Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Teoria da conspiração

Que no meio político as armações e os planos mirabolantes estão sempre sendo planejados, ninguém tem dúvida.


Do Diário do Grande ABC

10/05/2012 | 00:00


Que no meio político as armações e os planos mirabolantes estão sempre sendo planejados, ninguém tem dúvida. Mas uma questão pontual tem intrigado os aliados do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). Na semana passada, a cidade foi palco de alguns congestionamentos, principalmente na região central, nas avenidas Lions, Lucas Nogueira Garcez, Faria Lima, Pereira Barreto, dentre outras. O trânsito foi realmente acima do normal nesses locais, principalmente na quarta e quinta-feira. Mas, para os governistas, não foi apenas estranho. Muitos comentaram nos bastidores, mais contidos, mas o secretário de Governo, Maurício Soares (PT), afirmou mais enfaticamente que a complicação no tráfego muito provavelmente foi proposital. O petista sugeriu que supostamente trata-se de uma conspiração armada para prejudicar o governo. Caminhões teriam sido parados nas vias simulando problemas mecânicos. Assim, a fila de carros seria inevitável. O culpado? Marinho. Maurício não citou nomes e evitou acusações diretas, mas está com a pulga atrás da orelha. O assunto também está sendo disseminado, além das rodas de conversas, nas redes sociais na internet. Quem não tem uma teoria da conspiração para defender, não é?

Vira-casaca

Em famosa padaria de São Bernardo, alguns tucanos demonstraram insatisfação com a indicação do PSDB para a vice do deputado estadual Alex Manente na empreitada rumo ao Paço. Uns disseram que votarão em branco, outros no prefeito Luiz Marinho (PT), que tentará a reeleição, para o pleito acabar no primeiro turno. O cenário continua agitado na oposição e o deputado estadual Orlando Morando (PSDB), favorável à candidatura do PSDB, continua em silêncio.

Agenda

O ex-presidente Lula entrará de cabeça na campanha do pré-candidato ao Paço de Santo André pelo PT, Carlos Grana, em junho. Eles se encontraram ontem, no Instituto de Cidadania, em São Paulo. "É claro que essa chance agrega valor político significativo", analisou Grana, que esteve acompanhado do comandante do diretório municipal, Luiz Turco.

Quem salva quem?

Dirigentes do PSDC de Mauá, ligados ao vereador Professor Betinho, descartam qualquer coligação com o PR, de Diniz Lopes. Ventilou-se na Câmara que o democrata-cristão teria dificuldade na chapa proporcional de atingir o quociente eleitoral e corria o risco de não se reeleger, caso seu partido não fizesse a parceria. Dirigentes do PSDC dizem que, se houvesse conversa com o PR, "seríamos nós que salvaríamos ele (Diniz), pois nossa chapa está bem mais forte que a deles". Agora, o diálogo estaria aberto com o PMDB.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Teoria da conspiração

Que no meio político as armações e os planos mirabolantes estão sempre sendo planejados, ninguém tem dúvida.

Do Diário do Grande ABC

10/05/2012 | 00:00


Que no meio político as armações e os planos mirabolantes estão sempre sendo planejados, ninguém tem dúvida. Mas uma questão pontual tem intrigado os aliados do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). Na semana passada, a cidade foi palco de alguns congestionamentos, principalmente na região central, nas avenidas Lions, Lucas Nogueira Garcez, Faria Lima, Pereira Barreto, dentre outras. O trânsito foi realmente acima do normal nesses locais, principalmente na quarta e quinta-feira. Mas, para os governistas, não foi apenas estranho. Muitos comentaram nos bastidores, mais contidos, mas o secretário de Governo, Maurício Soares (PT), afirmou mais enfaticamente que a complicação no tráfego muito provavelmente foi proposital. O petista sugeriu que supostamente trata-se de uma conspiração armada para prejudicar o governo. Caminhões teriam sido parados nas vias simulando problemas mecânicos. Assim, a fila de carros seria inevitável. O culpado? Marinho. Maurício não citou nomes e evitou acusações diretas, mas está com a pulga atrás da orelha. O assunto também está sendo disseminado, além das rodas de conversas, nas redes sociais na internet. Quem não tem uma teoria da conspiração para defender, não é?

Vira-casaca

Em famosa padaria de São Bernardo, alguns tucanos demonstraram insatisfação com a indicação do PSDB para a vice do deputado estadual Alex Manente na empreitada rumo ao Paço. Uns disseram que votarão em branco, outros no prefeito Luiz Marinho (PT), que tentará a reeleição, para o pleito acabar no primeiro turno. O cenário continua agitado na oposição e o deputado estadual Orlando Morando (PSDB), favorável à candidatura do PSDB, continua em silêncio.

Agenda

O ex-presidente Lula entrará de cabeça na campanha do pré-candidato ao Paço de Santo André pelo PT, Carlos Grana, em junho. Eles se encontraram ontem, no Instituto de Cidadania, em São Paulo. "É claro que essa chance agrega valor político significativo", analisou Grana, que esteve acompanhado do comandante do diretório municipal, Luiz Turco.

Quem salva quem?

Dirigentes do PSDC de Mauá, ligados ao vereador Professor Betinho, descartam qualquer coligação com o PR, de Diniz Lopes. Ventilou-se na Câmara que o democrata-cristão teria dificuldade na chapa proporcional de atingir o quociente eleitoral e corria o risco de não se reeleger, caso seu partido não fizesse a parceria. Dirigentes do PSDC dizem que, se houvesse conversa com o PR, "seríamos nós que salvaríamos ele (Diniz), pois nossa chapa está bem mais forte que a deles". Agora, o diálogo estaria aberto com o PMDB.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;