Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Idosa acumula lixo também em casa do Guarujá



19/07/2006 | 08:09


Uma casa no bairro do Guaiúba, no Guarujá, Litoral Sul de São Paulo, distoa completamente dos imóveis vizinhos, todos muito bem arrumados e cuidados, mesmo fora da temporada. É a casa de Violeta Martinez Rodrigues, 79 anos. Ela é proprietária do sobrado situado no Itaim Bibi, em São Paulo, do qual a administração regional da prefeitura recolheu, no dia 9 deste mês, 250 toneladas de lixo acumuladas por Violeta durante 20 anos.

Assim como a casa de São Paulo, o imóvel situado na esquina das ruas Ariovaldo Reis e Jerônimo Lopes Agriachama atenção pela quantidade de entulho espalhado pelo quintal. São restos de automóveis, madeiras, peças de motocicletas e até um caiaque.

De acordo com a vizinha Quitéria Maria de Carvalho, que mora na Jerônimo Lopes Agria há 12 anos, a casa de Violeta sempre foi daquele jeito: “Uma imundície, cheia de mato e de tranqueira por todo o quintal”. Ela conta que muita gente já reclamou da sujeira mas dona Violeta, como é conhecida no bairro, sempre respondeu áspera: “A casa é minha e quem manda aqui sou eu”.

Quitéria também afirma que, desde a última sexta-feira, há uma movimentação grande no sobrado para a retirada de entulho, mato, madeiras e restos de construção, entre outros objetos amontoados no entorno da casa. No entanto, o filho da idosa, João Martinez Rodrigues, que mora na casa do Guaiúba, nega que o local tenha se transformado em depósito de lixo e que o entulho amontoado na frente da casa seja proveniente do seu quintal. “Todo mundo joga lixo aqui na beira do canal, para que a prefeitura venha recolher mais tarde.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Idosa acumula lixo também em casa do Guarujá


19/07/2006 | 08:09


Uma casa no bairro do Guaiúba, no Guarujá, Litoral Sul de São Paulo, distoa completamente dos imóveis vizinhos, todos muito bem arrumados e cuidados, mesmo fora da temporada. É a casa de Violeta Martinez Rodrigues, 79 anos. Ela é proprietária do sobrado situado no Itaim Bibi, em São Paulo, do qual a administração regional da prefeitura recolheu, no dia 9 deste mês, 250 toneladas de lixo acumuladas por Violeta durante 20 anos.

Assim como a casa de São Paulo, o imóvel situado na esquina das ruas Ariovaldo Reis e Jerônimo Lopes Agriachama atenção pela quantidade de entulho espalhado pelo quintal. São restos de automóveis, madeiras, peças de motocicletas e até um caiaque.

De acordo com a vizinha Quitéria Maria de Carvalho, que mora na Jerônimo Lopes Agria há 12 anos, a casa de Violeta sempre foi daquele jeito: “Uma imundície, cheia de mato e de tranqueira por todo o quintal”. Ela conta que muita gente já reclamou da sujeira mas dona Violeta, como é conhecida no bairro, sempre respondeu áspera: “A casa é minha e quem manda aqui sou eu”.

Quitéria também afirma que, desde a última sexta-feira, há uma movimentação grande no sobrado para a retirada de entulho, mato, madeiras e restos de construção, entre outros objetos amontoados no entorno da casa. No entanto, o filho da idosa, João Martinez Rodrigues, que mora na casa do Guaiúba, nega que o local tenha se transformado em depósito de lixo e que o entulho amontoado na frente da casa seja proveniente do seu quintal. “Todo mundo joga lixo aqui na beira do canal, para que a prefeitura venha recolher mais tarde.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;