Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil vence o Chile e garante vaga nas Olimpíadas


Vágner Magalhaes
Enviado a Londrina

05/02/2000 | 00:07


Com a classificaçao garantida para a Olimpíada de Sydney - a Seleçao Brasileira ganhou do Chile por 3 a 1 na noite desta sexta, em Londrina -, o Brasil inicia o Projeto Medalha de Ouro, único título importante que o futebol nacional nao possui. Dividida entre as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 e a preparaçao para os Jogos Olímpicos, a Seleçao terá pela frente uma série de jogos durante a temporada, o que deve fazer com que Candinho assuma parte da preparaçao da equipe Sub-23.

O técnico Wanderley Luxemburgo, afirmou que os jogadores que estao participando do pré-olímpico foram cobrados como jogadores da equipe principal e por isso mesmo sao considerados por ele como jogadores da Seleçao Nacional. "Eles mostraram um profissionalismo muito grande e isso faz com que o grupo possa ser aproveitado em futuras convocaçoes."

De olho na olímpiada, Luxemburgo diz que já tem algumas informaçoes preliminares dos possíveis adversários e aponta a seleçao espanhola como uma das equipes mais fortes do torneio. "Eles tem uma geraçao jovem muito forte e ainda poderao se reforçar com três jogadores acima dos 23 anos", disse. Quanto ao Brasil, o treinador ainda nao quer falar sobre os jogadores acima da idade que poderao integrar o grupo na olímpida.

O momento mais descontraído da entrevista coletiva desta sexta foi quando Baiano explicou o gol marcado por ele no segundo tempo da partida contra o Chile. "Tentei fazer isso muitas vezes no Santos, mas a bola sempre acabava indo parar na arquibancada, provocando muitas vaias da torcida." Ao ouvir isso, Wanderley Luxemburgo riu bastante, lembrando que era o técnico do jogador na época e, por conseqüência, também era vaiado.

Empolgado com o gol, o jogador agradeceu o apoio dos irmaos, família, da noiva e do povo capingrossense. O jogador contou que nasceu em Capim Grosso, interior da Bahia, mas nao espera uma recepçao calorosa quando voltar lá. "A cidade é muito pequena e nao tem nem carro de bombeiros para desfilar", disse sorrindo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil vence o Chile e garante vaga nas Olimpíadas

Vágner Magalhaes
Enviado a Londrina

05/02/2000 | 00:07


Com a classificaçao garantida para a Olimpíada de Sydney - a Seleçao Brasileira ganhou do Chile por 3 a 1 na noite desta sexta, em Londrina -, o Brasil inicia o Projeto Medalha de Ouro, único título importante que o futebol nacional nao possui. Dividida entre as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 e a preparaçao para os Jogos Olímpicos, a Seleçao terá pela frente uma série de jogos durante a temporada, o que deve fazer com que Candinho assuma parte da preparaçao da equipe Sub-23.

O técnico Wanderley Luxemburgo, afirmou que os jogadores que estao participando do pré-olímpico foram cobrados como jogadores da equipe principal e por isso mesmo sao considerados por ele como jogadores da Seleçao Nacional. "Eles mostraram um profissionalismo muito grande e isso faz com que o grupo possa ser aproveitado em futuras convocaçoes."

De olho na olímpiada, Luxemburgo diz que já tem algumas informaçoes preliminares dos possíveis adversários e aponta a seleçao espanhola como uma das equipes mais fortes do torneio. "Eles tem uma geraçao jovem muito forte e ainda poderao se reforçar com três jogadores acima dos 23 anos", disse. Quanto ao Brasil, o treinador ainda nao quer falar sobre os jogadores acima da idade que poderao integrar o grupo na olímpida.

O momento mais descontraído da entrevista coletiva desta sexta foi quando Baiano explicou o gol marcado por ele no segundo tempo da partida contra o Chile. "Tentei fazer isso muitas vezes no Santos, mas a bola sempre acabava indo parar na arquibancada, provocando muitas vaias da torcida." Ao ouvir isso, Wanderley Luxemburgo riu bastante, lembrando que era o técnico do jogador na época e, por conseqüência, também era vaiado.

Empolgado com o gol, o jogador agradeceu o apoio dos irmaos, família, da noiva e do povo capingrossense. O jogador contou que nasceu em Capim Grosso, interior da Bahia, mas nao espera uma recepçao calorosa quando voltar lá. "A cidade é muito pequena e nao tem nem carro de bombeiros para desfilar", disse sorrindo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;