Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mobilização de policiais para garantir eleições pacíficas na Nicarágua


Da AFP

03/11/2006 | 19:03


Cerca de 9 mil policiais, 3.200 voluntários e 12.500 agentes eleitorais, apoiados por 8.300 soldados, serão mobilizados para garantir eleições pacíficas neste domingo, anunciou nesta sexta-feira o presidente nicaraguense Enrique Bolanos durante uma entrevista coletiva.

Há um plano de segurança pública, "porque não queremos incidentes, ocupação de centros eleitorais ou do Conselho Supremo Eleitoral (CSE) nem de outros lugares. Seremos firmes e agiremos com prevenção para proteger a população", afirmou.

O primeiro turno da eleição presidencial e as eleições legislativas deste domingo serão muito disputados, com a possibilidade de o líder sandinista Daniel Ortega conseguir os 35 % dos votos com os 5 % de vantagem sobre o segundo colocado, o que lhe daria a vitória no primeiro turno. As últimas pesquisas indicam essa portagem.

Apenas a publicação dos resultados oficiais foi autorizada, muitas horas depois do fechamento das seções, previsto para as 18h locais (21h no horário de Brasília).

Todos os candidatos anunciaram que, diante de eventuais fraudes ou incidentes, defenderão a contagem voto por voto.

A organização dos Estados Americanos (OEA), a União Européia (UE), o centro Carter e outras instituições estrangeiras enviaram várias centenas de observadores. Quatro ex-presidentes estarão presentes neste domingo: Jimmy Carter (EUA), Raul Alfonsin (Argentina), Alejandro Toledo (Peru) e Nicolas Ardito (Panamá).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mobilização de policiais para garantir eleições pacíficas na Nicarágua

Da AFP

03/11/2006 | 19:03


Cerca de 9 mil policiais, 3.200 voluntários e 12.500 agentes eleitorais, apoiados por 8.300 soldados, serão mobilizados para garantir eleições pacíficas neste domingo, anunciou nesta sexta-feira o presidente nicaraguense Enrique Bolanos durante uma entrevista coletiva.

Há um plano de segurança pública, "porque não queremos incidentes, ocupação de centros eleitorais ou do Conselho Supremo Eleitoral (CSE) nem de outros lugares. Seremos firmes e agiremos com prevenção para proteger a população", afirmou.

O primeiro turno da eleição presidencial e as eleições legislativas deste domingo serão muito disputados, com a possibilidade de o líder sandinista Daniel Ortega conseguir os 35 % dos votos com os 5 % de vantagem sobre o segundo colocado, o que lhe daria a vitória no primeiro turno. As últimas pesquisas indicam essa portagem.

Apenas a publicação dos resultados oficiais foi autorizada, muitas horas depois do fechamento das seções, previsto para as 18h locais (21h no horário de Brasília).

Todos os candidatos anunciaram que, diante de eventuais fraudes ou incidentes, defenderão a contagem voto por voto.

A organização dos Estados Americanos (OEA), a União Européia (UE), o centro Carter e outras instituições estrangeiras enviaram várias centenas de observadores. Quatro ex-presidentes estarão presentes neste domingo: Jimmy Carter (EUA), Raul Alfonsin (Argentina), Alejandro Toledo (Peru) e Nicolas Ardito (Panamá).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;