Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Parabéns aos 80 anos do Pernalonga

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Coelho mais famoso do mundo diverte gerações e ganha especiais na TV a cabo


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

18/07/2020 | 23:59


Julho é um momento festivo para um dos personagens mais conhecidos de todos os tempos. Os pelos cinza e branco, o dente único, as longas orelhas e a esperteza para se virar em meio a milhares de confusões são reconhecidos por diferentes gerações que acompanham suas aventuras em variadas mídias, principalmente a televisão. No mês de seu aniversário, Pernalonga é relembrado de maneira especial pelo público, ainda mais nesta temporada, quando celebra 80 anos.

Ele é fruto da criatividade de Tex Avery (1908-1980), conhecido por seu trabalho como diretor, animador, cartunista e dublador. O norte-americano idealizou a figura cujo charme, personalidade e astúcia chamaram a atenção desde sua primeira aparição (veja mais ao lado), em 27 de julho de 1940, no curta-metragem animado The Wild Hare (A Lebre Selvagem).

Pernalonga passou por reformulações de estilo e os traços adquiridos na década de 1950 originaram seu visual clássico. Entre as atrações dos capítulos dos desenhos animados estão sua ironia como principal arma contra os problemas e antagonistas que surgem, a agilidade para pensar nas coisas e a capacidade de ‘quebrar a quarta parede’, ou seja, ir além dos quatro lados da TV para falar diretamente com o público.

Quem já assistiu a algum episódio de suas séries percebe que ele consegue aprontar com praticamente tudo. Seja ao redor de sua casa na floresta, atuando como barbeiro, lutando em um ringue de luta-livre ou no meio de alguma orquestra. As histórias também abrem espaço para outros integrantes do grupo Looney Tunes, como Patolino, Hortelino, Eufrazino, Frajola, Piu-Piu e Gaguinho.

Os 80 anos serão comemorados com exibições especiais de atrações com o coelho mais famoso do mundo na TV a cabo. O Cartoon Network prepara festa com seleção de capítulos, com uma hora de duração, das séries Looney Tunes (1930-1969) e New Looney Tunes (2015-2020) entre sexta-feira e segunda-feira, sempre às 16h e às 23h. No Boomerang, uma maratona está agendada para o dia 27, entre às 16h e 20h. 

Um coelho idoso capaz de divertir crianças e adultos está pronto para festejar.

Personagem nasceu no cinema e foi para a TV

O público conheceu Pernalonga no curta animado The Wild Hare (A Lebre Selvagem), de 1940. O pequeno filme foi dirigido por Tex Avery, criador do personagem, e contou com desenhos feitos pelo também norte-americano Robert McKimson (1910-1977). 

O coelho participou de mais de centena de curtas cinematográficos, mas foi na TV que a popularidade estourou. Ele comandava O Show do Pernalonga, exibido originalmente nos Estados Unidos na década de 1960 e que chegou ao Brasil nos anos 1970. A atração reunia todos as figuras animadas do estúdio Warner Bros, do qual o personagem é um dos símbolos. 

Seu principal legado para a cultura pop foi o conceito de transformar animações do cinema em séries de antologia (coleção de trabalhos anteriores) em uma tela menor. Toda essa época é considera a ‘era de ouro’ dos desenhos animados. Depois do Pernalonga vieram atrações como Pica-Pau, Mister Magoo, Super-Mouse e a dupla Tom & Jerry.

Filmes mesclam desenho e mundo real

Pernalonga nasceu em curtas para o cinema e voltou para as telonas em projetos especiais. A ideia era divertir o público, além de mostrar a interação entre animações com atores reais.

O mais famoso filme é Space Jam – O Jogo do Século (1996), que coloca toda a lunática turma sendo alvo de alienígenas. Tudo será resolvido em uma partida de basquete, mas os vilões roubam o talento de grandes jogadores. A saída é convocar Michael Jordan, maior atleta do esporte e recém-aposentado, para o confronto. O longa será exibido na rede paga nos próximos dias pelo aniversário de 80 anos do coelho.

Outra título é Looney Tunes – De Volta à Ação (2003). Na história, ao mesmo tempo em que Patolino decide deixar Hollywood, o grupo precisa ajudar a encontrar o místico diamante Macaco Azul.

