Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

MP recomenda que bares e restaurantes em Santo André fechem 17h

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Órgão sugere que regras sigam o decreto estadual; cidade havia permitido funcionamento por seis horas, até 23h30


Aline Melo
Do Diário do Grande Abc

13/07/2020 | 17:15


O MP (Ministério Público) de São Paulo recomendou à Prefeitura de Santo André limite o horário de funcionamento de bares e restaurantes da cidade até 17 horas, conforme orientação publicada em decreto estadual que trata da reabertura do comércio. No decreto municipal 17.418, de 30 de junho de 2020, a administração municipal havia determinado que os estabelecimentos poderiam funcionar até seis horas por dia, com horário limite de 23h30.


Na recomendação, assinada pelo promotor de Justiça da cidade Marcelo Santos Nunes, o MP informa que em caso de não cumprimento, serão adotadas “medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através do ajuizamento de ação civil pública cabível, sem prejuízo da apuração e consequente responsabilização pela prática do ato de improbidade administrativa.”


O documento lembra que a cidade de Santo André encontra-se na fase amarela do Plano São Paulo e que por isso, deve se adequar às regras estabelecidas pelo governo estadual. O texto ainda alerta que o afrouxamento de ações de Estado, no sentido de prevenir o contágio, pode refletir negativamente no município como causa de agravamento do quadro caótico de evolução viral, como fora constatado nos países da Europa e do Oriente Médio.


A Prefeitura de Santo André informou que recebeu a recomendação e, agora, avalia o que está sendo proposto. "Importante ressaltar que o documento não tem caráter impositivo. Apenas sugere ações. Reforçamos, ainda, que o município cumpre a limitação de horário estabelecida pelo Plano SP, que preconiza o funcionamento dos estabelecimentos por seis horas", relatou, em nota, a administração municipal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

MP recomenda que bares e restaurantes em Santo André fechem 17h

Órgão sugere que regras sigam o decreto estadual; cidade havia permitido funcionamento por seis horas, até 23h30

Aline Melo
Do Diário do Grande Abc

13/07/2020 | 17:15


O MP (Ministério Público) de São Paulo recomendou à Prefeitura de Santo André limite o horário de funcionamento de bares e restaurantes da cidade até 17 horas, conforme orientação publicada em decreto estadual que trata da reabertura do comércio. No decreto municipal 17.418, de 30 de junho de 2020, a administração municipal havia determinado que os estabelecimentos poderiam funcionar até seis horas por dia, com horário limite de 23h30.


Na recomendação, assinada pelo promotor de Justiça da cidade Marcelo Santos Nunes, o MP informa que em caso de não cumprimento, serão adotadas “medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através do ajuizamento de ação civil pública cabível, sem prejuízo da apuração e consequente responsabilização pela prática do ato de improbidade administrativa.”


O documento lembra que a cidade de Santo André encontra-se na fase amarela do Plano São Paulo e que por isso, deve se adequar às regras estabelecidas pelo governo estadual. O texto ainda alerta que o afrouxamento de ações de Estado, no sentido de prevenir o contágio, pode refletir negativamente no município como causa de agravamento do quadro caótico de evolução viral, como fora constatado nos países da Europa e do Oriente Médio.


A Prefeitura de Santo André informou que recebeu a recomendação e, agora, avalia o que está sendo proposto. "Importante ressaltar que o documento não tem caráter impositivo. Apenas sugere ações. Reforçamos, ainda, que o município cumpre a limitação de horário estabelecida pelo Plano SP, que preconiza o funcionamento dos estabelecimentos por seis horas", relatou, em nota, a administração municipal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;