhas e Brasília foram suspensos por 25 minutos. Antes da suspensão, foi feita uma operação de seqüenciamento de vôos, com intervalos que variavam, no primeiro estágio, de 30 a 30 minutos.

Já a Infraero atribuiu problemas ao forte nevoeiro que atingiu a região de São Paulo. Os aeroportos de Congonhas e de Guarulhos tiveram de ser fechados e, durante 40 minutos no período da manhã, o desembarque teve de ser desviado para o Aeroporto de Viracopos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pane em radar em Minas Gerais complica tráfego aéreo


17/06/2007 | 07:28


Uma pane no radar da Aeronáutica em Três Marias em Minas Gerais, tumultuou ainda mais o tráfego aéreo no País. Sábado, durante o dia, técnicos da Aeronáutica ainda tentavam reparar o aparelho. Não havia previsão de quando o radar voltaria a funcionar. Enquanto isso, a comunicação passou a ser feita somente por rádio. Por medida de segurança, informou a Aeronáutica, houve maior intervalo entre uma decolagem e outra.

No meio da manhã de sábado, os vôos entre o aeroporto de Congonhas e Brasília foram suspensos por 25 minutos. Antes da suspensão, foi feita uma operação de seqüenciamento de vôos, com intervalos que variavam, no primeiro estágio, de 30 a 30 minutos.

Já a Infraero atribuiu problemas ao forte nevoeiro que atingiu a região de São Paulo. Os aeroportos de Congonhas e de Guarulhos tiveram de ser fechados e, durante 40 minutos no período da manhã, o desembarque teve de ser desviado para o Aeroporto de Viracopos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;