Consultoria de Paulo Gustavo Pereira, jornalista especializado em séries e autor do livro Animaq – Almanaque dos Desenhos Animados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parabéns aos 80 anos do Pernalonga

Coelho mais famoso do mundo diverte gerações e ganha especiais na TV a cabo

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

18/07/2020 | 23:59


Julho é um momento festivo para um dos personagens mais conhecidos de todos os tempos. Os pelos cinza e branco, o dente único, as longas orelhas e a esperteza para se virar em meio a milhares de confusões são reconhecidos por diferentes gerações que acompanham suas aventuras em variadas mídias, principalmente a televisão. No mês de seu aniversário, Pernalonga é relembrado de maneira especial pelo público, ainda mais nesta temporada, quando celebra 80 anos.

Ele é fruto da criatividade de Tex Avery (1908-1980), conhecido por seu trabalho como diretor, animador, cartunista e dublador. O norte-americano idealizou a figura cujo charme, personalidade e astúcia chamaram a atenção desde sua primeira aparição (veja mais ao lado), em 27 de julho de 1940, no curta-metragem animado The Wild Hare (A Lebre Selvagem).

Pernalonga passou por reformulações de estilo e os traços adquiridos na década de 1950 originaram seu visual clássico. Entre as atrações dos capítulos dos desenhos animados estão sua ironia como principal arma contra os problemas e antagonistas que surgem, a agilidade para pensar nas coisas e a capacidade de ‘quebrar a quarta parede’, ou seja, ir além dos quatro lados da TV para falar diretamente com o público.

Quem já assistiu a algum episódio de suas séries percebe que ele consegue aprontar com praticamente tudo. Seja ao redor de sua casa na floresta, atuando como barbeiro, lutando em um ringue de luta-livre ou no meio de alguma orquestra. As histórias também abrem espaço para outros integrantes do grupo Looney Tunes, como Patolino, Hortelino, Eufrazino, Frajola, Piu-Piu e Gaguinho.

Os 80 anos serão comemorados com exibições especiais de atrações com o coelho mais famoso do mundo na TV a cabo. O Cartoon Network prepara festa com seleção de capítulos, com uma hora de duração, das séries Looney Tunes (1930-1969) e New Looney Tunes (2015-2020) entre sexta-feira e segunda-feira, sempre às 16h e às 23h. No Boomerang, uma maratona está agendada para o dia 27, entre às 16h e 20h. 

Um coelho idoso capaz de divertir crianças e adultos está pronto para festejar.

Personagem nasceu no cinema e foi para a TV

O público conheceu Pernalonga no curta animado The Wild Hare (A Lebre Selvagem), de 1940. O pequeno filme foi dirigido por Tex Avery, criador do personagem, e contou com desenhos feitos pelo também norte-americano Robert McKimson (1910-1977). 

O coelho participou de mais de centena de curtas cinematográficos, mas foi na TV que a popularidade estourou. Ele comandava O Show do Pernalonga, exibido originalmente nos Estados Unidos na década de 1960 e que chegou ao Brasil nos anos 1970. A atração reunia todos as figuras animadas do estúdio Warner Bros, do qual o personagem é um dos símbolos. 

Seu principal legado para a cultura pop foi o conceito de transformar animações do cinema em séries de antologia (coleção de trabalhos anteriores) em uma tela menor. Toda essa época é considera a ‘era de ouro’ dos desenhos animados. Depois do Pernalonga vieram atrações como Pica-Pau, Mister Magoo, Super-Mouse e a dupla Tom & Jerry.

Filmes mesclam desenho e mundo real

Pernalonga nasceu em curtas para o cinema e voltou para as telonas em projetos especiais. A ideia era divertir o público, além de mostrar a interação entre animações com atores reais.

O mais famoso filme é Space Jam – O Jogo do Século (1996), que coloca toda a lunática turma sendo alvo de alienígenas. Tudo será resolvido em uma partida de basquete, mas os vilões roubam o talento de grandes jogadores. A saída é convocar Michael Jordan, maior atleta do esporte e recém-aposentado, para o confronto. O longa será exibido na rede paga nos próximos dias pelo aniversário de 80 anos do coelho.

Outra título é Looney Tunes – De Volta à Ação (2003). Na história, ao mesmo tempo em que Patolino decide deixar Hollywood, o grupo precisa ajudar a encontrar o místico diamante Macaco Azul.

Consultoria de Paulo Gustavo Pereira, jornalista especializado em séries e autor do livro Animaq – Almanaque dos Desenhos Animados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;